graficos vermelhos em queda
Shutterstock

Edgar Pavlovsky, fundador e até então CEO do protocolo de empréstimos descentralizado Marginfi, projeto DeFi baseado na rede Solana, anunciou sua renúncia em meio a um turbilhão de controvérsia e discórdia operacional.

Pavlovsky revelou sua saída em um tweet, citando divergências com as práticas internas e externas da Marginfi. O seu anúncio, enviado a partir de uma conta pessoal, foi seguido de perto por uma confirmação oficial da Marginfi, atribuindo a sua saída a uma mistura de motivos pessoais e conflitos internos.

Publicidade

“Os advogados ainda estão resolvendo as coisas, mas eu disse a todos os envolvidos que realmente não me importo com tokens, ou dinheiro, ou qualquer coisa assim”, escreveu Pavlovsky em seu post.

“Que isso aqui seja uma declaração clara da minha intenção e dos meus princípios. Ultimamente, tenho estado muito mal financeiramente, então isso me coloca de volta a US$ 0, mas se você já está neste setor há algum tempo, sabe que isso é nada de novo”, acrescentou.

As brigas internas estão acontecendo em meio a um cenário de congestionamento grave na rede Solana e a discussões públicas sobre quem é o culpado. Desenvolvedores estão se reunindo para implementar uma solução o mais rápido possível.

A renúncia de Pavlovsky desencadeou uma saída significativa de fundos da Marginfi, com dados indicando retiradas superiores a US$ 130 milhões.

Publicidade

Esta retirada em massa foi ainda catalisada pelo Solend, um protocolo concorrente de empréstimo descentralizado também baseado na rede Solana, que aproveitou a oportunidade para atrair usuários desencantados do Marginfi. Eles ofereceram airdrops para aqueles que transferem seus fundos para Solend, proporcionais ao valor migrado. Depois disso, as saídas da Marginfi subiram ainda mais, para logo após a notícia, que no total subiram para US$ 214 milhões (R$ 1 bi).

Fonte: MarginFi

Os desafios da Marginfi

Mas os desafios da Marginfi não se limitaram à saída de Pavlovsky. No início da semana, o protocolo enfrentou críticas do grupo de staking SolBlaze por supostamente administrar mal os tokens de recompensa, BLZE, destinados a fins de governança, levando a uma disputa pública.

A resposta de Pavlovsky à reação, agora excluída, e seu subsequente comportamento antagônico nas redes sociais, pouco fizeram para reprimir a crescente inquietação entre usuários e parceiros.

Apesar da turbulência, parece haver uma fresta de esperança. Após a demissão de Pavlovsky, Marginfi expressou a vontade de consertar as barreiras com o grupo de apostas Solana, SolBlaze, e reafirmou o seu compromisso em apoiar a parceria, sugerindo um caminho potencial para a reconciliação e estabilidade após um período tumultuado.

*Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Fundos cripto do Brasil e Hong Kong são os únicos com fluxo positivo na última semana

Fundos cripto do Brasil e Hong Kong são os únicos com fluxo positivo na última semana

Fundos cripto tiveram a quarta semana seguida de saídas, mas o Brasil segue com tendência positiva ao lado de Hong Kong, que se destaca com a estreia de ETFs
Senado, Congresso, Câmara dos Deputados, Brasília, Parlamento

Projeto de Lei quer proibir uso de criptomoedas fruto de crimes durante processo penal

Deputado autor do PL afirma que em muitos casos, mesmo durante a investigação, acusados continuam a movimentar recursos do crime
simbolo do dolar formado em numeros

Faculdade de Direito da USP recebe evento da CVM sobre democratização dos mercados de capitais

Centro de Regulação e Inovação Aplicada (CRIA) da CVM vai a “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil” com transmissão ao vivo no Youtube
Imagem da matéria: "Centavo épico" de Bitcoin é usado para inscrever música da Grimes gerada por IA

“Centavo épico” de Bitcoin é usado para inscrever música da Grimes gerada por IA

Ordinals com uma música gerada por IA da Grimes foi inscrito num satoshi “épico” de Bitcoin avaliado em mais de R$ 10 milhões