BTC bitcoin na frente de nota de dólar de 1 milhão
Foto: Shutterstock

O empresário e ex-diretor da Coinbase, Balaji Srinivasan, voltou a comentar nesta sexta-feira (28) sobre a aposta que ele fez no Twitter no mês passado onde projetou o Bitcoin (BTC) valendo US$ 1 milhão em 90 dias. O executivo explicou o raciocínio por trás do desafio que gerou um grande frenesi na comunidade cripto e na imprensa.

“Posso estar errado, mas estou queimando um milhão para dizer que eles estão imprimindo trilhões [referindo-se ao governo dos Estados Unidos]“, disse Balaji, durante sua participação na Consensus 2023. A conferência sobre criptomoedas e suas vertentes está em andamento no Texas, EUA, e esra sexta-feira (28) marca seu último dia. O evento é organizado pelo portal Coindesk, que publicou os comentários de Balaji.

Publicidade

Para relembrar a aposta, feita no dia 17 de março, Balaji desafiou o usuário James Medlock, que tweetou na época: “Aposto 1 milhão de dólares com qualquer um que os EUA não entram na hiperinflação”. Em resposta, Balaji escreveu: “Se o BTC valer mais de US$ 1 milhão em 90 dias, eu ganho”.

Alguns dias depois do desafio, Balaji voltou a comentar o assunto: a aposta do Bitcoin a US$ 1 milhão em 90 dias foi por uma questão ideológica e sem nenhuma motivação pelo lucro. Além disso, ressaltou que o objetivo era chamar a atenção para o que ele descreveu como “hiperbitcoinização”, ou seja, uma adoção em massa do Bitcoin.

Para fins de contexto, ele usou de analogias, a crise bancária nos EUA e a impressão de dólares pelo FED, o Banco Central americano.

Agora ele não parece tão confiante na própria previsão. Pela data da aposta, sua previsão terá que estar correta no dia 17 de junho de 2023.

Publicidade

Segundo a publicação do Coindesk, Balaji descreveu sua previsão como um símbolo do inevitável colapso no sistema financeiro dos EUA, devido ao aumento na impressão de dinheiro pelo governo para sustentar um frágil sistema bancário.

Balaji afirma que tem muita convicção de quem uma catastrofe econômica está para acontecer nos EUA: 10% de chance de ocorrer em meses, 70% de chance de acontecer em anos, 19% de chance desse problema se dar em daqui décadas e apenas 1% de chance de isso leve um século ou mais para acometer os Estados Unidos.

“Então, não acho que seja 100%, mas o número específico acho alto porque vejo muita fragilidade no sistema”, concluiu.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de bitcoin empilhadas em formato de torre

Alta do Bitcoin vai além de Trump e fundamentos mostram possível forte recuperação, diz analista

Beto Fernandes, analista da Foxbit, afirma que os próprios fundamentos do Bitcoin explicam a valorização e ressalta relação oferta e demanda
Imagem da matéria: Senador que chamou Bitcoin de "escolha ideal para criminosos" é condenado por corrupção

Senador que chamou Bitcoin de “escolha ideal para criminosos” é condenado por corrupção

“Este caso sempre foi sobre níveis chocantes de corrupção”, disse o procurador dos EUA
Imagem da matéria: 5 fatores que podem levar o Bitcoin a US$ 100 mil até o fim de 2024

5 fatores que podem levar o Bitcoin a US$ 100 mil até o fim de 2024

Apesar da recente queda do mercado de criptomoedas, vários catalisadores oferecem uma oportunidade para os investidores de longo prazo que buscam um alívio
CEO da Messari Ryan Selkis

CEO da Messari renuncia após apoio extremista a Trump gerar reações negativas

Ryan Selkis disse a um usuário não americano do Crypto Twitter que ele deveria ser deportado do país por suas “visões esquerdistas”