Imagem da matéria: O que é Decentraland e por que o jogo se tornou o centro do metaverso?
Jogo Descentraland. (Foto: Reprodução)

Seja Minecraft, Animal Crossing ou No Man’s Sky, parece que o mundo externo e real não é mais suficiente para algumas pessoas.

Um jogo que chega para somar nessa longa lista de ambientes virtuais é Decentraland, um mundo em 3D desenvolvido em blockchain e governado por uma organização autônoma descentralizada (DAO, na sigla em inglês).

Publicidade

O jogo permite a exploração e desenvolvimento, assim como no Minecraft, e socialização, como no Second Life. Mas Decentraland não é como outros mundos virtuais, pois usuários o controlam. Pelo menos, alguns deles o controlam.

O jogo Decentraland é dividido em 90 mil unidades de LAND em forma de token não fungível (NFT), os quais já foram adquiridos em um leilão — apesar de existir um mercado onde pessoas podem comprar e vender.

Usando MANA, a criptomoeda do Decentraland, você pode comprar itens do jogo, LAND ou um nome de usuário mais criativo, se você preferir não ficar conhecido como Convidado-7b1b3c.

Começando a explorar o Decentraland

Você não precisa gastar nada ou baixar algo para começar a explorar o Decentraland.

A plataforma tem uma versão para navegador (apesar de ainda não funcionar em dispositivos móveis), então você pode estar no meio da Praça Gemini como um usuário convidado em pouquíssimos minutos.

Publicidade

Para visitar o mundo virtual, vá até o site, clique na caixinha para confirmar que você é maior de idade, concorde com os Termos & Condições e clique em “começar a explorar”.

Decentraland
Entrando no mundo do Decentraland (Imagem: Decentraland)

Quando você chegar ao mundo virtual, um pequeno robô voador explica os aspectos básicos, mas qualquer pessoa que já interagiu com um jogo de tiro em primeira pessoa terá familiaridade com os controles básicos: as teclas W, A, S e D de seu teclado controlam os movimentos laterais, o mouse move seus olhos e a barra de espaço permite que você pule.

Também é possível mudar entre a perspectiva de primeira e terceira pessoa ao pressionar a tecla V.

Ferramenta de criação de personagens do Decentraland
Ferramenta de criação de personagens do Decentraland (Imagem: Decentraland)

É claro que se você quiser obter vantagem do ponto exclusivo de venda do mundo digital (a governança digital), você precisará comprar MANA. A forma mais fácil de obtê-la é comprando-a diretamente em uma corretora, como Coinbase, Gemini ou Binance. No Brasil, o Mercado Bitcoin também oferece o ativo.

Você também vai precisar criar uma carteira MetaMask para armazenar seu MANA, permitindo que você compre e venda itens no mercado do jogo.

Publicidade

LAND é seu “terreno”

A governança digital não é obtida gratuitamente. Com £ 5, é possível comprar 1,68810657 MANA.

No Marketplace oficial do jogo, isso é suficiente para comprar olhos esquisitos ou uma boca assustadora para seu avatar (customizado usando um sistema de menu limitado, mas bem característico de um jogo), mas são necessários mais 90 tokens para adquirir um chique chapéu de guarda-chuva.

Marketplace oficial (Imagem: Decentraland)
Marketplace oficial (Imagem: Decentraland)

Os lotes estão disponíveis a partir de 3.650 MANA, apesar de você poder fazer uma oferta menor se você for bom em negociação. Propriedades, que consistem de dois ou mais terrenos de LAND e permitem que você construa ainda mais, começam a cerca de 8.200 MANA.

Assim como no mundo real, o valor de cada lote depende de quão grande e onde ele está posicionado no mundo, mas donos podem fazer o que quiserem com o terreno quando o comprarem.

Decentraland tem sua própria ferramenta de construção com uma seleção de Asset Packs (piratas, ficção científica, fantasia etc.) que as pessoas podem usar para construir coisas em seus terrenos.

É bem simples de usar e existe uma variedade decente de itens 3D pré-montados à sua escolha, mas você também pode adquirir uma seleção de ambientes criados por usuários para impulsionar sua criação. O elemento de construção é quase um jogo por si só.

Publicidade
Decentraland
Decentraland Marketplace (Imagem: Decentraland)

Isso provavelmente explica por que grande parte do mundo parece tão similar, apesar de haver prédios, estruturas e monumentos que se destacam.

Aqueles que têm as habilidades necessárias podem importar seu próprio conteúdo 3D e desenvolver fora dos limites das ferramentas próprias do Decentraland, mas aqueles que não tiverem também podem comprar criações mais sofisticadas de plataformas externas, como MetaZone.

Espaço a ser preenchido

Decentraland é grande, mas parece um parque de diversões muito grande do que um mundo inteiro, provavelmente por conta da falta de variação no terreno (é quase liso).

Você está livre para explorar o ambiente. Existe um mapa fácil de ser lido e um sistema de teletransporte que permite que você viaje rapidamente de um lugar para outro.

Pode demorar um pouco para carregar ou dar erro antes de você chegar até o destino, o que não é uma qualidade ideal para qualquer tipo de transporte.

Decentraland
Explorando o Decentraland (Imagem: Decentraland)

Mesmo com a distância de desenho configurada no máximo, Decentraland possui várias notificações pop-up, o que dificulta a exploração orgânica.

Publicidade

Prédios não aparecem até você estar bem próximo, então não existe a chance de ver algo interessante a uma longa distância, decidir ir até lá para descobrir o que é e ficar distraído por outros monumentos pelo caminho, assim como acontece em outros jogos de exploração.

Mas Decentraland está se expandindo.

Um esquelo de um dinossauro em tamanho real no Decentraland
Um esquelo de um dinossauro em tamanho real no Decentraland (Imagem: Decentraland)

Quem criou o Decentraland?

Decentraland foi fundado por Esteban Ordano e é registrado como Metaverse Holdings Ltd com sede em Pequim, na China.

Ordano era um engenheiro de software na BitPay e é creditado por ter cocriado uma grande biblioteca de infraestrutura de Bitcoin, a Bitcore.

Ele também trabalhou na Copay e liderou a equipe que criou o aplicativo Streamium. Junto com outros membros da equipe Decentraland, Ordano cofundou um hackerspace com foco em blockchain chamado Voltaire, na Argentina.

“Com Decentraland, estamos criando um ecossistema que combina muitas das soluções sendo implementadas em criptomoedas com a iminente adesão em massa de sistemas de realidade virtual (VR). O resultado é um metaverso, um mundo social em 3D com uma rede econômica nativa”, afirmou Ordano.

Uma galeria de arte no Decentraland (Imagem: Decentraland)

O futuro do Decentraland

Decentraland ainda está sob desenvolvimento. Teve progresso em diversas etapas, intituladas “Idade da Pedra” e “Idade do Bronze”, com muito mais desenvolvimentos previstos.

Em cada uma dessas etapas, novos recursos são acrescentados, como a capacidade de criar aplicativos, interagir em um chat e mais.

O objetivo para o futuro é que Decentraland tenha sua própria economia, onde pessoas podem alugar terrenos para outras, colocar outdoors de publicidade para produtos e serviços e criar pontos de encontro internos para que jogadores passem o tempo.

A grande promessa do Decentraland é que a blockchain pode ser divertida e interativa, assim como jogos tradicionais, mas também ajudam pessoas a obterem acesso à governança de propriedades de formas que apenas a blockchain permite.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Talvez você queira ler
Imagem da matéria: Projeto DeFi fará airdrop de 100 milhões de tokens para carteiras Solana; veja se você está na lista

Projeto DeFi fará airdrop de 100 milhões de tokens para carteiras Solana; veja se você está na lista

A plataforma de staking líquido Jito fornecerá 100 milhões de tokens à sua comunidade para criar uma governança coletiva
Imagem da matéria: OKX inicia operação no Brasil com promessa de seguir regras locais

OKX inicia operação no Brasil com promessa de seguir regras locais

Em conversa com o Portal do Bitcoin, o líder da OKX no Brasil disse que a estratégia da operação será combinar os serviços das corretoras nacionais com o leque de produtos das gigantes globais
Imagem da matéria: Relator da CPI das Pirâmides vai pedir acesso a investigação que condenou a Binance nos EUA

Relator da CPI das Pirâmides vai pedir acesso a investigação que condenou a Binance nos EUA

Deputado Ricardo Silva afirma que irá buscar as ferramentas diplomáticas para ter acesso a investigação do DoJ contra a corretora
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) supera US$ 41 mil e atinge maior cotação desde colapso do Terra

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) supera US$ 41 mil e atinge maior cotação desde colapso do Terra

Mercado de criptomoedas vai na contramão dos índices futuros dos EUA, em um rali puxado pela expectativa de maior demanda por ativos digitais