Imagem da matéria: Mineradores de Bitcoin quebram recorde ganhando mais de US$ 100 milhões em taxas pós-halving
Foto: Shutterstock

O halving do Bitcoin de sexta-feira (19) reduziu a recompensa por bloco minerado pela metade, para 3,125 BTC. Os mineradores, no entanto, não sentiram imediatamente o impacto dessa redução conforme uma batalha por espaço nos blocos gerou milhões de dólares em taxas.

Com exceção de um pagamento aparentemente acidental de US$ 3 milhões em taxa no ano passado, todos os 10 blocos mais caros da história do Bitcoin já são pós-halving de sexta, conforme apontado pelo usuário do X/twitter, Clark Moody.

Publicidade

O primeiro bloco depois do halving captou US$ 2,6 milhões apenas em taxas e recompensas de bloco, quase pegando o primeiro lugar. Já os blocos seguintes ficaram entre US$ 1,3 e US$ 2 milhões em taxas.

Analistas da empresa de pesquisa cripto Bernstein ressaltaram que o Bitcoin vive um “verão DeFi” conforme o novo protocolo Runes ajudou a disparar as taxas de transação e recompensas dos mineradores.

“O Bitcoin está passando por um momento semelhante ao ‘verão DeFi’ que o Ethereum viveu em 2020, onde vários aplicativos e tokens descentralizados foram lançados na blockchain Ethereum, levando a um aumento de liquidez e taxas de transação”, disseram os analistas.

Neste cenário, os mineradores passaram a arrecadar mais de US$ 100 milhões por dia, chegando a US$ 107,75 milhões em 20 de abril, segundo dados da Blockchain.com. Cerca de 75% desse valor (US$80 milhões) foi apenas de taxas de transação, de acordo com a Glassnode, o que representa um recorde tanto no total quanto na porcentagem de taxas.

Publicidade

Como comparação, antes do halving, os mineradores de Bitcoin ganhavam cerca de US$ 60 a US$ 70 milhões em subsídios diários e recompensas de taxas de transação.

Runes ajuda a alavancar as taxas

Grande parte da atividade de taxas de transação pode ser atribuída ao entusiasmo em torno do Runes – um novo padrão de token fungível para Bitcoin que foi lançado no halving. “Isso é impulsionado pela atividade especulativa para cunhar novos tokens (principalmente tokens meme) por traders de varejo”, disseram os analistas da Bernstein.

O protocolo Runes foi desenvolvido pelo criador do Ordinals, Casey Rodarmor, oferecendo uma solução mais eficiente para “gravar” (criar) tokens no Bitcoin em comparação com os tokens BRC-20 que usam inscrições Ordinals.

“A blockchain do Bitcoin está vendo atividade de desenvolvedores e lançamento de novos protocolos de token, atraindo traders de varejo para novos tokens, levando a um aumento de ‘taxas’ na rede Bitcoin”, explicaram os analistas.

Publicidade

“O processo de cunhagem do token exige que o usuário/trader pague taxas para incluir sua transação no espaço do bloco de Bitcoin, e o excesso de demanda pela cunhagem de tokens leva a mais concorrência e, portanto, ao aumento das taxas de transação do Bitcoin”, completa a Bernstein.

VOCÊ PODE GOSTAR
Policial algemando suspeito durante a noite

Suspeito de roubar quase R$ 10 milhões da Pump.fun é preso em Londres

Jarett Dunn, ex-funcionário da plataforma Pump.fun, foi preso na Inglaterra acusado de golpe de quase R$ 10 milhões
Celular com o logo da CVM e notebook aberto no site da Comissãod e Valores Mobiliários

CVM reconhece ativo de blockchain como token de pagamento

Dynasty Global AG recebeu na última semana a classificação do D¥N como um token de pagamento pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

Aprovação do ETF de Ethereum pode acontecer antes do esperado, diz Coinbase

Maior exchange de criptomoedas dos EUA, a Coinbase está confiante de que a SEC aprovará ETFs de Ethereum à vista muito em breve, apesar do pessimismo mais amplo
Hacker com capuz sorri no escuro

“Fizemos besteira”: Gala Games confirma hack de de R$ 1,2 bilhão

Um invasor usou um exploit para cunhar e roubar 5 bilhões de tokens da Gala Games (GALA)