Imagem da matéria: Anchor é o maior protocolo do ecossistema Terra, mas seus dias parecem estar contados | Opinião
(Foto: Reprodução Anchor Protocol)

Talvez você já tenha ouvido falar do Anchor Protocol, o aplicativo de Finanças Descentralizadas (ou DeFi, na abreviatura em inglês) mais popular da rede Terra.

Você pode até ter decidido depositar suas stablecoins inativas e lucrado com aquele ótimo retorno “estável” de 19,46%. Ou, assim como muitos outros, nunca ouviu falar do Anchor (e agora tem até medo de perguntar o que é).

Publicidade

O token terra (LUNA) se tornou fundamental ao ecossistema Terra (principalmente a stablecoin UST). Então, antes de mais nada: O que é Anchor?

Anchor, o projeto mais popular do Terra, é uma conta-poupança de alto rendimento para stablecoins terrausd (UST), a terceira maior stablecoin da indústria cripto em termos de capitalização de mercado. É possível ganhar uma taxa fixa de 19,46% por depósitos; custos pela tomada de ativos emprestado possui uma taxa variável.

Anchor também possui um token nativo de governança chamado ANC, que permite que usuários participem de diversas propostas e votações de governança.

Segundo dados obtidos do site DeFi Llama, Anchor possui US$ 16 bilhões de valor total bloqueado (ou TVL). Apesar de a Anchor possuir uma estratégia “multichain” e ser compatível com a rede Avalanche, a atividade nessa blockchain representa apenas US$ 169 milhões da quantia total.

Publicidade

Em outras palavras, tudo o que está relacionado ao Anchor acontece no Terra. À medida que US$ 16 bilhões de valor está no Anchor do Terra, o projeto compõe mais da metade de toda a atividade DeFi do ecossistema Terra.

Dentre todas as chains, Anchor também é a terceira maior aplicação do setor DeFi após a plataforma de staking de ether (ETH) Lido e a corretora de stablecoins Curve.

Consequências

O sucesso do Anchor também tem consequências cruciais à stablecoin UST, pois só com ela é possível obter a taxa de juros de 19,46%. Não existe espaço para grandes nomes, como a USDT da Tether, a USDC da Circle ou a DAI da Maker. No Anchor, você precisa da UST.

Então, se você é um investidor e observa retornos de quase 20% em um ativo não volátil que são pagos no que se parece com o dólar americano, você não pensa duas vezes. Você vai, compra UST e a deposita.

Publicidade

Esse é basicamente o principal uso da UST atualmente. Existem 12 bilhões de UST bloqueadas no Anchor e a stablecoin possui um fornecimento total em circulação de 18 bilhões de moedas.

Caso você esteja se perguntando por que existem 12 bilhões de UST bloqueadas no Anchor, mas seu TVL é de US$ 16 bilhões, é porque DeFi Llama também está levando em consideração os US$ 3 bilhões em UST sendo emprestados do Anchor, além do valor alocado no Avalanche.

Isso significa que mais de 70% de todas as USTs estão depositadas no Anchor, o que é loucura.

Dito isso, a demanda direcionada pelo Anchor para UST também faz parte do motivo por trás da impressionante expansão da stablecoin e, talvez, pela excelente ação de preço do LUNA, o token nativo do Terra.

Em novembro, a capitalização de mercado da UST era de apenas US$ 2,73 bilhões — agora, é de US$ 18 bilhões. Durante esse mesmo tempo, LUNA também duplicou de preço.

Isso aconteceu porque ambos os tokens estão bastante interconectados. Para cada 1 UST criada, US$ 1 em LUNA é destruído e vice-versa. Esse mecanismo de emissão e queima ajuda a manter o lastro da UST no dólar americano.

Publicidade

O atrativo retorno do Anchor e a exclusividade da UST criaram uma enorme demanda pela stablecoin do Terra. Essa demanda também impulsionou a expansão contínua da quantia de UST em circulação no mercado (e, provavelmente, a ação positiva de preço do LUNA).

Porém, agora críticos e investidores estão se perguntando o que acontecerá quando esse retorno de 20% vai mudar. De acordo com a Proposta nº 20, aprovada no fim de março, essa taxa vai mudar: todo mês, poderá subir ou descer 1,5%. Assim, a taxa se tornará variável.

A mudança será uma função das reservas do Anchor. Reservas se referem à quantia total que mutuantes recebem para obter o retorno de 20% e os juros gerados pelos recebedores de UST.

Atualmente, existem cerca de quatro mutuantes para um recebedor, segundo o painel do projeto. Isso significa que as reservas estão caindo há algum tempo para que haja o pagamento de juros para tantos mutuantes.

Com base na Proposta nº 20, a expectativa é que a taxa de juros para recebedores caia 1,5% até o fim deste mês. Com base na tendência mencionada acima, se uma solução não for encontrada em breve, mutuários vão continuar tendo uma queda nos juros.

Soluções

Uma solução imediata seria simplesmente injetar dinheiro diretamente nas reservas.

Em fevereiro, Do Kwon, o fundador do Terraform Labs e o garoto-propaganda do Terra, acrescentou US$ 450 milhões às reservas. Analistas alertaram sobre essa dinâmica: Jeff Dorman, diretor de investimentos da empresa de gestão cripto Arca, disse que “o Anchor precisa de constantes infusões de capital” para manter o retorno atual.

Publicidade

No entanto, sem uma solução clara para o longo prazo, a taxa vai continuar caindo. Após um certo limite, que será decidido pelo mercado ao longo do tempo, investidores vão gerar rendimentos em outro lugar.

Isso pode gerar saques do Anchor e investidores podem abandonar a UST e alocar em outra stablecoin que possa ser usada em oportunidades mais lucrativas em outro protocolo DeFi.

Se essa rotação acontecer em massa, pode ser algo catastrófico para a saúde da UST, bem como do LUNA. Ainda assim, muito precisa acontecer antes de declararmos o fim do Terra.

Dada as altas apostas, esta com certeza será uma história que valerá a pena acompanhar.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Talvez você queira ler
Imagem da matéria: A grande aposta do presidente de El Salvador no Bitcoin valeu a pena?

A grande aposta do presidente de El Salvador no Bitcoin valeu a pena?

Nayib Bukele está com uma perda de quase 8% em seu investimento de 3.120 BTC
Imagem da matéria: "Criptomoedas duvidosas e NFTs tolas estragaram a narrativa da blockchain", aponta Frank McCourt na Web Summit 2023

“Criptomoedas duvidosas e NFTs tolas estragaram a narrativa da blockchain”, aponta Frank McCourt na Web Summit 2023

Bilionário do setor imobiliário, Frank McCourt apresentou na Web Summit 2023 seu projeto para uma nova internet
Imagem da matéria: Sam Altman volta a ser o CEO da OpenAI

Sam Altman volta a ser o CEO da OpenAI

Em uma declaração após sua reintegração, Altman disse: “Eu amo a OpenAI, e tudo o que fiz nos últimos dias foi para manter essa equipe unida”
Imagem da matéria: Após processo da Binance, ABCripto critica negócios que se aproveitam de “vácuos regulatórios” para operar no Brasil

Após processo da Binance, ABCripto critica negócios que se aproveitam de “vácuos regulatórios” para operar no Brasil

O presidente da ABCripto destaca que o mercado local ainda é desigual devido à falta de aplicação uniforme das regras para todos os participantes