Imagem da matéria: A semana no mundo cripto: 'matadores do Ethereum' em queda, FMI de olho na LUNA, Portugal e a rejeição do imposto do bitcoin
(Foto: Shutterstock)

Esta semana, o bitcoin (BTC) não sofreu grandes quedas (0,87%), diferente do ether (ETH), que despencou 9% e está precificado em US$ 1,7 mil.

Diversos “Ethereum killers” — ou blockchains de primeira camada que operam contratos autônomos e desafiam a “majestade” de uma das maiores redes do mundo — foram os mais impactados: cardano (ADA) caiu 12% para US$ 0,46; avalanche (AVAX) despencou 19% para US$ 23; algorand (ALGO) caiu 14% para US$ 0,36; near (NEAR) despencou 17% para US$ 4,87; e solana (SOL) caiu 15% para US$ 42.

Publicidade

Cosmos (ATOM), que é estruturalmente diferente do Ethereum, pois é uma rede composta de muitas blockchains menores, mas que também oferece contratos autônomos de alta funcionalidade, também caiu 12% e está sendo negociado a US$ 9,55.

Outras grandes perdas dentre as 40 principais criptomoedas desta semana incluem flow (FLOW), que caiu 13% para US$ 2,39; apecoin (APE), 19% para US$ 6,31; decentraland (MANA), 12% para US$ 0,95; internet computer (ICP), 10% para US$ 7,11; e elrond (EGLD), 25% para US$ 68,88.

Notícias da semana

Na segunda-feira (23), o questionário anual do Federal Reserve dos EUA sobre o bem-estar econômico dos americanos registrou que cidadãos sem acesso bancário estão recorrendo mais às criptomoedas do que antes. Descobertas mostram que cerca de 12% dos 11 mil americanos que participaram da pesquisa tinham ou usaram cripto em 2021.

Aproximadamente 13% dos americanos que usaram cripto no ano passado não tinham conta bancária, em comparação aos 6% que não tinham conta bancária nem usaram criptomoedas. Cerca de 27% dos usuários americanos de cripto não tinham um cartão de crédito, que é uma porcentagem maior do que a média nacional de 17% de cidadãos que não possuem nem cartão nem cripto.

Publicidade

eBay, a gigante do e-commerce, anunciou sua primeira iniciativa com tokens não fungíveis (ou NFTs, na sigla em inglês), com colecionáveis digitais de hóquei inspirados no jogador Wayne Gretzky. Os NFTs estão no Polygon, sidechain (blockchain paralela) do Ethereum, e foram emitidos em parceria com a revista Sports Illustrated e a plataforma NFT OneOf.

Já Madison Cawthorn, deputado da Carolina do Norte, está sendo investigado pelo Comitê de Ética da Câmara dos EUA por um suposto envolvimento em um esquema de “pump and dump” por meio do breve sucesso da infame moeda “Let’s Go Brandon”.

Em uma declaração divulgada na segunda-feira, o comitê afirmou que Cawthorn “pode ter promovido inadequadamente uma criptomoeda, na qual ele tinha um interesse financeiro não revelado, e se envolvido em um relacionamento impróprio com uma pessoa pertencente à sua equipe do congresso”.

Na reunião anual do Fórum Econômico Mundial em Davos, Kristalina Georgieva, diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (ou FMI), implorou aos presentes que “não desconsiderem a importância desse mundo [cripto]”, acrescentando: “Oferece a todos nós um serviço mais rápido, custos bem mais baixos e mais inclusão, mas apenas se separarmos maçãs de laranjas e bananas”.

Publicidade

Georgieva destacou o colapso recente da Terra como uma dura lição a ser aprendida, destacado o fato que, diferente das stablecoins da Tether e da Circle, a UST não era lastreada em nenhum ativo fiduciário: “Quando não for pareada a ativos, mas prometer retornos de 20%, é uma pirâmide. O que acontece com pirâmides? Uma hora, desmoronam”.

Na terça-feira (24), o Banco Central Europeu (ou BCE) publicou um relatório, intitulado “Decrypting financial stability risks in crypto-asset markets” — ou “Decodificando os riscos à estabilidade financeira nos mercados de criptoativos”, em tradução livre. O relatório alerta que criptomoedas podem apresentar uma ameaça à estabilidade financeira se não forem regulamentadas.

O relatório também comparou as atuais condições de mercado ao mercado de hipotecas subprime responsável por derrubar a economia global em 2008: “Apesar das quedas recentes, [criptomoedas] continuam com um tamanho similar, por exemplo, aos mercados de hipotecas subprime securitizadas, que resultaram na crise financeira global entre 2007 e 2008”.

A crescente popularidade das criptomoedas também pode ser uma catálise para o desastre, alerta o relatório. Se muitas instituições as adotarem como uma forma de pagamento, essa integração iria “aumentar o potencial de propagação à ampla economia”.

No mesmo dia, Sam Bankman-Fried, CEO da corretora FTX, revelou que poderia doar até US$ 1 bilhão para ajudar a influenciar a campanha eleitoral presidencial de 2024 nos EUA.

Publicidade

“Eu diria que acima de US$ 100 milhões”, afirmou. “Em relação a quanto mais disso, eu não sei. Realmente depende do que acontecer. Depende de quem está concorrendo onde e para o quê; essas coisas são supercontingentes.”

Ele afirmou que, se o ex-presidente Donald Trump concorrer novamente à presidente, ele poderia estar preparado para doar até US$ 1 bilhão como um “preço máximo”, que seria mais do que o quádruplo da maior doação individual (US$ 218 milhões) feita por Sheldon e Miriam Adelson durante a campanha de 2020.

Bankman-Fried, 30, estava entre os 20 maiores doadores à campanha de Joe Biden em 2020, tendo contribuído US$ 5,2 milhões para ajudar Biden a obter uma vantagem em relação a Trump.

Na Europa, o parlamento de Portugal votou contra uma proposta de cobrar imposto sobre criptomoedas. Os partidos Bloco de Esquerda pediram que o governo considerasse a cobrança de ganhos sobre criptomoedas que excedessem € 5 mil (ou US$ 5,3 mil), mas a ideia foi rejeitada durante a sessão orçamentária de quarta-feira (25).

Portugal é considerado como um porto seguro paraas criptomoedas, pois transações cripto são isentas de imposto desde 2016. Mas isso pode estar chegando ao fim, pois o ministro das Finanças Fernando Medina anunciou que, em breve, ativos digitais poderão estar sujeitos a impostos sobre ganho de capital.

Na quinta-feira (26), a Tether anunciou sua chegada ao mercado mexicano com um peso digital. A stablecoin pareada ao peso estará disponível nas redes Ethereum, Tron e Polygon.

Publicidade

Na sexta-feira (27), Elon Musk, CEO da Tesla e da Space X, tuitou que, em breve, a Space X irá aceitar dogecoin (DOGE) como pagamento por seus produtos. O anúncio fez o token disparar.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Entenda os planos do governo para mudar a tributação de criptomoedas no Brasil

Entenda os planos do governo para mudar a tributação de criptomoedas no Brasil

Caso a lei seja aprovada, os ganhos com criptomoedas serão tributados por meio do sistema de alíquota de renda variável
Mulher olhando celular com logotipo do paypal

PayPal libera uso de stablecoins para pagamentos internacionais

Empresa explicou que clientes podem converter o PayPal USD (PYUSD) em dólares e enviar dinheiro para 160 países
Imagem da matéria: Berachain: a mais recente rival de Ethereum e Solana que arrecadou muito dinheiro

Berachain: a mais recente rival de Ethereum e Solana que arrecadou muito dinheiro

Fundada por desenvolvedores com nomes com temas de urso, Berachain é construída no Cosmos SDK e pretende ser a próxima grande cadeia de camada 1
Imagem da matéria: Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos cripto brasileiros ficam pela segunda semana consecutiva atrás apenas dos EUA em captação