Imagem da matéria: Rede Polygon quer "roubar" projetos do Terra
(Foto: Shutterstock)

Esqueça do Terra 2.0 — a Polygon quer que projetos do Terra migrem para sua blockchain.

Na quarta-feira (25), Ryan Wyatt, CEO da Polygon Studios, compartilhou, via Twitter, que a Polygon — uma sidechain (blockchain paralela) criada para complementar e ajudar o Ethereum a escalar — está lançando um “fundo multimilionário” chamado Terra Developer Fund, para ajudar projetos do Terra a migrarem da fracassada blockchain de Do Kwon para a Polygon.

Publicidade

Há duas semanas, a stablecoin UST perdeu sua paridade ao dólar americano após grandes saques terem sido feitas no Anchor, plataforma de Finanças Descentralizadas (ou DeFi, na abreviatura em inglês) do Terra que prometia rendimentos de até 20% via staking.

A Luna Foundation Guard (ou LFG), um grupo fundado por Kwon para ajudar a apoiar o ecossistema Terra, implementou bilhões de suas reservas em bitcoin (BTC) em uma tentativa de manter a paridade da UST.

Mas a stablecoin não foi capaz de recuperar sua paridade e o token LUNA caiu de US$ 64 para US$ 0,004 em uma questão de dias. A blockchain Terra foi temporariamente desligada, mas isso não impediu que o preço do LUNA chegasse a zero.

Wyatt anunciou que OnePlat, o mercado de tokens não fungíveis (ou NFTs) do Terra, seria o primeiro projeto a fazer a migração e que iria ajudar o Polygon a migrar mais projetos do Terra. Mais especificamente, projetos NFT do Terra podem se inscrever para migrar junto com OnePlanet para a nova blockchain.

A notícia surge uma semana e meia após Wyatt compartilhar que a Polygon estava acompanhando o colapso do Terra e “trabalhando em conjunto com uma variedade de projetos do Terra para ajudá-los a migrar rapidamente”.

Publicidade

Neste momento, a equipe da Polygon está revisando as inscrições de bonificação a projetos interessados do Terra e conversando com diversos protocolos DeFi, segundo uma confirmação de Wyatt via mensagem direta ao Decrypt.

Mais de 50 projetos do Terra já entraram em contato com a Polygon, de acordo com o TechCrunch.

“As vantagens que oferecemos e que são únicas ao Terra é que a Polygon possui uma equipe de alto nível, composta de executivos da Google, Amazon, Mythical Games, Riot Games, EA, Activision, Unity e mais, então projetos de jogos e NFT têm grandes recursos disponíveis a eles pela equipe interna que oferecemos”, contou Wyatt ao Decrypt.

Embora muitos projetos do Terra possam estar abandonando o navio em vez de navegar junto com Kwon para a Luna 2.0, a nova blockchain do Terra não está avançando sozinha. Kwon havia compartilhado a notícia do novo Soil Protocol, que irá facilitar a implementação de projetos NFT na futura blockchain.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
hackers em frente a computadores

Exchange de criptomoedas Rain perde US$ 14,8 milhões em ataque hacker

A exchange disse que já tomou as medidas necessárias e que todas as sua atividades estão funcionando normalmente, inclusive saques
Imagem da matéria: ABCripto lança campanha de arrecadação de criptomoedas em apoio a vítimas de enchentes no RS

ABCripto lança campanha de arrecadação de criptomoedas em apoio a vítimas de enchentes no RS

Ação conjunta da ABcripto e associados visa levantar fundos e doações para desabrigados das inundações
Imagem da matéria: FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

Segundo os balanços, a FTX deve cerca de US$ 11 bilhões, e conseguiu levantar entre US$ 14,5 e US$ 16,3 bilhões até agora
Celular com o logo da CVM e notebook aberto no site da Comissãod e Valores Mobiliários

CVM reconhece ativo de blockchain como token de pagamento

Dynasty Global AG recebeu na última semana a classificação do D¥N como um token de pagamento pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).