Imagem da matéria: Ripple vai começar a vender Bitcoin e Ethereum em meio a incertezas com XRP
Foto: Shutterstock

A Ripple está se expandindo. A empresa com sede em São Francisco (EUA) cuja estratégia comercial sempre foi focada em torno da criptomoeda XRP, anunciou, nesta terça-feira (9), que também irá oferecer a seus clientes alguns outros tokens.

O novo serviço, chamado de Ripple Liquidity Hub, será lançado no ano que vem e permitirá que clientes comprem e vendam Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), XRP, Litecoin (LTC), Bitcoin Cash (BCH) e Ethereum Classic (ETC).

Publicidade

O hub será conectado à existente plataforma “On Demand Liquidity” ou ODL (“Liquidez sob Demanda”) da Ripple, que permite que bancos, formadores de mercado e outras instituições financeiras realizem pagamentos internacionais usando XRP se preferirem.

A Ripple afirma que o serviço de máquina de venda automática CoinMe, que permite a conversão de dinheiro fiduciário para cripto, também estará presente no novo serviço.

Em entrevista ao Decrypt, o executivo Asheesh Birla afirma que a oferta do novo serviço é uma resposta ao pedido dos clientes que querem que a Ripple forneça acesso a outras criptomoedas.

Ripple entra no meio DeFi

A Ripple também anunciou que planeja oferecer serviços de staking e investimento, bem como outros produtos associados ao crescente mundo das Finanças Descentralizadas (DeFi).

Publicidade

“Após [clientes] comprarem e armazenarem Ethereum, é lógico que eles querem a próxima geração de serviços”, afirmou Birla, acrescentando que ofertas futuras também podem incluir tokens não fungíveis (NFTs).

A empresa planeja permitir que seus clientes comprem e vendam bitcoin e outros ativos ao permitir que verifiquem uma variedade de corretoras, mesas de negociação em mercado de balcão (OTC) e outros vendedores de cripto — um processo que Birla diz ser parecido com o que oferece sites de comparação de preços, como Kayak ou Google Flights.

O plano da Ripple pode ser bem benéfico em um momento em que instituições e grandes investidores de todos os tipos estão recorrendo às criptomoedas.

A empresa desenvolveu relações com bancos e formadores do mercado ao redor do mundo, em que cada um deles possui sua própria rede de clientes — fazendo com que a Ripple se beneficie de inúmeras grandes transações.

Publicidade

Em um primeiro momento, a companhia irá firmar parcerias com diversas custodiantes externas que irão armazenar cripto para seus clientes. Porém, Birla afirma que ao longo do tempo, a empresa poderá desenvolver seu próprio serviço de custódia, o que também poderá gerar outra fonte de receita.

Incertezas com XRP

Atualmente, quase toda a receita da Ripple é gerada pela venda de XRP. Tudo isso está acontecendo em meio à incerteza sobre o negócio principal com XRP da Ripple, que fez a empresa gerar bilhões em receita mas que ainda sofre com controvérsias, incluindo um grande processo judicial em que enfrenta a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC).

Em 2012, os cofundadores da Ripple emitiram 100 bilhões de tokens XRP e transferiram grande parte para a empresa. Em seguida, alocou os ativos em um depósito para que eles sejam vendidos em intervalos definidos.

A Ripple realizou várias tentativas para mostrar que XRP possui utilidade além da especulação antes de estabelecer uma estratégia que envolvia promover o token como uma “moeda que serve como ponte” para facilitar transferências monetárias internacionais.

Essa estratégia ajudou a Ripple a estabelecer grandes parcerias com Western Union e MoneyGram. Com o tempo, no entanto, essas empresas acabaram se afastando do XRP.

Publicidade

Mesmo assim, a Ripple parece ter tido progresso nos últimos meses em mercados no exterior, assinando acordos em locais como Arábia Saudita e Japão.

Nesta terça-feira, a empresa afirmou que o terceiro trimestre deste ano foi o melhor até agora e que seu produto ODL agora está sendo usado em mais de 20 mercados.

Enquanto isso, o preço do XRP falha em corresponder aos ganhos espetaculares dos tokens Ethereum e Solana (SOL), mesmo subindo mais de 400% no último ano — um pouco mais que o Bitcoin.

Nesta terça-feira, XRP está sendo negociado a US$ 1,26 e está classificado em sétimo lugar no ranking das maiores criptomoedas, com uma capitalização de mercado de mais de US$ 60 bilhões.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Pessoa olha para scanner da Worldcoin

Worldcoin (WLD) sobe 40% após estender bloqueio de tokens por mais 2 anos

Parte dos tokens foi bloqueada para permitir que o protocolo amadurecesse, explicou a empresa
jogo hamster kombat em tela de celular

Hamster Kombat: Veja o Daily Combo e Cipher Code desta sexta (19)

Procurando o combo diário e o código cifrado de sexta-feira, 19 de julho? Aqui está o que você precisa para ganhar moedas no jogo Hamster Kombat do Telegram
Imagem da matéria: WazirX, uma das maiores exchanges da Índia, perde R$ 1,2 bilhão em ataque hacker

WazirX, uma das maiores exchanges da Índia, perde R$ 1,2 bilhão em ataque hacker

A exchange cripto indiana WazirX suspendeu os saques de criptomoedas depois da invasão
Imagem da matéria: “O próximo passo é fazer com que tudo seja tokenizado”, diz presidente do Banco Central

“O próximo passo é fazer com que tudo seja tokenizado”, diz presidente do Banco Central

Campos Neto ressaltou que as Digital Ledgers são boas para transparência e velocidade, mas têm um problema de privacidade