Imagem da matéria: Entenda como o protocolo Optimism ajuda a aliviar a sobrecarga da rede Ethereum
(Imagem: Divulgação)

O Ethereum é a segunda maior criptomoeda por capitalização de mercado graças à sua compatibilidade com contratos autônomos — que servem de alicerce para um crescente ecossistema de aplicações descentralizadas (dApps) e plataformas de Finanças Descentralizadas (DeFi). No entando, a rede sofre de um problema: é lenta e também cara, devido a crescentes taxas de transação.

Enquanto a comunidade Ethereum espera pelo lançamento das atualizações planejadas para a rede, que visam solucionar esses problemas, soluções de escalabilidade surgiram para acelerar e baratear as transações do Ethereum. Optimism é uma dessas soluções de escalabilidade.

Publicidade

O que é Optimism?

Optimism acelera transações do Ethereum e reduz seu custo ao processá-las em outra blockchain usando técnicas avançadas de compressão de dados.

A pitada especial da metodologia de escalabilidade do Optimism está em seu nome: utiliza uma técnica chamada “optimistic rollups”, em que múltiplas transações são agrupadas em uma só transação, processadas em outra blockchain, com registros transmitidos à blockchain principal do Ethereum.

Optimistic rollups são uma espécie de agrupamento que assume, “de forma otimista”, que todas as transações no agrupamento são válidas. Isso economiza tempo, pois transações individuais não precisam ser enviadas com comprovação direta de sua legitimidade. Validadores no rollup têm uma semana para contestar todo o agrupamento se acreditarem que existem dados fraudulentos.

Um relatório da Dune Analytics indica que Optimism reduz taxas de transação do Ethereum (também conhecidas como “taxas de gas”) em até 129 vezes. É compatível com plataformas DeFi, como Synthetix e Uniswap.

Publicidade

De acordo com o Uniswap, Optimism possui cerca de US$ 740 milhões de valor em blockchain — uma leve queda em comparação aos mais de US$ 1 bilhão bloqueados em janeiro.

A Optimism surgiu em junho de 2019 e sua rede de testes foi lançada em outubro de 2019. No entanto, sua rede principal alfa foi lançada apenas em janeiro de 2021.

Demorou até outubro de 2021 para que a Optimism lançasse uma versão alfa da rede principal que fosse compatível com a Ethereum Virtual Machine (ou EVM). Uma rede principal e aberta foi lançada em dezembro de 2021.

Como Optimism funciona?

Basicamente, Optimism é uma longa lista de acréscimos de transações. Todos os seus blocos agrupados são armazenados em um contrato autônomo do Ethereum chamado “Canonical Transaction Chain”.

Publicidade

A menos que um usuário envie sua transação diretamente ao Canonical Transaction Chain, novos blocos são produzidos por algo chamado de “sequenciador” (ou “sequencer”).

Esse sequenciador instantaneamente confirma transações válidas para criar e executar blocos na segunda camada da Optimism (uma blockchain que está sobre a blockchain de primeira camada — neste caso, o Ethereum).

Esses blocos são os “rollups” (lotes de transações Ethereum). O sequenciador comprime esses dados para reduzir ainda mais o tamanho de transações (e poupar custo) e, em seguida, envia os dados das transações de volta ao Ethereum.

O software de segunda camada da Optimism foi criado para imitar o código do Ethereum o máximo possível. Utiliza, por exemplo, a mesma máquina virtual do Ethereum e cobra taxas de gás da mesma forma (mas a um custo menor, graças à sua solução de optimistic rollups).

Por Ethereum e Optimism serem tão similares, é possível enviar um ativo ERC-20 (uma criptomoeda que cumpre com o padrão genérico de tokens Ethereum) entre ambas as redes.

Publicidade

O que tem de tão especial na Optimism?

Optimism é mais bem compreendida como uma das diversas soluções que tentam abordar o problema de congestão do Ethereum.

A rede Ethereum pode entrar em colapso e, até que atualizações à blockchain principal salvem o dia, soluções de escalabilidade, como Optimism, permitem que a indústria DeFi do Ethereum cresça e continue sendo utilizada por pessoas que não conseguem pagar altas taxas de transação.

O protocolo não é a única solução de escalabilidade que utiliza optimistic rollups. Arbitrum e Boba Network também usam a técnica para ajudar usuários do Ethereum a economizar com taxas.

Rollups de conhecimento zero (ou ZK-rollups), outro tipo popular, são usadas por Loopring, Immutable X e ZKSync.

Assim como Arbitrum, Optimism não possui uma criptomoeda nativa para pagar taxas de gas e utiliza o próprio ether. A solução também está na fase beta e ainda não está completamente descentralizada.

Como usar Optimism

Para usar a Optimism, é necessário depositar ethers ou tokens ERC-20 à ponte (ou “bridge”) de tokens da Optimism. Isso permite a transação no Ethereum por meio do protocolo. É possível converter os tokens de volta à rede Ethereum.

Para realizar o depósito dos tokens, é necessário acessá-los pelo Optimism Gateway. Conecte-se ao Gateway com uma carteira Web 3, como a MetaMask. Depósitos demoram cerca de 20 minutos e a MetaMask cobra uma taxa de US$ 18 para transferir 1 ETH.

A Optimism alertou que demora uma semana e custa US$ 52,57 para sacar os fundos. Esse atraso é um recurso do tempo de contestação codificado na optimistic rollup da Optimism.

Publicidade

Ao depositar fundos na Optimism, podem ser usados em dapps compatíveis. A Uniswap, por exemplo, permite a negociação pela Optimism para poupar dinheiro com taxas.

Tudo o que precisa ser feito é selecionar a Optimism no menu das redes. Em seguida, é só realizar a negociação normalmente.

(Imagem: Decrypt)

A Optimism tem bastante financiamento para desenvolver seu trabalho. Em março, finalizou uma rodada de financiamento “series B” (quantia dada quando uma empresa atinge certos objetivos e não está mais na etapa inicial) liderada por Andreessen-Horowitz (a16z) e Paradigm, fazendo a startup ser avaliada em US$ 1,65 bilhão.

Seu roteiro de desenvolvimento (ou “roadmap”) inclui atualizações ao protocolo Optimism, como uma prova a falhas de última geração, “sharded rollups” (agrupamentos repartidos) e um sequenciador descentralizado.

Embora o projeto esteja na fase beta, a equipe mantém um grau de controle sobre o sequenciador, a tecnologia responsável pela criação de blocos na Optimism.

Embora a Optimism afirme estar tomando um “caminho pragmático à descentralização”, isso significa que, por enquanto, a Optimism é menos descentralizada do que o Ethereum (cujos desenvolvedores não têm a capacidade de, por exemplo, pausar a blockchain ou criar uma lista de boa reputação para certos validadores).

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Portal do Bitcoin Summit

O primeiro evento do Portal do Bitcoin será gratuito e online! Jogos NFT, movimentações em Brasília, como receber investimentos na sua startup de criptomoedas e muito mais. Inscreva-se aqui: https://portaldobitcoin.uol.com.br/summit/

VOCÊ PODE GOSTAR
chaveiro com moeda de bitcoin em cima de teclado de laptop

O que são chaves privadas na blockchain e quais seus benefícios? | Opinião

Autor explica os cinco pilares fundamentais para a custódia segura de chaves privadas
Números e letrs douradas sob um placa formam símolo do Real brasileiro

5 vantagens da tokenização de ativos do mundo real (RWA) | Opinião

Para o autor, a custódia de RWA tokenzados é um elemento crucial para a democratização do acesso aos investimentos
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15
Ilustração mostra mapa do Brasil com pontos ligados em blockchain

Banco Central, UFRJ, Polkadot e Ripple se unem para aprofundar pesquisas sobre interoperabilidade entre blockchains e DREX

A Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) antecipa…