Imagem da matéria: Unick Forex é listada como fraude por site especializado em pirâmides financeiras

O site Badbitcoin.org listou a Unick Forex como fraude em atualização feita na sexta-feira (05). “Um grande [esquema] Ponzi”, diz o site.

Badbitcoin é o maior site especializado em expor esquemas fraudulentos que envolvem o mercado de criptomoedas. No ar desde 2014, o objetivo é aumentar a legitimidade do setor e alertar novos usuários a não se tornarem futuras vítimas.

Publicidade

Sobre a Unick Forex, o Badbitcoin diz: “Um grande Ponzi. Suas afirmações sobre fazer trading de criptomoedas são falsas. Todo esquema ponzi entra em colapso e deixará a maioria dos participantes sem dinheiro.”

Além da Unick, o Badbitcoin lista quase 7 mil sites considerados golpes, que vão desde grandes pirâmide financeira mundiais, como a Bitconnect, que já fechou deixando milhares de pessoas no prejuízo, como a brasileira Kriptacoin, que teve seus donos presos e bens apreendidos e a Minerworld, uma das maiores que já operou até agora no Brasil.

O que é esquema Ponzi?

De acordo com o Badbitcoin, esquema Ponzi, também conhecido como pirâmide financeira, é qualquer esquema que paga juros aos “investidores” vindos de novos Investidores.

“Um HYIP (programa de investimento de alto rendimento) é apenas um Ponzi. Todos os Ponzi/Hyips irão falhar. Os Investidores posteriores perderão tudo quando o esquema ruir.”, diz o site.

Publicidade

Passo a passo

O site ainda lista o passo a passo de como a mentalidade por trás desses golpes funciona:

Você deposita uma quantia pequena, quer ser cauteloso, não consegue descobrir como eles fazem isso – mas às vezes eles duplicam (ou pagam juros prometidos) e pagam.

Você pensa – Ah, isso é ótimo, então você redepositou o valor total ou apenas o seu lucro. Você obtém isso de volta e pensa uau, funciona, então você deposita uma quantia muito maior e, na pior das hipóteses, até mesmo envolve seus amigos e familiares nesse maravilhoso esquema de ganhar dinheiro.

Então, um dia, depois de pouco tempo, ele simplesmente não é devolvido – há algum problema com sua conta, ou sua retirada está paralisada ou algo parecido, então você continua enviando e-mail e gradualmente você percebe que foi enganado. Comumente, o golpista mostrará a transação, mas isso não é real.

Mesmo que você apenas coloque seus lucros iniciais de volta, o vigarista não perdeu nada – e os “investidores” que pensam que estão “aproveitando” o ponzi, ao chegar cedo, tentam isso, e a maioria deles não consegue de volta também. As pessoas que comandam os Ponzi são ladrões.

Publicidade

Algumas pessoas esvaziam suas economias da vida nessas fraudes, e são elas que os fraudadores realmente buscam. Uma vez que eles pegam aquele grande “investidor”, eles seguem em frente e criam um novo ponzi, apenas deixando o antigo vivo por um tempo para limpar qualquer novo ‘investimento’. Alguns até retornam após uma ausência de 3 ou 6 meses para pegar uma carga nova de dinheiro. Eles nunca ficarão sem vítimas. É o que eles fazem, e eles são especialistas nisso.”

Unick Forex: Proibida pela CVM e investigada pelo MPF

A Unick Forex está suspensa de fazer oferta pública de investimentos pelo fato de ela não ter autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A empresa tentou reverter a situação, mas o colegiado manteve a decisão. Isso, contudo, não a limitou de continuar a operar no mercado.

O Ministério Público Federal (MPF) também está investigando a Unick Forex. O procurador da República Celso Tres, numa entrevista cedida ao programa Gaúcha, da Rádio Gaúcha, disse que a criptomoeda não ter regulação não justifica essas empresas multiplicarem esses rendimentos da noite para o dia.

“Tivemos mês no ano passado mais de R$100 milhões apenas de crédito de uma dessas empresas. (…) oferecem lá 15% de rendimento ao mês mais 5% de cada novo investidor que a pessoa levar para o sistema”.

O Procurador afirmou que a investigação começou a partir de dados levantados pela Receita Federal, Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e alguns outros órgãos, que foram levados espontaneamente pelas pessoas.

Publicidade

Apesar de serem alguns elementos iniciais, como afirma o próprio Procurador Federal, ele disse que tudo indica se tratar de “um caso clássico de pirâmide financeira”, como foi a Telexfree — que em 2013 foi desmantelada.

 “(…) é a famosa pirâmide na qual há um motivo qualquer para alguém oferecer um grande rendimento de dinheiro, igual já tivemos um caso internacional, inclusive, que tinha americano envolvido. Foi a Telexfree no Brasil, que era ligações telefônicas a partir de anúncios, que as pessoas pagavam e ofereciam 200% de rendimento ao ano. Então aqui no caso é a criptomoeda”.

VOCÊ PODE GOSTAR
logo do bitcoin em cima de livro

Goiânia recebe lançamento do livro “101 Perguntas Sobre Bitcoin”

A obra da Editora Portal do Bitcoin escrita pelo engenheiro Breno Brito serve como um guia para compreensão da criptomoeda mais popular do mundo; veja como participar
Homem preso com as mãos algemadas nas costas

Polícia do Rio prende suspeitos de integrar quadrilha especializada em golpes com criptomoedas

Operação ‘Investimento de Araque’ foi deflagrada nos estados do Rio, Amazonas e Pará; suspeitos movimentaram mais de R$ 15 milhões em dois anos
Fotos dos equipementos de mineração de criptomoedas operados com furto de eletricidade em Canela, RS

Polícia Civil do RS fecha fazenda de mineração de criptomoedas que lucrava R$ 400 mil por mês

Além de crime de furto de energia, casal preso responderá por porte ilegal de arma e lavagem de dinheiro
moeda e notas pendurada em um varal

Operação contra maior milícia do RJ revela que suspeitos compravam Bitcoin para lavar dinheiro

Fonte do dinheiro movimentado pelos suspeitos seria oriundo de grilagem de terras, extorsão contra comerciantes e exploração do transporte