Moedas de bitcoin saindo de carteira marron, tradicional de dinheiro
Shutterstock

Pessoas que negociam criptomoedas são duas vezes mais propensas a serem desbancarizadas do que pessoas que não utilizam os tokens digitai, segundo uma nova pesquisa divulgada na segunda-feira (23) pelo Federal Reserve, o Banco Central dos EUA.

O Fed descobriu que 13% dos americanos que usam criptomoedas como pagamentos não têm contas bancárias, frente aos 6% dentre as pessoas que não usam criptomoedas de forma alguma.

Publicidade

Enquanto isso, 27% das pessoas que usam criptomoedas como pagamento afirmam que não têm cartão de crédito, contra 17% das pessoas que não possuem ou não usam criptomoedas.

Foi a primeira vez que a reguladora americana apresentou uma pergunta sobre criptomoedas a seu painel de pesquisa de 11 mil respondentes entre outubro e novembro. O Fed realiza esse questionário anual para medir o bem-estar financeiro dos americanos desde 2013.

No geral, a pesquisa do Fed estima que 12% dos americanos armazenavam ou usavam ativos, como bitcoin (BTC) e ether (ETH), em 2021.

Parcela de pessoas sem conta bancária, cartão de crédito ou poupanças de aposentadoria (por uso de criptomoedas) (Imagem: Fed)

A nova pesquisa descobriu que pessoas que usam cripto para pagamentos também são menos prováveis de montar poupanças de aposentadoria. Mas a taxa de poupança de aposentadoria era quase a mesma entre pessoas que não usam cripto (27%) e as pessoas que usam criptomoedas puramente como investimento (29%).

Publicidade

Também destacou que pessoas que usam cripto como investimentos tendem a ter melhor condição econômica.

“Aquelas que armazenam criptomoedas meramente por fins de investimento tinham uma alta renda desproporcional, quase sempre tinham uma relação bancária tradicional e geralmente tinham outras poupanças de aposentadoria”, afirmou o Fed.

A pesquisa descobriu que 46% dos investidores em cripto tinham renda anual de pelo menos US$ 100 mil. Pessoas com uma renda anual inferior a US$ 50 mil compunham apenas 29% dos investidores cripto.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

Manhã Cripto: ETFs de Bitcoin voltam a captar mais US$ 100 mi por dia nos EUA; Ex-diretor da FTX pede 18 meses de prisão

Mercado também começa a se preparar para veredito final da SEC sobre os ETFs de Ethereum à vista
Imagem da matéria: Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Volume importado de criptomoedas mais que dobrou em abril em comparação com o mesmo período de 2023
Joe Biden posa para foto

Biden expulsa mineradora cripto chinesa de área próxima a base militar: “Risco de espionagem”

O governo afirma que a MineOne possui equipamentos especializados de origem estrangeira potencialmente capazes de facilitar atividades de vigilância e espionagem
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais