Imagem da matéria: O metaverso dos Bored Apes deve migrar para a rede Avalanche?
(Foto: Shutterstock)

Em abril, o lançamento dos terrenos virtuais de Otherside — o futuro jogo de metaverso da franquia Bored Ape Yacht Club (ou BAYC, na sigla em inglês — marcou um grande momento para o mercado de tokens não fungíveis (ou NFTs). Também foi, segundo diversas pessoas, um desastre completo.

Mesmo que os NFTs Otherdeeds tenham gerado um lucro de mais de US$ 300 milhões em vendas primárias e fizesse o mercado OpenSea registrar o melhor dia único de vendas secundárias, o processo de emissão foi muito criticada por fazer taxas do Ethereum dispararam — um total de US$ 180 milhões foi gasto apenas em taxas.

Publicidade

Grandes colecionadores descreveram aquele momento como um “cenário de pesadelo” e chamaram a resposta do Yuga Labs, os criadores da franquia, de “indiferente”.

Como parte da resposta, Yuga Labs sugeriu que o crescente ecossistema da apecoin (APE) deve sair da rede principal do Ethereum e ir para uma blockchain específica para minimizar taxas em futuros lançamentos.

Alguns acreditam que uma solução de escalabilidade do Ethereum seria melhor, caso a ApeCoin DAO — uma organização autônoma descentralizada — votasse a favor de tal migração.

Ava Labs tem outra sugestão: Por que não a rede Avalanche?

A equipe responsável pelo Avalanche — um dos principais ecossistemas blockchain que competem com o Ethereum — apresentou sua proposta com a ApeCoin DAO esta semana.

Publicidade

Uma DAO é uma comunidade on-line que foca em um objetivo ou oportunidade em comum, geralmente com um modelo de governança que inclui um token. Holders do token APE podem votar em decisões relacionadas ao ecossistema.

O plano do Ava Labs faria com que o ecossistema Otherside e a apecoin migrassem para o Avalanche, obtendo vantagem de suas transações mais rápidas e baratas, além dos recursos exclusivos de “sub-redes” que já está preparado para jogos.

“Apecoin seria fantástica como uma sub-rede do Avalanche e se beneficiaria do desempenho superior de sua blockchain específica no protocolo de consenso mais rápido”, tuitou Emin Gün Sirer, fundador e CEO do Ava Labs. “E a moeda teria um caso de uso extra que a ajudaria em sua posição regulatória e de mercado.”

Em entrevista ao Decrypt, o líder de estratégias Phillip Liu e o líder de jogos Ed Chang, do Ava Labs, descreveram por que acreditam que o Avalanche é a melhor escolha para mover o metaverso dos Bored Apes e o token apecoin, além de como veem esse possível processo acontecer.

Publicidade

“Em relação à velocidade de pôr uma rede em funcionamento, sub-redes do Avalanche provavelmente são uma solução que pode permitir que a comunidade Ape crie sua própria rede personalizada”, disse Liu ao Decrypt, afirmando que o Avalanche é “o mais rápido e possui a tecnologia mais estável e confiável”.

A proposta do Ava Labs dá detalhes sobre o que a empresa considera como possíveis benefícios ao fazer o “bridging” ao Avalanche, variando de seu alto processamento de transações e baixas taxas à integração do Avalanche com a Ethereum Virtual Machine (ou EVM) para facilitar o processo de transição.

Ava Labs também ofereceu suporte técnico, possível financiamento e iniciativas educacionais e de marketing.

Sub-redes são um recurso exclusivo do Avalanche que está ganhando força recentemente. Basicamente, uma sub-rede permite que um projeto tenha um local específico que opera com a segurança da blockchain Avalanche, apesar de atuar como um blockchain sob medida e específica.

Em uma sub-rede, grande parte da atividade (e possível congestionamento) da blockchain Avalanche não irá afetar o jogo ou a aplicação — e, por isso, um jogo que depende de muitas transações ou uma aplicação em uma sub-rede não irá prejudicar os recursos da rede principal do Avalanche.

Além disso, sub-redes podem escolher qual token será usado no pagamento de taxas de gas, possibilitando que a apecoin seja usada dessa forma caso migre para o Avalanche.

Publicidade

Apecoin foi criada para mover todo um ecossistema de jogos e aplicações além do Otherside que, por si só, poderá ser uma enorme experiência de metaverso com base na popularidade dos Bored Apes. Chang acredita que uma sub-rede é ideal para um jogo cripto em expansão e um ecossistema de entretenimento como esse.

“Não estão apenas analisando como criar um jogo. Estão buscando o desenvolvimento de uma plataforma inteira”, explicou Chang ao Decrypt. “Parece que seria uma boa combinação para o que temos aqui.”

Apresentando a proposta

Ainda não se sabe como isso irá acontecer. Após o lançamento dos Otherdeeds, o Yuga Labs tuitou que iria “encorajar a DAO” a explorar uma iniciativa de migrar a apecoin para uma blockchain específica. No entanto, o Otherside não é controlado pela ApeCoin DAO, e sim um projeto do Yuga Labs que é criado em torno da apecoin. Assim, Yuga não possui controle sobre a ApeCoin DAO.

A proposta do Ava Labs é principalmente focada no Otherside, mas se Yuga Labs quiser executar o jogo em outra blockchain ou em uma solução de escalabilidade do Ethereum, essa decisão não será tomada por meio do sistema de votação de governança do token.

Mesmo assim, Liu sugeriu que essa proposta é uma forma de fazer com que as pessoas debatam sobre a ideia e obter feedback sobre a proposta. O Ava Labs ainda não se comunicou diretamente com o Yuga Labs, mas Liu e Chang contaram ao Decrypt que já receberam feedback positivo da comunidade dos Bored Apes.

“Algumas das conversas que foram tidas e surgiram dessa propostas iniciais, e com a galera que conhecemos da comunidade, foram extremamente produtivas”, alegou Chang. “Estamos empolgados em continuar nesse caminho.”

Publicidade

O Avalanche não é a única plataforma blockchain que deseja integrar a comunidade dos Bored Apes.

Na sexta-feira (27), a Immutable X — uma solução de escalabilidade para o Ethereum — apresentou sua própria proposta para a ApeCoin DAO, sugerindo que a apecoin permaneça no ecossistema Ethereum enquanto fornece benefícios, como bonificações com o token IMX, suporte técnico e mais.

Manter a apecoin no mundo do Ethereum é bem importante para alguns apoiadores, se as respostas à proposta do Ava Labs são um indicador. A rede principal do Ethereum pode não ser ideal para altos volumes de transações de lançamentos de NFTs e de um mundo de metaverso, mas BAYC começou nesse setor — e o Ethereum ainda tem o ecossistema NFT mais valioso.

Este mês, o Polygon, solução de escalabilidade do Ethereum, anunciou que havia integrado apecoin, tornando o token utilizável entre aplicações desenvolvidas no Polygon. Porém, a rede ainda precisa anunciar se possui planos para bridges relacionadas ao ecossistema BAYC.

Flow é outra blockchain além do Ethereum que também pode estar tentando chamar a atenção da ApeCoin DAO. Mik Naayem, cofundador e diretor-comercial do Dapper Labs, contou à CoinDesk que estava debatendo com a DAO sobre uma migração do Ethereum. Dapper criou a blockchain Flow após ter problemas de escalabilidade com seus CryptoKitties.

De qualquer forma, pode ser uma batalha difícil para qualquer plataforma blockchain que tente convencer maximalistas de Ethereum que uma migração para fora da blockchain vale a pena e é viável.

Para Ava Labs e Avalanche, Chang disse que a educação pode ser a resposta, pois pessoas que estão envolvidas com o Ethereum podem não entender as diferenças do Avalanche. Porém, ele também disse que podem “ficar mais criativos” sobre bridging, pensando em uma transição parcial para o Avalanche e deixando alguns NFTs dos Bored Apes no Ethereum.

“Não necessariamente precisa ser tudo ou nada logo de início”, afirmou Chang. “Sempre existem formas em que podemos trabalhar com a equipe para tornar essa transição mais agradável, se preferirem — inclusive, mesmo com os maximalistas de ether.”

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Bitcoin é uma “forma de arte” e uma moeda de desconfiança, diz filósofo Yuval Noah Harari

O filósofo, no entanto, mostrou desconfiar se realmente o Bitcoin será o futuro do dinheiro como algumas pessoas defendem
Tela de celular mostra logotipo Drex- no fundo notas de cem reais

Banco Central adia Drex para realizar novos de testes de privacidade

BC explica que primeira fase de testes foi focada em elementos de privacidade, mas as soluções encontradas “ainda não estão maduras”
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

A volta do hype da GameStop desencadeou a criação de milhares de memecoins – uma delas saltou 1.900% na tarde passada
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin abre semana em alta de 2,8%; Grandes investidores do Japão e EUA ganham exposição ao BTC

Manhã Cripto: Bitcoin abre semana em alta de 2,8%; Grandes investidores do Japão e EUA ganham exposição ao BTC

Wells Fargo dos EUA e a Metaplanet do Japão anunciaram novos investimentos no Bitcoin