Imagem da matéria: MB apresenta projetos de impacto e realiza leilão durante a 1ª edição do NFT.Rio
NFT “Anguerecó” da artista Helena Nabuco, presente no projeto de impacto NFT Hungry

O Mercado Bitcoin (MB), maior plataforma de ativos digitais da América Latina, é patrocinador oficial do NFT.Rio, primeiro evento internacional dedicado exclusivamente aos NFTs realizado de 30 de junho a 3 de julho, no Parque Lage, Rio de Janeiro. A corretora usará sua presença no evento para apresentar novidades ligadas ao seu projeto de NFTs de Impacto.

Os interessados poderão fazer compras diretas de NFTs ou participar de leilões de obras de arte, de artistas como Milena Travassos, Helena Nabuco, ensaios de Dada Yute, Juliana Notari, Vivi Rocha e João Marcos Parreira Mendonça. Os NFTs estarão disponíveis a partir de 28 de junho, às 14h, até 5 de julho, às 16h, pela plataforma de NFTs do MB.

Publicidade

Durante o NFT.Rio serão apresentados novos projetos de impacto como os Hungry NFTs, que visam contribuir com o combate à fome no Brasil; os NFTs do Metaverso Chapadão, que contribuem para a educação de crianças vulneráveis; e os NFTs Keepers, que vão ajudar na regeneração da biodiversidade pantaneira.

O projeto, que é uma nova forma de conexão entre artistas, projetos sociais e público, tem o objetivo de mostrar que o universo da nova economia digital e temas ambientais e sociais podem estar interligados através dos NFTs, contribuindo para a preservação do meio ambiente e suas espécies, o combate à fome e a educação da população em vulnerabilidade.

Ativações no NFT.Rio

Os visitantes terão acesso a quatro dias de imersão no universo das artes digitais que movimentam o cenário mundial da criptoeconomia. Além de talks e workshops (área com ingresso pago), uma mostra de obras das coleções Criptopunks, XCopy, Fidenza e CryptoRastas, conhecidas internacionalmente, estará aberta à visitação dos participantes (área gratuita).

Além disso, todas as pessoas que adquirirem seus ingressos, pagos ou não, e tiverem ou abrirem uma conta no MB, serão presenteadas com NFTs exclusivos.

Publicidade

“Esta é uma grande oportunidade de apoiarmos um evento que democratiza o acesso aos grandes nomes da criptoarte nacional e internacional. Isso aproxima a sociedade de temas que antes eram totalmente desconhecidos, como metaverso e NFT”, explica Bruno Milanello, Executivo de Novos Negócios do MB. 

A Blockchain Academy, empresa de educação financeira da holding do MB, também marca presença, com duas masterclasses, ministradas por seu instrutor Vinícius Chagas, Desenvolvedor de Software na Vórtx QR Tokenizadora, Certified Blockchain e Cryptocurrency Expert, Certificado ANBIMA CPA-20 e Bacharel em Direito. 

A primeira será realizada no dia 1º de julho, às 17h, com o tema ‘O que faz um NFT de sucesso’ e a segunda no dia 2 de julho, também às 17h, sobre ‘4 Nãos e 1 Sim para não se decepcionar com NFTs’.

Também será realizado um talks exclusivo com os executivos do MB e parceiros dos projetos de impacto, para abordar um pouco mais sobre cada uma das iniciativas.

Publicidade

Primeiros passos de impacto

Em janeiro e abril deste ano, o MB, em parceria com a Tropix, plataforma de criptoarte, e com assessoria da Nossa Terra Firme, realizaram duas rodadas de leilão de NFTs com ganhos revertidos ao Projeto de Gestão e Vigilância Territorial do Povo Indígena Paiter Suruí, pioneiro na governança territorial liderado pelo povo Paiter Suruí.

A ação tinha o objetivo de proteger, de forma autônoma, a comunidade Sete de Setembro, localizada entre os Estados de Rondônia e Mato Grosso. No total, mais de R$ 50 mil foram revertidos ao projeto.

“O NFT de impacto une propósito e arte. Artistas doaram parte da venda de suas obras para projetos sociais, e as pessoas que comprarem um NFT de Impacto, estarão contribuindo para um mundo melhor”, explica Sandro Langer, facilitador de ESG do MB. 

Os Projetos de Impacto do Mercado Bitcoin que serão apresentados durante o NFT.Rio:

Hungry NFTs

Mais da metade da população brasileira não sabe se vai comer a próxima refeição. Na tentativa de melhorar essa realidade, 33 obras de cinco artistas brasileiros estarão à venda durante o evento (através de leilão e venda direta) em benefício da ONG Banco de Alimentos.

A ONG Banco de Alimentos busca conscientizar várias esferas para a causa da luta contra a fome e o desperdício de alimentos, incluindo produtores, supermercados, hortifrutis, indústria e poder público. 

Publicidade

Metaverso Chapadão 

A Educar+ é uma organização social, que tem como missão oferecer educação de qualidade para crianças e adolescentes do Complexo do Chapadão, no Rio de Janeiro.

Em uma parceria inédita com a Play4Change, foi possível apresentar para as crianças a revolução que o metaverso está conduzindo, e a partir de pinturas e desenhos, demonstrar que elas também podem participar dessa mudança.

As artes produzidas dessa experiência foram transformadas em NFTs e a quantia arrecadada será revertida ao projeto, destinando os valores à compra de computadores, estruturação de aulas e viabilização de lanches.

Destacando o valor de iniciativa, Victor Caribe, representante da Play4change, declara que “utilizando ferramentas como jogos blockchain, NFTs e Defi, a Play4Change leva inclusão financeira e empoderamento social para comunidades vulneráveis de nações em desenvolvimento. Alinhado com esse propósito e em parceria com o Mercado Bitcoin e a Educar+, a Play4Change pode lançar a campanha ‘Art4Change’, em que crianças de 7 a 11 anos de idade residentes da comunidade Complexo do Chapadão (RJ) tiveram a sua primeira experiência com a Web3″.

Seja um Keeper

Serão 3 mil NFTs Keepers únicos com 4 personagens da biodiversidade brasileira: a Arara, o Jacaré, a Capivara e o Tamanduá Bandeira. O projeto tem como objetivo dar subsídios para a regeneração da Reserva de São Francisco do Perigara, uma das unidades da Frente Forest da Associação Onçafari no Pantanal.

Em 2019, a Reserva possuía a maior concentração de Araras Azuis do mundo, mas em 2020 um grande incêndio destruiu 92% da região.

Publicidade

“Nós do Onçafari estamos muito felizes de lançar, em parceria com o Mercado Bitcoin, as NFTs Keepers. Elas visam proteger uma enorme área de conservação onde se encontra a maior concentração de araras azuis do mundo. Dessa forma possibilitamos que qualquer pessoa possa fazer parte na conservação da reserva junto conosco”, diz Mario Haberfeld, fundador do Onçafari. 

Além dos NFT Keepers, as empresas também poderão tornar-se Keepers. Apresentados em três categorias: Startup, Business e Corporate, os NFTs ESG para empresas, contemplarão relatórios de evidências da regeneração da reserva, direcionados para as auditorias anuais de sustentabilidade. Em ambos os modelos, será possível acompanhar o monitoramento e a regeneração da Reserva do São Francisco do Perigara pelos próximos dez anos.

VOCÊ PODE GOSTAR
Tela de celular do Telegram

Telegram acaba de tornar mais fácil “farmar” jogos cripto como Hamster Kombat

Alternando entre Hamster Kombat, Yescoin, PixelTap, Catizen e outros jogos do Telegram? Trocar agora é muito mais simples
Imagem da matéria: Justin Sun se oferece para comprar US$ 2,3 bilhões em Bitcoin do governo da Alemanha

Justin Sun se oferece para comprar US$ 2,3 bilhões em Bitcoin do governo da Alemanha

O criador da Tron disse que está disposto a comprar as reservas de Bitcoin para reduzir o impacto da venda pela governo alemão no preço da criptomoeda
Imagem da matéria: Juiz pede bloqueio de eventuais criptomoedas de ex-diretores da Americanas

Juiz pede bloqueio de eventuais criptomoedas de ex-diretores da Americanas

Sequestro de bens de ex-executivos da Americanas inclui ainda contas correntes e aplicações financeiras, veículos — aeronaves e embarcações — e imóveis
Moeda dourada de Bitcoin (BTC) sobre um gráfico de preço com candles indicando queda nos preços

Semana Cripto: Queda do Bitcoin derruba principais altcoins enquanto memecoins políticas permanecem voláteis

Bitcoin e Ethereum desabam em meio a narrativas sobre Mt. Gox e BTCs do governo da Alemanha