Imagem da matéria: Jogo play-to-earn troca blockchain do Bitcoin pela da Solana e revolta bitcoiners
(Foto: Shutterstock)

A equipe do jogo play-to-earn Light Nite, que roda no blockchain do Bitcoin, anunciou na quarta-feira (09) que a partir de março o protocolo do jogo vai migrar para a blockchain da Solana.

Após a divulgação, bitcoiners criticaram a mudança porque no início do projeto o marketing foi direcionado exclusivamente para eles e o levantamento de capital foi basicamente em bitcoins.

Publicidade

Segundo os desenvolvedores, que exaltaram a velocidade da rede da SOL, um dos argumentos para a troca é que a cunhagem NFT da Solana e o protocolo padrão são personalizáveis, permitindo mudanças significativas na economia do jogo.

“Seu jogo blockchain favorito de Battle Royale, Deathmatch multiplayer e play2earn NFT será executado na rede blockchain mais rápida do mundo”, ressalta a nota, que adianta que o nome do jogo passara a ser ‘Light Nite X’, enquanto o atual será mudado para ‘Light Nite Legacy’ e continuará rodando na rede Bitcoin.

Segundo a equipe, a migração vai mudar significativamente a infraestrutura, os sistemas de recompensa e até mesmo o design do NFT do jogo.

“A cunhagem NFT da Solana e o protocolo padrão são personalizáveis. Consequentemente, os NFTs Light Nite baseados em Solana serão significativamente diferentes dos ativos Liquid existentes. Primeiro, eles terão uma variedade de combinações, frequência e raridade.

Publicidade

Outro ponto, diz a nota, é que no blockchain Solana o jogo terá novos recursos de recompensa, bem como novas funcionalidades, como opções de empréstimo ou staking.

“Estamos focados em fornecer valor aos nossos usuários, portanto, a infraestrutura NFT baseada em contratos inteligentes que permitirá no futuro staking e empréstimos é o caminho que decidimos seguir”, diz outro trecho do texto.

Bitcoiners criticam mudança de blockchain

Ao se depararem com a notícia, vários bitcoiners criticaram a mudança, haja vista que o desenvolvimento do jogo contou com a comunidade para arrecadar fundos em BTCs.

“Que piada”, escreveu o usuário da conta bitbug42∞. Patrick_Ulrich foi sincero e postou: “Eu só comprei este jogo por conta do suporte à lightning … Fácil desinstalar agora”.

Publicidade

DataSci ∞/21M e Bohemian disseram que foram bloqueados quando criticaram a mudança. “Eles me bloquearam por comentar educadamente que não os seguirei mais”, disse DataSci.

A conta Fulmo não mediu palavras e disparou:

“Então, por que todo mundo está chateado? Marcado como ‘jogo Lightning’; comercializado fortemente para uma multidão apenas de Bitcoin; levantou capital de VC [venture capital] focado em Lightning; fez um crowdsale para Bitcoin; nunca entregou um produto funcional; mudou para uma shitcoin para aproveitar o hype da NFT”.

Mais moderado, o podcaster Vlad Costea escreveu no Twitter:

“Algum de nós realmente jogou o jogo? Claro, eles levantaram fundos e trabalharam para entregar um game apenas para Bitcoin. Mas não é algo que atrai os bitcoiners. Eles provavelmente encontrarão mais jogadores na Solana”.

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin à frente da bandeira de hong kong

Aprovação de ETFs de Bitcoin e Ethereum pode ocorrer segunda em Hong Kong

O esperado aceno regulatório abriria um dos maiores mercados financeiros do mundo para os ETFs de Bitcoin e Ethereum
Miniaturas de homens em cima de moeda de Bitcoin gigante fazendo medição pela metade

Contagem regressiva para o halving: MB destaca a importância do evento para o mercado cripto

O Mercado Bitcoin também evidencia como surgiu o halving e quais os mecanismos utilizados para reduzir, pela metade, as emissões da moeda digital mais relevante do mercado
Uniswap, venture, criptomoedas, investimentos, web3

Manhã Cripto: Token da Uniswap despenca 17% após alerta de processo da SEC e Bitcoin recupera os US$ 70 mil

CEO da Uniswap, Hayden Adams, disse não estar surpreso, “apenas irritado, desapontado e pronto para lutar”
Dedo indicador apoia bolo de dinheiro em forma digital

Mercado Bitcoin e Escala se juntam em tokenização inédita de R$ 29 milhões em operação na fintech Asaas

Operação viabilizou o acesso de clientes qualificados do MB a investimento na Asaas, antes restrito a grandes fundos de VCs