Imagem da matéria: Quem são os bilionários que já perderam R$ 570 bilhões com a crise das criptomoedas
Foto: Shutterstock

O inverno cripto não tem poupado nem mesmo os principais magnatas da indústria de criptomoedas. Desde o dia 9 de novembro de 2021 (quando o Bitcoin atingiu seu maior preço, batendo em US$ 69 mil), até agora, diversos bilionários do setor já perderam uma soma de US$ 114 bilhões – o equivalente a cerca R$ 570 bilhões.

As informações são do Index de Bilionários mantido pela agência de notícias Bloomberg e foi divulgada em reportagem do portal da empresa nesta terça-feira (14).

Publicidade

Veja abaixo a lista com alguns dos principais magnatas cripto que acumulam perdas nos últimos meses de crise das criptomoedas:

Changpeng “CZ” Zhao

A maior queda foi de Changpeng “CZ” Zhao, fundador da Binance. Sua fortuna foi reduzida de US$ 95,8 bilhões para US$ 10,2 bilhões – uma queda de 89%.

CZ já disse que possui 99% dos seus ativos em criptomoedas e destes, a enorme maioria está em Binance Coin (BNB) e um pouco em Bitcoin (BTC), segundo ele.

Em uma demonstração de sua riqueza, CZ aportou US$ 500 milhões para que Elon Musk finalizasse a comprar do Twitter. Ele disse ser uma “uma pequena contribuição à causa”.

Publicidade

Samuel Bankman-Fried

Criador da FTX, Samuel Bankman-Fried foi de US$ 15,1 bilhões para US$ 8,9 bilhões. Mas antes de novembro de 2021 sua fortuna já chegou a ser de US$ 26 bilhões e, em relação ao auge, a queda é de 66%.

O empresário disse recentemente que poderá doar até US$ 1 bilhão para enfrentar Trump nas eleições de 2024 nos EUA e esteve entre os 20 maiores doadores da campanha presidencial de Joe Biden em 2020, alocando US$ 5,2 milhões para ajudar o democrata.

Brian Armstrong

Brian Armstrong é fundador e CEO da Coinbase, maior corretora de criptomoedas dos Estados Unidos. Seus ativos foram de US$ 13,7 bilhões para US$ 2,1 bilhões após as ações da empresa caírem 79% desde que foram listadas na bolsa.

Nesta terça-feira (14) a Coinbase anunciou que serão dispensados 18% da equipe, cerca de 1.100 funcionários.

A corretora já havia anunciado uma pausa nas contratações, bem como a rescisão de contratos de trabalhos que estavam em andamento, mas não citou demissões. Agora a empresa é a mais recente do mercado cripto a anunciar cortes no seu quadro de funcionários.

Publicidade

Mike Novogratz

O CEO da Galay Digital Mike Novogratz foi de US$ 8,5 bilhões para US$ 2,1 bilhões. No final de 2015, o co-fundador da Ethereum, Vitalik Buterin, vendeu meio milhão de Ethereum (ETH) para Novogratz em uma transação direta. Ele vendeu cada ETH por apenas US$ 0,99.

Em 2018, Novogratz levantou US$ 250 milhões para o lançamento da Galaxy Digital.

Mais recentemente, ele fez uma tatuagem com o logo da falida criptomoeda Luna. Após o crash do ativo, ele disse que o desenho representava “um lembrete de humildade” para ele.

Fred Ehrsam

A fortuna de Fred Ehrsam foi de US$ 4,5 bilhões para US$ 2,1 bilhões. Ele é um dos fundadores da Coinbase.

A empresa, listada em bolsa, registrou um prejuízo líquido de US$ 430 milhões no primeiro trimestre de 2022 – e, como resultado, suas ações desabam no pregão desta terça-feira, com queda na faixa dos 20% na abertura dos negócios.

Gêmeos Winklevoss

Fundadores da exchange Gemini, Tyler e Cameron Winklevoss foram de fortunas de US$ 3,8 bilhões em novembro de 2021 para 3,08 bilhões atualmente. Mas a riqueza de cada um já havia chegado em US$ 5,9 bilhões, o que gera uma perda de 50% para o atual momento.

Publicidade

No início deste mês de junho, a Gemini anunciou que iria demitir 10% de seus funcionários, em uma tentativa de ajudar a empresa a enfrentar o inverno cripto.

VOCÊ PODE GOSTAR
Letras que formam a sigla ETF próximas a uma moeda dourada de Bitcoin (BTC)

ETFs de Bitcoin quebram sequência de 19 dias de entradas e têm saídas de US$ 65 milhões

Em uma sequência recorde que durou um mês, ETFs de Bitcoin tiveram a entrada de cerca de US$ 4 bilhões, período em que o BTC se aproximou de sua máxima histórica
Imagem da matéria: Jovem de óculos viraliza após questionar Trump: ele salvou as criptomoedas nos EUA?

Jovem de óculos viraliza após questionar Trump: ele salvou as criptomoedas nos EUA?

Empreendedor se tornou um herói das criptomoedas em meio às mudanças na política dos EUA, depois que sua pergunta a Trump viralizou
Bitcoin e grafico de mercado

Taxas do Bitcoin estão disparando novamente – e não é por causa de Runes ou Ordinals

Uma grande exchange está tentando organizar sua carteira Bitcoin e está queimando muito dinheiro no processo
Imagem da matéria: Time de futebol inglês Watford venderá 10% do clube como capital digital com oferta de tokens

Time de futebol inglês Watford venderá 10% do clube como capital digital com oferta de tokens

Watford quer arrecadar 17,5 milhões de libras com venda de ações e dará opção aos investidores de receberem tokens e acessarem ofertas exclusivas