Notas de 100 reais retiradas de lavadora de roupas
Shutterstock

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) apurou que a “Milícia de Tandera”, comandada por Danilo Dias Lima, o Tandera, lavava dinheiro em operações financeiras com criptomoedas através de uma obscura corretora chamada Tradingpfx Ecommerce Ltda, agora fora do ar. As informações são do portal O Globo, em reportagem publicada na segunda-feira (08).

O caso se refere à ‘Operação Epilogue’, deflagrada na semana passada pelo MP e Polícia Civil do Rio, que realizou seis prisões, além do cumprimento de 25 mandados de busca e apreensão.

Publicidade

A descoberta de operações com criptomoedas veio após investigações nos negócios de um outro alvo das autoridades, Marcelo Morais dos Santos, que dava suporte a Tandera. “Grande”, como Santos é conhecido, teria feito uma série de operações financeiras envolvendo a Tradingpfx.

De acordo com a publicação, Grande teria movimentado mais de R$ 160 mil entre setembro do ano passado e março deste ano. Fez parte das transações ”um operador financeiro sócio da firma”, diz o site, ressaltando que ele era encarregado de multiplicar os valores tanto por meio de criptomoedas quanto por investimentos tradicionais.

Entre julho de 2022 e janeiro de 2023, Grande movimentou R$ 1.394.405,00 através de uma empresa chamada Diamante Transporte e Locações LTDA, afirma O Globo.

Segundo o MPRJ, as investigações estão focadas em crimes de extorsão, homicídios, agiotagem, lavagem de dinheiro, entre outros, praticados principalmente nos municípios do Rio de Janeiro, Nova Iguaçu, Queimados e Seropédica. 

Publicidade

A associação criminosa passou a se organizar de maneira complexa e formou uma “verdadeira coalizão” entre pré-candidatos a cargos eletivos para as eleições de 2020, na região da Baixada Fluminense, e os líderes da milícia, disse o órgão.

Tradingpfx Ecommerce

A Tradingpfx Ecommerce Ltda ainda continua ativa no site da Receita Federal. Criada em agosto do ano passado, a empresa descreve como sua atividade a intermediação e agenciamento de serviços e negócios em geral, exceto imobiliários. Como atividade secundária, suporte técnico, manutenção e outros serviços em tecnologia da informação.

Seu endereço foi formalizado no bairro de Inhoaíba, centro do Rio, conforme informações na Receita. O site,contudo, se encontra fora do ar no momento.

Procurado pelo Portal do Bitcoin, o MPRJ não confirmou novas informações além do comunicado sobre a Operação Epilogue publicado pelo órgão no último dia 3.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Arthur Inc lança uma nova operação  de mineração de Bitcoin nos Estados Unidos

Arthur Inc lança uma nova operação de mineração de Bitcoin nos Estados Unidos

Área de 6.800 m² possui capacidade energética 15MW, equivalente ao abastecimento energético de oito shoppings center de grande porte
Rio de Janeiro

ABcripto e Invest.Rio firmam acordo de cooperação para impulsionar educação financeira no Rio de Janeiro

Acordo prevê iniciativas que incluem intervenções educacionais, pesquisas, eventos, workshops, concursos, campanhas e cursos
Imagem da matéria: Venda contínua de Bitcoin por mineradores faz reservas caírem para nível mais baixo em 3 anos

Venda contínua de Bitcoin por mineradores faz reservas caírem para nível mais baixo em 3 anos

Dados mostram que as reservas atuais dos mineradores estão em torno de 1,82 milhão de bitcoins
Imagem da matéria: Ripple cita Terra em apelação para reduzir multa da SEC de US$ 2 bi para US$ 10 mi

Ripple cita Terra em apelação para reduzir multa da SEC de US$ 2 bi para US$ 10 mi

A Ripple argumenta que sua penalidade é muito alta, “mesmo que não haja alegações de fraude neste caso”