Imagem da matéria: Como funciona a Flow, a blockchain que usa a eficiência como arma contra as gigantes
(Foto: Shutterstock)

Entre o segundo e terceiro trimestres de 2021, tokens não fungíveis (ou NFTs, na sigla em inglês) registraram enormes entradas de capital, cujas estimativas podem ter aumentando os volumes de venda em mais de 8.000%.

Desde então, participantes do varejo, artistas independentes e conglomerados de usuários focaram sua atenção no mercado NFT, dando início ao que alguns chamam de “Renascença 2.0”. Plataformas que criam e oferecem acesso ao mercado FNT aceleraram o ritmo de sua inovação tecnológica, tornando-se a porta de entrada para participantes do varejo aos mercados cripto e à Web 3.

Publicidade

Uma das plataformas mais importantes e conhecidas que fornecem esses serviços é a Flow, uma blockchain de primeira camada e que utiliza o consenso proof of stake (ou PoS), desenvolvida pela Dapper Labs.

A Flow foi criada para ser uma plataforma alternativa para que Dapper Labs, projetos independentes, desenvolvedores e artistas criem aplicações descentralizadas (ou dapps) sem as complexidades das soluções de segunda camada do Ethereum.

Em vez disso, o projeto adotou um design de rede arquitetural multifuncional, que acredita fornecer uma solução mais simples à abordagem de “sharding” (repartição de blockchains) do Ethereum e apresenta velocidades e processamentos de rede mais eficientes.

O que é a blockchain Flow?

A blockchain Flow foi lançada com sua prévia “Flow Developer Preview” no quarto trimestre de 2019 para permitir o desenvolvimento de contratos autônomos sem a necessidade de acesso a uma rede completa.

Publicidade

Porém, havia realizado três rodadas de venda privada, arrecadando mais de US$ 30 milhões de mais de 80 empresas de capital de risco, incluindo Coinbase, Samsung e Union Square Ventures.

Durante essa época, a Dapper Labs usou sua prévia para desenvolver NBA Top Shot, um dos primeiros e mais importantes NFTs de esportes do mercado. Como consequência do sucesso do NBA Top Shot e o lançamento beta v.0.1 da rede principal da Flow no segundo trimestre de 2020, a Flow se tornou uma grande competidora no ecossistema de protocolos de primeira camada.

Desde o lançamento beta de sua rede principal, o projeto firmou parceria com grandes marcas esportivas globais, como a Ultimate Fighting Championship (ou UFC) e a NBA, e implementou mais de 800 contratos autônomos com mais de quatro milhões de contas únicas em sua rede.

A Flow opera um design de rede arquitetural multifuncional. Para evitar as complexidades do “sharding” no Ethereum, uma rede multinós separa as responsabilidades atribuídas a nós-validadores entre diferentes estágios de cada transação.

Publicidade

Assim, cada nó pode especializar seu papel, permitindo que haja uma eficiência melhorada a cada etapa de validação e a cada transação. Sharding, por outro lado, separa as tarefas entre diferentes transações e não especializa em nós-validadores para cada etapa de uma transação.

A abordagem multinós da Flow incentiva a especialização da tarefa de nós entre tarefas determinísticas e não determinísticas. Essa abordagem de design segue a convicção de que os principais problemas que contribuem com o congestionamento da rede são tarefas determinísticas ou “objetivas”, como computador o resultado de transações ordenadas.

Cada nó é otimizado com base em suas capacidades, o que aumenta o processamento da blockchain e um alto processamento ajuda a solucionar problemas de usuários e desenvolvedores na rede.

As tarefas na blockchain Flow são distribuídas entre quatro papéis distintos. Cada um precisa fazer o staking de uma quantia específica de capital para realizar tarefas específicas.

– Nós de consenso: Determinam a presença e ordem de cada transação.

– Nós de execução: Realizam computações relacionadas a cada transação.

– Nós de verificação: Supervisionam uma parte da segurança da rede ao garantir que nós de execução sejam executados de forma adequada.

Publicidade

– Nós de coleta: Contribuem para melhorar a conectividade e a disponibilidade de dados na rede para projetos na blockchain Flow ao coletar dados de transação de agentes de usuários.

Para garantir a segurança na rede, Flow permite que um alto número de participantes opere nós não determinísticos de consenso e verificação — a autoridade de segurança da rede.

Os outros nós restantes, de execução e coleta, têm papéis puramente determinísticos, tornando-se menos vulneráveis a ataques. Assim, nós de execução devem ser operados por hardwares específicos de forma profissional.

Processo de validação de blocos na blockchain Flow (Imagem: Whitepaper da Flow)

Para se tornar um validador na rede Flow, uma quantia mínima do token nativo FLOW deve ser posto em staking:

– Nós de consenso: 500 mil tokens FLOW;

– Nós de execução: 1,25 milhões tokens FLOW;

– Nós de verificação: 135 mil tokens FLOW;

– Nós de coleta: 250 mil tokens FLOW.

Métricas da blockchain Flow

Durante as etapas iniciais do projeto, a Flow apresentou três programas de distribuição/engajamento de tokens em grande escala para aumentar a interação com membros da comunidade e a escalabilidade da rede.

1. Parceiros Cloudburst: Entidades escolhidas por holders iniciais de tokens FLOW para operar um ou mais nós-validadores enquanto distribuem suas recompensas a pessoas que desenvolvem na plataforma Flow.

Publicidade

2. Validadores Floodplain: Participantes do ecossistema interessados em interagir inicialmente com a rede Flow para ajudar a escalar conteúdos e recursos.

3. Protocolo Descentralizado de Reputação e Incentivos (ou DRIP): Criado para distribuir FLOW para usuários finais e dapps desenvolvidas na rede para staking, delegação e fornecimento de participação ativa no ecossistema.

Durante essa época, a Flow enfrentou o possível risco de comprometer a segurança e a escalabilidade da blockchain quando a maioria dos tokens fossem concentrados por entidades centralizadas.

A decisão de transicionar para uma rede descentralizada foi tomada ao avaliar quão rapidamente os programas de distribuição de tokens permitiriam que houvesse uma segurança e escalabilidade adequada para desenvolvedores e usuários.

Desde então, Flow conseguiu descentralizar adequadamente sua rede por meio de uma distribuição de tokens e, recentemente, foi considerada como “controlada pela comunidade”, pois nós da comunidade compõem mais de 68% dos nós de consenso da rede.

As métricas mais recentes de staking mostram 305 nós:

– Nós de consenso: 7

– Nós de execução: 115

– Nós de verificação: 106

– Nós de coleta: 77

Também existem mais de 31 mil delegadores contribuindo com a rede Flow. Delegadores são holders de FLOW que fazem o staking dos tokens ao designá-los a operadores de nós.

Além disso, mais de 730 milhões de FLOW (ou cerca de 52% do fornecimento total de tokens) está em staking e as recompensas por staking atingem mais de 100 milhões de FLOW (mais de 7% do fornecimento total de tokens).

Tokens FLOW em staking: A porcentagem total de FLOWs em circulação colocados em staking no segundo trimestre de 2022 atingiu cerca de 52% (mais de 730 milhões de FLOW) do fornecimento máximo do token (Imagem: Messari)

Aspectos técnicos da rede Flow 

Cadence

Assim como a maioria dos protocolos de primeira camada, a Flow possui sua própria linguagem de programação para o desenvolvimento de contratos autônomos. Cadence oferece um nível mais alto de descentralização quando o assunto é armazenamento de dados (como ativos digitais).

Diferente da Solidity (do Ethereum), que armazena informações em um registro central, a Cadence armazena dados diretamente na conta dos usuários. Sem uma função centralizada de dados, Cadence pode oferecer mais segurança à arquitetura da rede Flow.

Esse recurso também oferece a desenvolvedores e usuários finais um método mais simples de criação e transferência de ativos digitais na blockchain Flow.

SPoCKs

Além disso, o Flow integrou uma técnica criptográfica inovadora chamada “Specialized Proofs of Confidential Knowledge” (ou SPoCKs) — ou “Provas Especializadas de Conhecimento Confidencial”, em tradução livre — para abordar o “Dilema do Verificador”. SPoCKs são caracterizadas como obrigações criptográficas.

Certificam que nós de verificação realizaram sua tarefa de forma adequada, e não aprovaram cegamente os resultados gerados por nós de execução sem uma verificação adequada de que o trabalho foi feito de acordo. SPoCKs também supervisionam nós de execução ao garantir que cada nó computou cada bloco de forma adequada.

Flow Client Library (FCL)

Uma função existente em quase todos os protocolos de primeira camada é a interação entre carteiras cripto, como a MetaMask, aplicações descentralizadas e a blockchain da rede. Tradicionalmente, aplicações fornecem acesso a carteiras cripto via plugins em navegadores ou atividades de carteira cripto em navegadores sem a necessidade de um plugin.

Esses métodos, apesar de utilizados por muitas blockchains, são uma barreira de entrada a usuários. São difíceis de escalar e exigem um trabalho extra para desenvolvedores a fim de permitir a interação entre carteira e aplicação.

A Flow Client Library (ou FCL) permite que desenvolvedores conectem uma carteira ou aplicação com poucas linhas de código. Também permite que qualquer aplicação funcione com qualquer carteira compatível com a FLC e vice-versa.

Para desenvolvedores, isso cria uma experiência contínua ao desenvolver aplicações na Flow e fornece uma consistência a interações entre aplicações e carteiras.

O que é o token FLOW?

A plataforma Flow possui seu token nativo FLOW, que permite que desenvolvedores e usuários interajam na blockchain Flow. Holders podem usar seus tokens FLOW para fazer o staking e trabalhar na segurança da rede e hospedar as tarefas de computação e armazenamento na rede.

FLOW também é usado para pagar recompensas a stakers, bem como taxas de transação/gas por atividades na rede.

Distribuição do token FLOW 

Durante o lançamento inicial do token, 1,25 bilhão de tokens FLOW foram criados e distribuídos a holders.

– Dapper Labs: 20% foram alocados ao seu caixa no longo prazo.

– Equipe de desenvolvimento: receberá 18% ao longo de três anos com um intervalo de um ano.

– Vendas à comunidade: receberá 13% após um período de bloqueio de 12 meses.

– Grandes apoiadores (que contribuíram com mais de US$ 1 milhão): receberão 11,1% após um período de bloqueio de 24 meses com intervalo de um ano.

– Pequenos apoiadores (que contribuíram com menos de US$ 1 milhão): receberão 8,9% após um período de bloqueio de 24 meses com intervalo de um ano.

Distribuição do token FLOW (Imagem: Flow)
Curva de oferta do FLOW: entre janeiro de 2020 e janeiro de 2026 (Imagem: Messari)

É importante destacar que, durante os períodos de bloqueio mencionados acima, os tokens só podem ser usados para fins de staking ou utilidade no NBA Top Shot a partir do primeiro dia. Restrições de bloqueio e transferência começam no exato momento para todas as entidades.

A Flow ainda não tem seu próprio caixa. No entanto, a Flow Foundation terá o papel de administrar os 250 milhões de tokens FLOW que reservou para a distribuição a longo prazo e desenvolvimento do ecossistema.

Governança

Os recursos de governança do blockchain para quem possui o token FLOW consistem de três processos de tomada de decisão:

1. Decisões de ecossistema – incluem questões relacionadas à escolha de membros do conselho e finalização da alocação de fundos estabelecidos pela fundação.

2. Parâmetros de protocolo – questões que envolvem aspectos da rede que estabelecem parâmetros e não exigem uma atualização de protocolo.

3. Atualização ao protocolo – todas as questões envolvidas durante uma bifurcação drástica (ou “hard fork”) da rede, exigindo uma enorme participação e aceitação de todos os holders do token FLOW.

A previsão é que esses acordos estejam disponíveis para usuários ainda no segundo trimestre de 2022. Atualmente, a maioria das decisões sobre o ecossistema Flow é feita fora da blockchain, em que proposta são enviadas ao repositório da Flow no GitHub, são discutidas e uma decisão é tomada com base no consenso da comunidade para implementar a alteração proposta.

É necessária uma autorização para implementar as mudanças após o consenso da comunidade ser atingido para que alterações sejam adequadamente implementadas a nós-validadores.

Panorama do ecossistema 

Em termos de volume total de transações realizadas na rede, a Flow está em um estado impressionante dado o tempo que a rede existe em comparação a suas contrapartes.

Transações totais: comparação de transações totais em protocolos de contratos autônomos (Imagem: Messari)

Em relação ao total de transações e carteiras ativas, a Flow possui mais de três milhões de usuários ativos, incluindo delegadores e nós-validadores. Por ser um protocolo muito novo, Flow ainda tem um longo caminho a percorrer para alcançar ecossistemas “tradicionais” de primeira camada, como o Ethereum.

No entanto, foi feito um progresso significativo para acelerar a atividade de usuários em sua rede. Independente disso, a Flow forneceu um apoio adequado para integrar novos usuários que desejarem desenvolver e implementar na rede.

Assim, a plataforma visa atrair um grande escopo de dapps, como projetos de Finanças Descentralizadas (ou DeFi) e Web 3. Com mais projetos, a Flow pode preencher a lacuna entre tráfego de rede e participação no ecossistema.

Atualmente, a Flow possui mais de 800 contratos autônomos implementados e é mais conhecida por atrair projetos no ecossistema NFT. Existe um grande contraste entre os volumes transacionados de NFTs no mercado secundário da Flow em comparação a outras redes de primeira (e segunda) camada que fornecem vendas secundárias.

Flow parece estar liderando as transações de donos entre donos de NFTs. A Flow continua tendo progresso no setor NFT com a interação contínua entre projetos nativos da Flow e novos lançamentos de projetos.

Total de transações com NFT: Transações NFT de donos entre donos em diferentes blockchains (Imagem: CryptoSlam, Messari)

Dentre os principais NFTs por volume de vendas no mercado secundário, o NBA Top Shot da Flow continua sendo um grande competidor dentre os grandes projetos NFT.

Volumes diários de venda de NFTs: Os 15 principais projetos NFTs com maior volume diário de venda no mercado secundário (em dólares) em diferentes blockchains (Imagem: CryptoSlam)

A Flow também teve um aumento considerável no número de novos desenvolvedores que entraram para a rede durante os estágios iniciais do lançamento de sua rede de testes no primeiro trimestre de 2021.

Junto com grandes parcerias com empresas como Samsung, Ubisoft e Warner Music Group, a Flow está muito bem-posicionada para continuar a expansão da adesão popular não apenas no mercado NFT, como também no amplo escopo dos projetos cripto.

Uma maior adesão do setor DeFi e de projetos desenvolvidos para a Web 3 na blockchain Flow podem criar uma maior conscientização e participação de participação do varejo e de grandes organizações.

O Dapper Labs continua investindo em projetos sendo desenvolvidos na Flow e firmou parceria com grandes empresas de investimento privado, como a16z e Animoca Brands. Além disso, a equipe Dapper Labs oferece uma facilidade de acesso a novos projetos que buscam por arrecadação ao alavancar a enorme rede e alcance de capital de risco da equipe.

Competição e risco entre redes de primeira camada

Competição

O desenvolvimento em primeira camada está na linha de frente do setor cripto, evoluindo a um ritmo acelerado e oferecendo diversas tecnologias para melhorar o processamento, a segurança e a velocidade das blockchains.

Total de compradores únicos de NFTs: Número total de compradores únicos de NFT entre redes de primeira camada (Imagem: CryptoSlam)

As iniciativas do Flow de competir com blockchains tradicionais não podem passar despercebidas, principalmente em sua participação no mercado de jogos NFT e Web 3. Por conta do desempenho da Flow e da qualidade das parcerias sendo executadas, a rede teve um melhor desempenho que suas contrapartes em 2021.

Total de compradores e vendedores únicos: O total de compradores e vendedores em 2021 e no primeiro e segundo trimestres de 2022 no Ethereum, Solana, Polygon e Flow (Imagem: CryptoSlam e Messari)

Além disso, a atividade de desenvolvedores na Flow registrou um aumento significativo no último ano.

Ecossistemas de crescimento mais rápido com mais de 50 desenvolvedores (Imagem: Electric Capital)

Os dados acima foram obtidos de repositórios de código aberto e contribuições de código de inúmeras plataformas, incluindo GitHub, Gitlab, CoinGecko e DappRadar, para cada protocolo.

Em 2021, Flow era o nono ecossistema de crescimento mais rápido com mais de 50 desenvolvedores e o quinto ecossistema de crescimento mais rápido em termos de desenvolvedores que trabalham em tempo integral.

Possíveis riscos 

As interações mostradas acima demonstram como a participação de mercado foi formulada no último ano, principalmente quando o assunto são novas blockchains oferecendo soluções inovadoras para usuários e desenvolvedores.

Porém, todas as blockchains de primeira camada enfrentam o obstáculo de atingir um equilíbrio entre escalabilidade, segurança e descentralização. Geralmente, redes de primeira camada que são compostas de um só tipo de nó podem enfrentar dificuldades ao fazer concessões entre escalabilidade, segurança e descentralização.

A arquitetura multinós da Flow oferece mais suporte para equilibrar esses aspectos fundamentais de um protocolo de primeira camada. A especialização de nós permite que cada componente do sistema priorize um determinado segmento do trilema da escalabilidade, segurança e descentralização.

Atualmente, os nós de consenso, verificação e coleta são mais descentralizados em relação aos nós de execução. Já que os nós de execução são determinísticos, não exigem o mesmo nível de descentralização. Da mesma forma, nós de execução precisam de um hardware profissional para serem executados, além de favorecer a escalabilidade em vez da descentralização.

Problemas no desempenho e na disponibilidade da rede podem surgir por conta de complicações nos nós de execução. Apesar de a falha desses nós não ser uma ameaça à segurança da rede, o potencial de todos os oito nós de execução passarem por problemas pode prejudicar o processamento de transações.

Por exemplo, a Flow passou por uma paralisação na rede após sua mais recente atualização de rede quando nós de execução apresentaram um novo identificador de execução. Já que nós de execução são puramente determinísticos, mas o identificador recém-implementado não era determinístico, blocos não estavam selados.

Os nós precisavam de mais memória para manter as operações da rede. A blockchain Flow foi criada para compensar a vivacidade a favor da segurança, então a rede foi suspensa temporariamente para evitar qualquer selagem incorreta de blocos.

Porém, as equipes que cuidaram do incidente responderam prontamente ao problema e forneceram clareza sobre o que aconteceu durante a instabilidade da rede. A equipe também tomou medidas para solucionar e mitigar que problema aconteça no futuro.

O futuro da Flow

A Flow ainda não delineou um roteiro de desenvolvimento (ou “roadmap”) definitivo. Porém, a plataforma segue a visão central do Dapper Labs para que a blockchain seja usada para experiências detalhadas e em grande escala de jogos cripto.

O Dapper Labs está iniciando esse processo pela integração de projetos adicionais e marcas populares enquanto visa migrar projetos existentes, como CryptoKitties, à Flow.

O ecossistema de mercados, serviços de pagamentos e DeFi, ferramentas de desenvolvimento, arte e comunidade e jogos e coleções do Dapper Labs (Imagem: Dapper Labs)

À medida que o desenvolvimento NFT na plataforma continua, a atividade de desenvolvedores também aumentou. Mais setores da indústria cripto estão sendo implementados à Flow, como IncrementFi, um mercado monetário descentralizado e mecanismo de liquidez que deseja criar um dos primeiros protocolos DeFi na Flow.

A Flow se consolidou como uma grande plataforma por conta do impressionante fluxo de parcerias tradicionais, qualidade de projetos sendo desenvolvidos e o desempenho da blockchain.

Segundo a equipe de projeto do Dapper Labs, a rede de testes da Flow possui mais de seis mil desenvolvedores criando e aprendendo ativamente a como implementar contratos autônomos usando Cadence.

NFTs e jogos cripto já demonstraram uma adesão considerável entre investidores tradicionais e a Flow continua fornecendo serviços para artistas e desenvolvedores para inovar no setor.

Recentemente, a Flow se comprometeu a apoiar desenvolvedores e usuários em sua rede ao anunciar o Flow Ecosystem Fund. O fundo arrecadou US$ 725 milhões para apoiar e acelerar o desenvolvimento de aplicações sendo desenvolvidas na Flow.

Além disso, à medida que o projeto diversifica sua plataforma com mais protocolos cripto nativos e empreendimentos Web 3, deve chamar ainda mais atenção e gerar mais adesão de desenvolvedores.

Apesar de a Flow enfrentar um ambiente árduo e competitivo antes de se tornar a blockchain de primeira camada mais eficiente e utilizada, parece pronta para se tornar uma grande adversária das outras redes.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Messari Hub.

VOCÊ PODE GOSTAR
HANDS, memecoin, mãos, rug pull,

Criador de memecoin disse que não tinha mãos, então não conseguiria “puxar o tapete” — ele mentiu

“NoHandsNoRug”, o criador da memecoin HANDS, disse que não aplicaria um rug pull. Adivinha o que aconteceu em seguida?
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Bitcoin é uma “forma de arte” e uma moeda de desconfiança, diz filósofo Yuval Noah Harari

O filósofo, no entanto, mostrou desconfiar se realmente o Bitcoin será o futuro do dinheiro como algumas pessoas defendem
Ilustração mostra mapa do Brasil com pontos ligados em blockchain

Banco Central, UFRJ, Polkadot e Ripple se unem para aprofundar pesquisas sobre interoperabilidade entre blockchains e DREX

A Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) antecipa…
Donald Trump é fotografado em comício nos EUA

Trump agora aceita doações em Bitcoin e cumpre promessa com relação às criptomoedas

Bitcoin, Ethereum, Dogecoin, Solana, Shuba Inu e XRP estão entre criptomoedas aceitas pela candidato Donald Trump