Imagem da matéria: Manhã Cripto: ETFs de Bitcoin e Ether estreiam em Hong Kong; Setor aguarda sentença de ex-CEO da Binance
Foto: Shutterstock

As maiores criptomoedas enfrentam uma terça-feira (30) de correção de preços em meio ao morno lançamento de fundos de índice de Bitcoin e Ethereum à vista em Hong Kong. Na renda variável, o S&P 500 pode fechar o mês com perdas diante da percepção de que o banco central americano, que se reúne amanhã (1), vai manter a política de juros elevados.

Também perto da primeira queda mensal desde agosto, o Bitcoin recua 1,6% em 24 horas, para US$ 61.621,42, segundo dados do Coingecko.   

Publicidade

Em reais, o BTC cai 1%, negociado a R$ 318.332,33, de acordo com o Índice do Preço do Bitcoin (IPB). 

Mesmo com um desempenho negativo no primeiro trimestre, a empresa de software de análise MicroStrategy, maior investidora corporativa de BTC, comprou mais bitcoins e agora suas reservas somam US$ 13,5 bilhões.

Ethereum (ETH) perde 4,4% em 24 horas, cotado a US$ 3.047,60, com um cenário de desafios regulatórios à frente. Em novos detalhes de seu processo contra a SEC, a CVM dos EUA, a Consensys alertou que a agência considera a segunda maior criptomoeda valor mobiliário desde 2023.

As principais altcoins operam em baixa ou com pouca variação, entre elas BNB (-1,2%), Solana (-4,3%), XRP (-0,9%), Toncoin (-0,4%), Dogecoin (-2,4%), Cardano (-2,9%), Bitcoin Cash (-1,7%), Shiba Inu (-0,8%), Polkadot (-2,2%), Chainlink (-3%) e Polygon (-4,5%).

Avalanche mostra estabilidade (+0,3%) apesar da parceria fechada com a gigante de pagamentos Stripe, enquanto TRON avança 1% em 24 horas.

Estreia de ETFs de Bitcoin e Ethereum à vista em Hong Kong

Os seis novos ETFs de Bitcoin e Ethereum à vista que estrearam nesta terça-feira (30) em Hong Kong registraram cerca de HK$ 87,5 milhões (US$ 11,2 milhões) em volume de negociação, um número bem inferior aos US$ 4,6 bilhões do primeiro dia de negociação de fundos com exposição direta ao BTC nos EUA em janeiro, mostram dados do The Block.

Publicidade

A China Asset Management informou que seu ETF de Bitcoin à vista tinha US$ 121,7 milhões em ativos sob gestão no final do primeiro dia de negociação, enquanto seu ETF de Ethereum spot ficou com US$ 20,4 milhões.

Os seis ETFs de BTC e ETH à vista que estrearam nesta terça em Hong Kong foram emitidos pela China Asset Management, Harvest Global, Bosera e HashKey.

Justin d’Anethan, chefe de desenvolvimento de negócios para Ásia-Pacífico da formadora de mercado cripto Keyrock, disse ao The Block que, embora o volume em Hong Kong “não seja nem de longe comparável ao do lançamento de ETFs de BTC à vista nos EUA, está acontecendo em uma dinâmica de mercado muito diferente”. Por isso, em sua opinião, a estreia desses fundos foi um “sucesso”.

Sentença do ex-CEO da Binance

Acontece nesta terça-feira (30) a audiência que definirá a sentença do ex-CEO da Binance, Changpeng “CZ” Zhao, que se declarou culpado de violar a Lei de Sigilo Bancário dos EUA no fim do ano passado.

Publicidade

Em seu acordo com o Departamento de Justiça dos EUA, CZ recebeu o direito de recorrer de qualquer sentença acima de 18 meses. Ainda assim, na semana passada, promotores pediram três anos de prisão para o cofundador da maior exchange de criptomoedas do mundo.

Os advogados do ex-CEO da Binance pedem prisão domiciliar e liberdade condicional, já que o executivo pediu desculpas por suas “más decisões” e aceitou “total responsabilidade” por suas ações.

No mercado Polymarket, traders apostam que CZ vai pegar uma sentença inferior a um ano.

Apesar do risco de ir para a cadeia, CZ aproveitou o tempo em que esperava pela sentença nos EUA para fazer networking e preparar seus próximos passos. As conversas incluíram executivos como o CEO da OpenAI, Sam Altman, segundo reportagem do New York Times publicada nesta terça.

Outros destaques desta terça-feira

Os advogados da Terraform Labs e de seu cofundador, Do Kwon, disseram em documentos judiciais que uma multa próxima de US$ 1 milhão seria mais apropriada após a empresa e o ex-executivo terem sido considerados culpados de fraude, e não os US$ 5,3 bilhões propostos pela Comissão de Valores Mobiliários dos EUA. Em processo, a agência acusou Kwon e a Terraform de fraudar investidores por meio da venda da stablecoin algorítmica TerraUSD e do token LUNA, que foram considerados valores mobiliários não registrados.

O Lazarus, famoso grupo de hackers norte-coreanos, teria convertido mais de US$ 200 milhões em fundos cripto roubados em moeda fiduciária entre agosto de 2020 e outubro de 2023, de acordo com uma extensa análise do investigador de blockchain ZachXBT. Segundo o relatório, o grupo usou misturadores de moedas, como Tornado Cash e ChipMixer, bem como exchanges peer-to-peer, como Noones e Paxful, para disfarçar a trajetória dos fundos. Players da indústria cripto, incluindo Binance e MetaMask, identificaram contas vinculadas ao Lazarus que receberam US$ 44 milhões de seus hacks e puderam converter os fundos, destaca a análise.

Publicidade

A Alliance Resource Partners, uma mineradora de carvão listada na NASDAQ, disse que minerou US$ 30 milhões em bitcoins usando o superávit de energia em suas instalações. “No segundo semestre de 2020, começamos a minerar Bitcoin como um projeto-piloto para monetizar a carga de eletricidade já paga, mas subutilizada, em nossa mina River View”, contou Cary Marshall, diretor financeiro da empresa, durante teleconferência de resultados. No fim do primeiro trimestre, a Alliance tinha 425 BTC no balanço.

Caro leitor(a),

Gostaríamos de informar que a sessão de notícias “Manhã Cripto”, publicada diariamente no Portal do Bitcoin, passará por uma pausa temporária para ser reformulada. Agradecemos sua paciência e compreensão durante esse período.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Pavel Durov detém 1% do maior token de jogo deste ano, doado pelos jogadores. E ele não está vendendo seus Notcoin – não agora, pelo menos
Imagem da matéria: Manhã Cripto: CVM aplica multa de R$ 55,8 milhões a Atlas Quantum e dono foragido

Manhã Cripto: CVM aplica multa de R$ 55,8 milhões a Atlas Quantum e dono foragido

A CVM multou a pirâmide financeira Atlas Quantum após identificar indícios “robustos e consistentes” de que tudo não passava de uma operação fraudulenta
Imagem da matéria: Criptomoeda desaba 99% após hacker invadir projeto e chamá-lo de "copia e cola"

Criptomoeda desaba 99% após hacker invadir projeto e chamá-lo de “copia e cola”

Após derrubar o preço da memecoin NORMIE, hacker ofereceu devolver fundos se os criadores do projeto fizerem melhorias no código
Imagem da matéria: Hacker da Gala Games devolve Ethereum após exploração de US$ 240 milhões

Hacker da Gala Games devolve Ethereum após exploração de US$ 240 milhões

Depois que 5 bilhões de tokens GALA foram cunhados e roubados na segunda-feira, a Gala Games recuperou parte dos fundos em ETH – e ainda está descobrindo o resto