Imagem da matéria: Polygon lança tecnologia que promete reduzir em 90% os custos da rede Ethereum
(Foto: Shutterstock)

A fornecedora de infraestruturas Web3 Polygon anunciou na quarta-feira (20) o lançamento de sua Polygon zkEVM — ou Máquina Virtual Ethereum de conhecimento zero, na sigla em português —, que afirma ser “a primeira” solução de escalabilidade compatível com o Ethereum que utiliza um método criptográfico chamado “provas de conhecimento zero” (ou ZPKs, na sigla em inglês).

Anteriormente conhecida como Matic Network, a Polygon é um protocolo de interoperabilidade e escalabilidade para a criação de blockchains compatíveis com o Ethereum. Seu principal elemento é Polygon SDK, uma estrutura modular e flexível que fornece suporte à criação de múltiplos tipos de aplicações descentralizadas (ou dapps).

Publicidade

A Polygon havia mencionado a zkEVM pela primeira vez na conferência EthCC Paris em julho de 2021 e afirma tê-lo criado para funcionar tranquilamente com todos os contratos autônomos, ferramentas de desenvolvedores e carteiras enquanto também gera menos atrito para usuários ao remover a necessidade de qualquer tipo de modificação ou reimplementação do código.

“O cálice sagrado da infraestrutura Web3 deve ter três grandes propriedades: escalabilidade, segurança e compatibilidade do Ethereum”, disse Mihailo Bjelic, cofundador da Polygon, em uma declaração compartilhada com o Decrypt.

Bjelic descreveu a zkEVM como “uma tecnologia inovadora que finalmente conseguiu isso, […] abrindo um novo capítulo de grande adesão”, enquanto afirma que “até agora, ainda não foi praticamente possível oferecer todas essas propriedades de uma só vez”.

As principais promessas da zkEVM da Polygon incluem uma redução significativa dos atuais custos da rede de primeira camada do Ethereum — cerca de 90%, segundo as estimativas da equipe —, bem como um aumento drástico na capacidade de processamento enquanto mantêm a segurança da blockchain Ethereum.

Publicidade

“É difícil fornecer comparações de desempenho para a zkEVM nesse momento, mas estamos trabalhando para aumentar [a taxa de processamento] para aproximadamente duas mil transações por segundo (TPS)”, disse Bjelic ao Decrypt.

De acordo com ele, “[essa taxa] estaria a par com a processadora global de pagamentos Visa, que processa quase 1,7 mil transações por segundo, em média — um marco que o Ethereum vai precisar alcançar ou ultrapassar para se tornar o alicerce da Web3”.

Polygon quer reduzir intervalo para saques

A Polygon destacou que a principal tecnologia da zkEVM, chamada de “zk-rollups”, é capaz de oferecer liquidações mais rápidas de transação e maior eficiência de capital — uma vantagem significativa sobre a tecnologia conhecida como “Optimistic rollups”.

ZK-rollups dependem de um pedaço de criptografia chamado prova de conhecimento zero que, conforme explicado por Bjelic, fornece uma “prova de validação” de que transações não são fraudulentas, enquanto Optimistic rollups precisam de um período de disputa em que qualquer um pode contestar a validade de uma transação.

Publicidade

“Em média, resulta em um atraso de sete dias para saques no uso de Optimistic rollups. A zkEVM tem o potencial de reduzir esse período de saída de sete dias para, possivelmente, alguns minutos”, contou Bjelic ao Decrypt.

Ao falar sobre como a solução de escalabilidade vai funcionar após a futura transição do Ethereum para uma rede proof of stake (ou PoS), o cofundador da Polygon destacou que, embora taxas do Ethereum provavelmente não vão mudar significativamente mesmo após o evento de fusão, “a zkEVM poderá reduzir as taxas da rede em [estimados] 90% e até mais em futuras iterações”.

“A zkEVM também irá atuar como uma solução substituta para a latência de transações enquanto o Ethereum migra para o PoS e vai subsequentemente permitir ainda mais ganhos no processamento”, acrescentou Bjelic.

Ele acrescentou que o roteiro de desenvolvimento (ou “roadmap”) para futuras versões da zkEVM inclui ainda mais melhorias à taxa de processamento, notando que o Ethereum atualmente chega a um processamento máximo de cerca de 30 TPS.

De acordo com a equipe, a previsão é que a zkEVM seja implementada na rede de testes pública em até dois meses e o lançamento da rede principal será no início de 2023.

Publicidade

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

VOCÊ PODE GOSTAR
Estátua da justiça e martelo de juiz à frente de bandeira do Canadá

Canadá multa Binance em R$ 22,5 milhões por violar as leis de combate à lavagem de dinheiro 

Agência do governo menciona falta de registro e ausência de relatório de transações enquanto corretora operou no país
Ilustração de correntes ilustradas com pequenos zeros e uns

Projeto para soluções do sistema carcerário via blockchain vence hackathon na Ethereum Rio

Freedom Chains visa que todo tipo de comportamento do preso seja registrado on chain para evitar corrupção ou injustiças
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

Manhã Cripto: ETFs de Bitcoin voltam a captar mais US$ 100 mi por dia nos EUA; Ex-diretor da FTX pede 18 meses de prisão

Mercado também começa a se preparar para veredito final da SEC sobre os ETFs de Ethereum à vista
solana, criptomoedas,

Este evento vai fazer a Solana atingir US$ 400 este ano, projeta analista

Para analista da Merkle tree, a Solana pode disparar 170% este ano puxado por memecoins ligadas aos candidatos na eleição dos Estados Unidos