Imagem da matéria: Novo documentário vai investigar o mistério de Satoshi Nakamoto, criador do Bitcoin
Estátua em homenagem a Satoshi Nakamoto localizada em Budapeste, na Hungria (Shutterstock)

Um novo documentário planejado para ser lançado ainda este ano na rede CBC, investigará os mistérios do desaparecimento de Satoshi Nakamoto e os nomes suspeitos de serem o até agora anônimo criador do Bitcoin (BTC).

“Procurando por Satoshi: o misterioso desaparecimento do criador do Bitcoin”, na tradução literal do título em inglês, trará evidências e pistas deixadas por todos estes anos sobre a identidade e as motivações de Nakamoto. A equipe do documentário – produzido por Paul Kemp Productions e pela All3Media International – conversou com especialistas, podcasters, mineradores e traders sobre o tema.

Publicidade

As informações são do site Bezinga Crypto, publicadas neste domingo (25).

All3Media International é propriedade da Warner Bros. Já Paul Kemp tem, em seu currículo, mais de 50 filmes e dezenas de séries. Seus títulos incluem os vencedores de Melhor Documentário do Canada Screen Award, The Pretendians (CBC) e The Nike’s Big Bet (CBC, Amazon, SKY UK), Transformer, vencedor do Hot Docs (CBC, Netflix) e The Rise of Jordan Peterson (CBC).

A equipe por trás do documentário está chamando a peça de uma “investigação histórica global”.

“Existem poucas pessoas no mundo que nunca ouviram falar do Bitcoin, mas muitos nunca ouviram falar do complexo mistério que envolve seu criador”, disse a vice-presidente sênior da All3Media International, Rachel Job.

“Desvendar o maior mistério da era da tecnologia tem sido realmente fascinante. À medida que o Bitcoin continua seu crescimento impressionante em todo o mundo, posso garantir que ‘O Mito de Satoshi’ só se intensificará”, disse o produtor executivo Paul Kemp.

Satoshi Nakamoto criou o protocolo e software do “Bitcoin: Um Sistema de Dinheiro Eletrônico Ponta a Ponta” em 2008, compartilhando sua documentação através de uma lista pública de e-mail com desenvolvedores ativistas do movimento Cypherpunk.

Publicidade

Em 2010, no entanto, o criador anônimo desapareceu de cena com uma mensagem no fórum bitcointalk.org: “Eu migrei para outras coisas.” Desde então houve muita especulação sobre sua verdadeira identidade e motivações.

Até mesmo o ChatGPT é constantemente interrogado sobre os principais suspeitos de terem criado o Bitcoin. O programa criou uma lista dos mais prováveis candidatos:

  • Nick Szabo; um cientista da computação e criptógrafo considerado por alguns como o pai dos contratos inteligentes. Ele é conhecido por seu trabalho em moedas digitais e foi citado como um possível candidato a Satoshi Nakamoto devido à sua experiência técnica e envolvimento no desenvolvimento inicial do Bitcoin.
  • Hal Finney; um programador de computador e um dos usuários iniciais de Bitcoin, que foi a primeira pessoa a receber uma transação de BTC de Satoshi Nakamoto. Ele esteve fortemente envolvido no desenvolvimento inicial da criptomoeda e tinha uma sólida experiência em criptografia e ciência da computação.
  • Gavin Andresen; um programador de software que foi apontado como o principal desenvolvedor do Bitcoin após a saída de Satoshi Nakamoto em 2011. Ele afirmou que não tem conhecimento da verdadeira identidade de Satoshi Nakamoto, mas seu envolvimento próximo com o desenvolvimento inicial do Bitcoin levou algumas pessoas a especularem que ele pode ter feito parte da equipe original.

Além destes, são citados pela Inteligência Artificial, com as respectivas justificativas:

  • Paul Le Roux; um ex-programador e mentor do crime que atualmente cumpre pena de prisão. Alguns sugeriram que o histórico de Le Roux em criptografia e programação, bem como sua reputação de sigilo e desejo de anonimato, fazem dele um candidato em potencial para o criador do Bitcoin. Outros apontaram para supostas semelhanças nos estilos de escrita usados por Satoshi Nakamoto e Le Roux, ou o uso de pseudônimos semelhantes a Satoshi no passado: “Solotshi”.
  • Dorian Nakamoto; um nipo-americano que foi erroneamente identificado como Satoshi Nakamoto por um jornalista em 2014. Embora ele tenha negado qualquer envolvimento com Bitcoin e posteriormente tenha entrado com uma ação contra o jornalista, algumas pessoas ainda acreditam que ele pode ser o verdadeiro Satoshi Nakamoto.
  • Wei Dai; é engenheiro de computação e esteve envolvido na criação do b-money, que foi uma das primeiras propostas para uma moeda digital descentralizada. Seu trabalho tem semelhanças com os conceitos por trás do Bitcoin.
  • Adam Back; um criptógrafo e cientista da computação que desenvolveu o sistema de prova de trabalho Hashcash, que é usado em filtros de spam de e-mail e foi uma das inspirações para o Bitcoin.
  • Ian Grigg; um criptógrafo financeiro conhecido por seu trabalho em sistemas de moeda digital, incluindo a criação do Ricardian Contract, uma estrutura legal e técnica para contratos inteligentes.
  • Bram Cohen: o criador do protocolo de compartilhamento de arquivos peer-to-peer BitTorrent, que tem algumas semelhanças com a estrutura descentralizada do Bitcoin.
  • Jed McCaleb: um programador e empresário que criou a primeira grande exchange de Bitcoin, Mt. Gox, e mais tarde fundou outros projetos de criptomoeda, como Ripple e Stellar.
  • Craig Wright; um cientista da computação australiano que afirma ser Satoshi Nakamoto desde 2016. No entanto, suas reivindicações foram amplamente contestadas e ele esteve envolvido em várias disputas legais sobre seu suposto papel na criação do Bitcoin. Wright é um defensor do Bitcoin SV (BSV), uma criptomoeda criada a partir do fork do Bitcoin Cash (BCH), que por sua vez foi resultado de uma divisão na rede do Bitcoin — separando-o do Bitcoin Core (BTC).

Também estima-se que Satoshi Nakamoto possui o controle de cerca de 5% de todo o supply do Bitcoin em circulação. O que levanta mais relevância para as investigações que o novo documentário planeja apresentar ainda em 2023.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitcoin cai mas analistas ainda acreditam que preço vai chegar a US$ 150 mil este ano

Bitcoin cai mas analistas ainda acreditam que preço vai chegar a US$ 150 mil este ano

A AllianceBernstein concorda com os analistas do Standard Chartered e acredita que o preço do BTC mais que dobrará nos próximos 18 meses
o que é mineração de bitcoin

Dificuldade de mineração de Bitcoin está despencando, mas por quê?

A redução no preço do Bitcoin, combinada com a diminuição das recompensas de mineração, resulta em menos mineradores e em uma rede menos robusta — pelo menos por enquanto
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas
Criador do Twitter e da Square, Jack Dorsey em palestra no TED

Preço do Bitcoin atingirá US$ 1 milhão até 2030, diz Jack Dorsey

Em uma entrevista recente, o cofundador do Twitter e da Block argumentou que o Bitcoin poderia atingir US$ 1 milhão e ir “além” no futuro