Imagem da matéria: Projeto cripto do criador do ChatGPT lança carteira para Worldcoin
Foto: Shutterstock

Uma reportagem do CoinDesk na segunda-feira (8) direcionou novamente os holofotes para a Worldcoin, projeto cripto do criador do ChatGPT, com o anúncio de lançamento de uma carteira de criptomoedas chamada World App, rodando na blockchain da Polygon (MATIC).

A carteira cripto é descrita como uma versão minimalista de tantas outras carteiras conhecidas, como a Metamask e, entre as funções já conhecidas de armazenamento, compra e venda de criptoativos, ela também deverá exercer funções de identificação por meio de escaneamento de retina mediante outro projeto relacionado chamado: World ID.

Publicidade

Sam Altman, co-fundador da Open AI, empresa por trás do ChatGPT, também é o co-fundador da Tools for Humanity, empresa por trás da Worldcoin, World App e World ID.

Quando comparada com outras carteiras: “Você provavelmente encontraria ainda menos recursos no World App, na verdade, do que em algumas delas – e isso é proposital”, disse Tiago Sada, Chefe de Produto da Tools for Humanity, para o CoinDesk.

Críticas ao projeto do criador do Chat GPT

Segundo a reportagem, um dos objetivos maiores por trás do projeto é facilitar a identificação de pessoas em um sistema batizado de “Prova de Pessoalidade” (Proof of Personhood, no inglês). No entanto, a iniciativa de escaneamento de retina (World ID) foi duramente criticada pelo centro de Revisões Tecnológicas da MIT.

As funcionalidades de identificação, conforme explica o CoinDesk, seriam imprescindíveis para outro objetivo da startup: criar uma Renda Básica Universal (UBI, na sigla em inglês), através da distribuição de um token (Worldcoin) em igual quantidade para todas as pessoas do mundo.

Publicidade

A distribuição, então, se daria com a autenticação pessoal através do World ID no aplicativo oficial do projeto, a World App — que também funciona como carteira para armazenamento e transações financeiras, além de, na visão de seu criador, um sistema de log in e acesso para outros serviços, como redes sociais e até mesmo possivelmente substituindo o passaporte.

Sam Altman afirma que o projeto já vem sendo restado em rede Beta há meses. Com 1,5 milhão de pessoas registradas, dos quais 500 mil usam o aplicativo mensalmente.

“Em um dia típico, o app vê cerca de 60.000 transações e 25.000 verificações de identidade global de mais de 100.000 pessoas em todo o mundo.” — afirma a Tools for Humanity em comunicado à imprensa.

VOCÊ PODE GOSTAR
hamster kombat jogo telegram

Hackers tentam roubar criptomoedas de jogadores do Hamster Kombat

Os golpistas têm anunciado falsos airdrops e pré-venda do token que ainda não existe
Celular com logotipo da BInance

Binance lista novos pares para Ethereum, Pepe, BNB e Solana

A corretora também vai incluir os novos pares em seu serviço de robôs de negociação
Vitalik Buterin

Criador do Ethereum pede que eleitores não apoiem políticos só porque eles se dizem pró-cripto

Em meio à crescente adesão de Trump às criptomoedas, a publicação de Vitalik Buterin provocou reações mistas na comunidade cripto
Donald Trump é fotografado em comício nos EUA

Manhã Cripto: Bitcoin salta 4,4% após atentado fracassado reforçar candidatura de Trump

Investidores de criptomoedas antecipam condições regulatórias mais favoráveis se Trump vencer a eleição