Imagem da matéria: O que é uma organização autônoma descentralizada (DAO)?
Foto: Shutterstock

Uma nova forma de organização está abalando os mundos de investimento, comercial e de indústrias criativas.

Essas organizações autônomas descentralizadas (DAO, na sigla em inglês) não têm uma sede principal, substituem hierarquias tradicionais com estruturas de gestão fiduciária, são governadas por holders de criptomoedas e são desenvolvidas sobre regras que são automaticamente executadas em uma blockchain.

Publicidade

Defensores de DAOs afirmam que irão alterar radicalmente a forma como empresas são operadas. Já estão trabalhando bastante; diversas DAOs já foram lançadas e criaram coisas bem legais.

O que é uma DAO?

Uma DAO é uma organização em que o controle é dividido entre participantes em vez de ser desenvolvido com base em uma hierarquia invertida.

A operação de uma DAO pode ser comparada com a de uma máquina, em que a tarefa instruída a ela é realizada por contratos inteligentes pré-determinados.

Em 2013, Vitalik Buterin, cofundador do Ethereum, desenvolveu a ideia de DAOs. No início, eram chamadas de corporações autônomas descentralizadas (DACs).

Como DAOs funcionam?

Uma comunidade pode adaptar uma DAO e programá-la de acordo com seus objetivos.

– 👩‍💻O código é escrito na forma de contratos inteligentes, que fornecem um tipo de mecanismo de governança.

– 🗳️Membros geralmente usam tokens de governança para votar em decisões feitas pela DAO, como a alocação de fundos.

– 📊No caso de muitas DAOs, o impacto do voto de um membro pode aumentar com base na quantia que contribuíram ao projeto.

Publicidade

– 💪O resultado pode ser baseado no grau de participação, bem como a preferência de voto.

Quais vantagens DAOs apresentam?

– 📖Transparência: votação, decisões de financiamento e outras ações podem ser vistas por qualquer pessoa.

– 🔥Mais poder: membros em todo o mundo podem contribuir, dando a DAOs menores barreiras de entrada do que empresas.

– 💵 Mais barato: o conceito está firmemente enraizado em DeFi e existem muitas ferramentas que podem ser usadas como Legos já que pouco precisa ser desenvolvido do zero.

– 👨‍👩‍👦‍👦Colaborativo: dar a todos uma voz junta conhecimento em massa para uma proposta e permite que especialistas invistam no ecossistema que estão desenvolvendo.

“Acreditamos que a DAO terá um papel principal conforme o mundo faz a migração para a Web 3.0, pavimentando o caminho para empresas completamente descentralizadas”, afirma Jademont Zheng, do Waterdrip Capital.

Publicidade

Quais são as desvantagens das DAOs?

– 🏢 Estrutura plana: por não ter uma figura de autoridade ou presidente de comando, DAOs têm operações mais lentas conforme decisões demoram mais para serem tomadas.

– 😡Divergências: quando a comunidade discorda muito, pode haver uma divisão da organização em duas.

– 👸🏽Sem alterações: em algumas DAOs, aqueles que têm mais tokens tomam as decisões, então a governança é bem semelhante a organizações tradicionais.

– ⚖️ Legalidade: existem muitos campos minados relacionados a projetos de token que podem ser considerados como valores mobiliários.

Existem DAOs de diversas formas e tamanhos

🏗️Projetos cripto: considerados como DAOs se forem gerenciados por governança descentralizada, onde holders de tokens podem votar na direção do projeto (como MakerDAO).

💸Concessão de fundos: uma DAO pode ser usada para premiar fundos de financiamento automaticamente baseados em critérios estabelecidos (como MolochDAO).

💰Investimentos: MolochDAO foi bifurcada muitas vezes para criar DAOs para fins lucrativos, que podem distribuir e transferir ações e outros ativos entre os membros, como MetaCartel Ventures.

Publicidade

🖼️Coleções: a febre dos tokens não fungíveis (NFT) fez DAOs de colecionadores, como PleasrDAO, florescerem.

Qual é a história da “The DAO”?

“The DAO” é o exemplo mais antigo de uma DAO. Foi criada por Slock.it e desenvolvida na rede Ethereum. Seu código era aberto, então qualquer um poderia contribuir.

The DAO foi criada para funcionar como uma plataforma de financiamento de capital de risco para projetos cripto.

Uma apresentação (“pitch”) pode ser feita e qualquer um com tokens da DAO pode votar em projetos para obter financiamento. No entanto, The DAO nunca conseguiu ser lançada.

The DAO arrecadou 12,7 milhões de ether, equivalentes a cerca de US$ 150 milhões na época.

Em 17 de junho de 2016, um hacker conseguiu se aproveitar de algumas linhas de código, permitindo a movimentação de 3,6 milhões de ETH (ou US$ 70 milhões).

Ainda assim, os fundos foram movimentados para uma “DAO-filha” e não podiam ser movimentados por 28 dias, dando à comunidade Ethereum tempo de consertar tudo.

Fizeram um hard fork na blockchain, agora conhecida como Ethereum, deixando a bifurcação antiga, a Ethereum Classic, para trás.

Durante essa divisão, reescreveram a blockchain para que o hack nesse estilo nunca mais acontecesse, ou seja, a blockchain não era mais imutável.

“[The DAO] gerou uma enorme conscientização sobre a plataforma […], demonstrando, de forma equivocada, a necessidade de uma estrutura descentralizada dessa natureza”, explicou Stephan Tual, fundador do Slock.it.

Publicidade

O desenvolvimento de DAOs continuou, mas nos bastidores. Projetos como Aragon, DAOstack, DAOHaus e Colony aprenderam grandes lições com a DAO original e, agora, desenvolvem e operam DAOs para alguns dos maiores protocolos de finanças descentralizadas (DeFi).

A febre de DeFi em 2020 gerou uma nova onda de interesse para DAOs que servem de alicerce para muitos projetos importantes.

O futuro das DAOs

DAOs passaram por um grande reavivamento de interesse nos últimos anos à medida que centenas de desenvolvedores trabalham em inovações técnicas, melhorias para mecanismos de governança e soluções de votação.

DAOs estão ativas em indústrias criativas, formando-se para criar marcas de moda, perfumes e comunidades de cineastas. Em muitos casos, essas DAOs criativas retêm um elemento da descentralização.

Por exemplo, enquanto a DAO de cinema Decentralized Pictures permite que holders de tokens votem em uma lista de projetos cinematográficos que receberão financiamento, a decisão final, em que o projeto recebe o dinheiro, será feita por um comitê de jurados.

Uma onda de “DAOs de investimento” também sugeriu, em que detentores de tokens votam em quais projetos devem investir.

Algumas, como Neptune DAO, visam fornecer financiamento convencional de capital de risco para projetos de Web3. Já outras são chamadas de “DAOs de colecionadores” que focam na aquisição de itens de alto valor, como NFTs em um leilão.

Talvez a DAO de colecionadores mais famosa seja PleasrDAO, originalmente formada para adquirir o trabalho da artista NFT pplpleasr.

Desde então, reuniu uma coleção de NFTs e objetos do mundo real por quantias multimilionárias, incluindo um NFT do meme Doge original, o primeiro NFT de Edward Snowden e a única cópia do álbum “Once Upon a Time in Shaolin” de Wu-Tang Clan.

Uma DAO de colecionadores foi criada em cima da hora para fazer um lance e adquirir uma cópia da Constituição dos EUA a leilão. ConstitutionDAO conseguiu arrecadar US$ 45 milhões, mas perdeu para Ken Griffin, CEO da Citadel.

O que aconteceu em seguida destacou um dos problemas da governança descentralizado: um projeto que foi formado com um objetivo específico em mente se encontrou em desvantagem sobre o que fazer quando falhou em atingir esse objetivo.

Em seguida, a DAO optou por ser encerrada e reembolsou contribuidores (apesar de muitos deles terem alocado quantias pequenas, as quais não compensavam pelo pagamento das taxas de gas). Foi uma prova de fogo para muitos contribuidores iniciantes de uma DAO.

DAOs também estão obtendo reconhecimento oficial: em abril de 2021, a legislação histórica de Wyoming reconheceu DAOs como uma nova forma de empresa e a primeira DAO foi aprovada meses depois. No entanto, nem tudo ocorreu às mil maravilhas.

Em novembro de 2021, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) suspendeu o registro de tokens para a primeira DAO legalmente reconhecida, alegando que apresentou “informações enganosas” a possíveis investidores.

Entusiastas acreditam que, em breve, DAOs serão mais sofisticadas. Tendências incluem anonimidade, descentralização progressiva e melhores incentivos para participação.

DAOs futuras podem implementar mercados de previsão e começar votos e atuar como delegadores em outras DAOs.

O próprio Decrypt se tornou um membro fundador da PubDAO, uma plataforma descentralizada de notícias cripto que visa ser o primeiro passo em direção a um ecossistema de publicações colaborativo e descentralizado.

DAOs vão começar a mudar a forma como empresas operam e arrecadam dinheiro? Em breve, você também poderá ser um membro de uma DAO, votando no caminho certo para que sua empresa avance, sem ter um chefe te dizendo o que fazer.

* Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: "Ethereum e Cardano são ambulâncias, Solana é um carro de Fórmula 1", diz diretor do Superteam Solana Brasil

“Ethereum e Cardano são ambulâncias, Solana é um carro de Fórmula 1”, diz diretor do Superteam Solana Brasil

Em entrevista ao Portal do Bitcoin, Estevão Rizzo, diretor da Superteam Solana no Brasil, afirma que foco da Solana é “business”
Imagem da matéria: Solana lança atualização para aliviar problema de congestionamento da rede

Solana lança atualização para aliviar problema de congestionamento da rede

“Esta versão contém melhorias que ajudarão a aliviar o congestionamento contínuo na Rede Solana”, afirmou a conta de atualização do projeto
bonk memecoin solana

Memecoins disparam de preço enquanto Bitcoin permanece estável

O Bitcoin foi a maior notícia do fim de semana, mas o entusiasmo em torno do halving não alimentou um aumento nos preços — pelo menos ainda não
Imagem da matéria: Como a Binance entrou em pé de guerra com o governo da Nigéria

Como a Binance entrou em pé de guerra com o governo da Nigéria

Nigéria acusa a Binance de facilitar corrupção e outros crimes e já até prendeu executivos da exchange no país