Tela de celular do Telegram
Shutterstock

No palco do Token 2049 em Dubai nesta sexta-feira (19), os CEOs da Tether e do Telegram anunciaram conjuntamente que o USDT — a maior stablecoin do mundo — será lançado na The Open Network (TON) e na wallet do Telegram, em uma tentativa de expandir as criptos no aplicativo de mensagem e acelerar o crescimento da blockchain TON.

“O lançamento do USDT na TON permitirá a transferência global contínua de valor em uma experiência simples que pode se igualar até mesmo ao sistema financeiro tradicional”, disse o CEO da Tether, Paolo Ardoino. “Isso promove nossa missão de capacitar a infraestrutura financeira aberta em todo o espaço blockchain.”

Publicidade

Acerca do Telegram, o aplicativo de mensagens com foco na privacidade possui atualmente mais de 900 milhões de usuários ativos mensais, segundo a empresa.

Nos últimos meses, a empresa adotou a TON — uma blockchain desenvolvida pela primeira vez pelo Telegram antes de ser continuado de forma independente — integrando a Toncoin, o token nativo da TON, nos programas de compra de anúncios e compartilhamento de receitas do Telegram.

Agora, diz a liderança da TON, a rede blockchain será capaz de se expandir muito mais rapidamente, com o apoio de um dos ativos mais robustos do mercado cripto.

“Realmente prevemos que isso será um catalisador para que pessoas não expostas a criptomoedas entrem no mercado pela primeira vez e para que os miniaplicativos Telegram realmente proliferem”, disse ao Decrypt o diretor de investimentos da Fundação TON Justin Hyun. “Estamos prontos para ir para a batalha e dizer: ‘Venha e construa no TON’, agora que tem a Tether”.

Publicidade

Como o valor do USDT está atrelado ao dólar americano, os usuários menos experientes com a volatilidade das criptomoedas como o Toncoin agora poderão concluir transações na rede sem se preocupar se o valor dos fundos mudará ao longo de semanas ou meses, comenta Hyun.

A carteira cripto do Telegram, lançada em setembro do ano passado após anos de dores de cabeça com questões legais, permite que os usuários do aplicativo gerenciem ativos digitais baseados em TON com opções de custódia e autocustódia — enquanto permanecem no app.

Nos últimos meses, o valor do Toncoin mais do que triplicou, graças às notícias de integrações do token do Telegram e ao sucesso inicial da Notcoin, um jogo baseado no Telegram que permite aos jogadores acumular moeda.

Vale lembrar que a Notcoin está pronta para lançar seu tão aguardado airdrop até o final do mês.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Epik Duck: Conheça o projeto que foi de piada a memecoin de US$ 25 milhões

Epik Duck: Conheça o projeto que foi de piada a memecoin de US$ 25 milhões

Memecoins como a EPIK estão se tornando cada vez mais populares no universo das criptomoedas. Isso é bom ou ruim?
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
Bob Burnquist

Bob Burnquist e sua cruzada para empoderar os artistas por meio da Web3

O skatista é membro ativo de duas DAOs e participou do Ethereum Rio para falar sobre como as comunidades estão se tornando um novo meio de conexão para os artistas
Donald Trump é fotografado em comício nos EUA

Trump agora aceita doações em Bitcoin e cumpre promessa com relação às criptomoedas

Bitcoin, Ethereum, Dogecoin, Solana, Shuba Inu e XRP estão entre criptomoedas aceitas pela candidato Donald Trump