Imagem da matéria: Binance é alvo de investigação da Receita e do Departamento de Justiça dos EUA, diz Bloomberg
Foto: Shutterstock

A Receita Federal dos Estados Unidos (IRS) e o Departamento de Justiça do país estão investigando a exchange Binance, segundo reportagem publicada pela Bloomberg na tarde desta quinta-feira (13).

Fontes, que não tiveram os nomes revelados, disseram para a publicação americana que funcionários dos dois órgãos estão atrás de informações sobre a empresa. A investigação seria confidencial. Nenhuma acusação teria sido feita.

Publicidade

Em nota, a corretora disse o seguinte:

“Levamos nossas obrigações legais muito a sério e nos envolvemos com reguladores e agentes da lei de forma colaborativa. Trabalhamos muito para construir um programa de compliance robusto que incorpora princípios e ferramentas de combate à lavagem de dinheiro usados por instituições financeiras para detectar e lidar com atividades suspeitas. Temos um forte histórico de assistência a agências de aplicação da lei em todo o mundo, incluindo nos Estados Unidos. Não comentamos sobre questões ou consultas específicas”.

No Twitter, o CEO da Binance, Changpeng Zhao, disse que a reportagem da Bloomberg descreveu como a empresa tem colaborado com as autoridades, mas de alguma forma deu um tom ‘negativo’ para a parceria.

Desde março, a Binance também é investigada pelo Comissão de Negociação de Contratos Futuros de Commodities (CFTC). O regulador americano de bancos e mercado de ações busca saber se a exchange está permitindo aos cidadãos do país a compra e a venda de derivativos não regulados.

Fora dos Estados, a corretora também está sob a mira das autoridades. No mês passado, por exemplo, a Comissão de Valores Mobiliários da Alemanha (BaFin) disse que a Binance pode ter cometido crime ao lançar ações tokenizadas. No Brasil, o Ministério Público Federal (MPF) pediu para a Polícia Federal abrir um inquérito para investigar a empresa.

VOCÊ PODE GOSTAR
Bandeira do Japão

Gate.io de saída do Japão: empresa vai transferir clientes para corretoras de criptomoedas locais reguladas

A exchange deixará de aceitar novos registros de contas de residentes japoneses e iniciará o encerramento gradual dos serviços
Moedas de bitcoin sob bandeira da Argentina

Argentina sanciona lei que permite aumento de capital de empresas com criptomoedas

Javier Milei também nomeou um especialista em blockchain para liderar Agência Federal de Segurança Cibernética
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Trump cobrará R$ 5 milhões de quem quiser dividir mesa com ele em evento de Bitcoin

Uma foto com Trump também custará caro aos participantes, indo de R$ 330 mil a R$ 550 mil