Bitcoin
Shutterstock

O Bitcoin retoma a trajetória de alta nesta segunda-feira (18) e é negociado acima de US$ 22 mil pela primeira vez desde 8 de junho. Nas últimas 24 horas, o BTC opera com ganho de 4,3%, cotado a US$ 22.287,30, mostram dados do CoinGecko. O Ethereum (ETH) avança 9,3%, para US$ 1.483,09.  

No Brasil, o Bitcoin ganha 3,8%, negociado a R$ 120.189,76, de acordo com o Índice do Portal do Bitcoin (IPB).   

Publicidade

A segunda-feira também é de valorização para as altcoins como Binance Coin (+1,8%), XRP (+2,4%), Cardano (+2,5%), Solana (+4,1%), Dogecoin (+1,5%), Polkadot (+2,5%), Avalanche (+7,6%) e Shiba Inu (+2,3%).  

Polygon (MATIC) dispara 19,5%, ainda na esteira do anúncio da Disney, que selecionou a empresa entre as seis que participarão do programa “Accelerator 2022” da gigante de mídia, destinado a estimular a expansão de companhias inovadoras. 

Apostas de longo prazo 

Wall Street terá uma semana agitada na temporada de balanços, e por enquanto os índices futuros apontam uma abertura no azul das bolsas nos Estados Unidos. A sexta-feira (15) foi marcada por um forte rali dos índices acionários, impulsionados pelas apostas de um aumento de juros menos agressivo nos EUA, apesar do persistente fantasma da recessão. 

Joe DiPasquale, CEO da gestora de criptoativos BitBull Capital, disse ao CoinDesk que, embora o Bitcoin tenha mostrado desempenho positivo na semana passada, a maior criptomoeda ainda enfrenta barreiras para se manter acima de US$ 22 mil.  

Analistas dizem que o BTC deve continuar sendo negociado na faixa entre US$ 18 mil e US$ 22 mil até que investidores consigam identificar se os bancos centrais poderão controlar os preços sem levar as economias a uma recessão. Em sete dias, o Bitcoin mostra valorização de 6,8%, enquanto o Ethereum deu um salto de 26,9%, embora o segundo maior token ainda esteja cerca de 70% distante da máxima em novembro passado. 

Publicidade

No entanto, alguns especialistas arriscam um cenário mais otimista. “De fato, acho que grande parte da venda forçada já tenha acontecido”, disse James Check, analista-chefe da Glassnode, em entrevista à Bloomberg. “Essencialmente, o mercado parece relativamente estável.” 

Invernos diferentes 

Para alguns observadores, o atual inverno cripto é diferente do mercado baixista iniciado em 2018, com o estouro da bolha das ofertas iniciais de moedas (ICOs, na sigla em inglês), segundo análise do CoinDesk. Na época, a indústria cripto não contava com a mesma sofisticação disponível agora, refletida em um ecossistema mais maduro em termos de tecnologia e produtos, destaca Danny Chong, cofundador do protocolo de finanças descentralizadas Tranchess, de Singapura. 

“Embora o efeito dominó percebido não tenha mudado desde o ‘crash’ das ICOs, o impacto sentido por instituições e investidores de varejo é relativamente menor em 2022”, afirmou Chong. 

Crise de liquidez 

Na agenda desta segunda-feira (18), dois eventos importantes devem ser acompanhados de perto por investidores: o primeiro encontro de credores do hedge fund cripto Three Arrows Capital e a primeira audiência do processo de recuperação judicial da plataforma de empréstimos Celsius. Humberto Andrade, trader do MB, disse em artigo do Valor que ainda é preciso avaliar se a insolvência da Celsius pode ter algum impacto nos preços dos criptoativos. 

Publicidade

A EquitiesFirst, uma empresa americana de serviços financeiros tradicionais (TradFi), é a devedora anônima listada no processo de recuperação judicial da Celsius, disseram duas fontes a par do assunto ao Financial Times. A EquitiesFirst deve US$ 439 milhões à Celsius e começou a fazer negócio com a plataforma em 2019. 

A corretora de criptomoedas e empresa de empréstimos Voyager Digital pediu a permissão de um juiz para honrar pedidos de saques de US$ 350 milhões em fundos mantidos em nome de clientes em um banco custodiante, segundo documentos do processo, informou o Wall Street Journal. 

Outros destaques 

O utility token RIB, da Ribus, será listado na exchange FlowBTC a partir desta segunda-feira (18) e já teve 45 milhões de unidades vendidas na pré-venda, conforme o Valor. O RIB permite que prestadores de serviço que participaram da construção de um imóvel recebam uma parte do lucro da venda das unidades por meio do criptoativo. 

No Brasil, a FinTwit, comunidade que reúne investidores, especialistas e influencers financeiros no Twitter e outras redes sociais, conseguiu audiência de 91,5 milhões de pessoas em dezembro do ano passado e caminha para atingir a marca de 100 milhões, de acordo com o relatório Finfluence, elaborado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) e divulgado pelo portal E-Investidor. 

O fundador da WeWork, Adam Neumann, decidiu adiar o lançamento do token nativo de sua nova empresa, a Flowcarbon, devido às condições atuais do mercado, de acordo com reportagem do Wall Street Journal. A Flowcarbon é uma startup que combina a emissão de criptomoedas com a compensação de crédito de carbono. 

Publicidade

Mineração 

Tim Beiko, da Ethereum Foundation, acredita que a tão esperada transição da rede Ethereum possa ocorrer na semana a partir de 19 de setembro. Com a chamada Fusão, a blockchain irá migrar do mecanismo de consenso, conhecido como prova de trabalho (PoW) e com intensivo uso de energia, para um sistema de prova de participação (PoS), considerado mais eficiente, conforme o CoinDesk

Em carta enviada à Agência de Proteção Ambiental dos EUA e ao Departamento de Energia, seis democratas liderados pelo deputado Jared Huffman, da Califórnia, e pela senadora Elizabeth Warren, de Massachusetts, solicitaram que essas agências exijam que o setor de mineração de criptomoedas forneça mais dados sobre emissões e uso de energia, segundo comunicado divulgado na sexta-feira. 

Na Suécia, entre fornecer eletricidade para projetos “que criam empregos” como usinas siderúrgicas e aumentar a capacidade para minerar Bitcoin, o ministro de Energia, Khashayar Farmanbar, não tem dúvida: “Precisamos de energia para coisas mais úteis do que Bitcoin, para ser honesto”, afirmou à Bloomberg

Regulação, Cibersegurança e CBDCs 

Durante a reunião de ministros das Finanças e autoridades monetárias do G20 em Bali, bancos centrais destacaram o desafio de equilibrar as oportunidades oferecidas pelos criptoativos com o risco de que a lentidão em regular o setor possa trazer mais perdas para consumidores, conforme a Bloomberg

Com a votação do projeto de lei que regula o mercado de criptoativos brasileiro pendente na Câmara de Deputados, especialistas debatem a tributação do segmento. Ao Valor, Juliana Facklmann, diretora de regulação e design de produtos da 2TM, que controla o MB, disse que, após a aprovação do marco regulatório do setor, é provável que a Receita Federal discuta com o Banco Central e com a CVM como uniformizar as regras considerando investimentos semelhantes já regulados. 

O banco central Holandês multou a exchange cripto Binance em 3,32 milhões de euros (US$ 3,37 milhões) por continuar a oferecer serviços a cidadãos holandeses sem registro obrigatório, de acordo com comunicado divulgado na segunda-feira e publicado pelo CoinDesk. 

Publicidade

Em nota, a correto enviou o seguinte contraponto: “A decisão de hoje marca um desdobramento há muito esperado em nossa colaboração contínua com o Banco Central da Holanda. Embora não compartilhemos da mesma opinião sobre todos os aspectos da decisão, respeitamos profundamente a autoridade e o profissionalismo dos reguladores holandeses para fazer cumprir os regulamentos como entendem ser mais adequado. Com isso agora resolvido, podemos seguir buscando um modelo operacional mais tradicional na Holanda. A Binance já atingiu um marco importante no cumprimento dos requisitos regulatórios holandeses, ao solicitar um registro como provedor de serviços de criptoativos, por meio de uma entidade estabelecida localmente, a Binance Nederland BV.”

“Assunto: PLD (Prevenção à Lavagem de Dinheiro). Título: A instituição não possui procedimentos adequados para coletar as informações cadastrais de seus clientes permanentes.” Assim começa o segundo comunicado do Banco Central— obtido pelo Portal do Bitcoin  — para o banco Acesso, que levou ao fim da parceria entre a Binance e o provedor de pagamentos Capitual. É parte do processo que culminou na suspensão temporária dos saques e depósitos em reais da corretora cripto. 

Ao fechar acordo para ser o principal patrocinador do Botafogo até o fim de 2022, o cassino online Blaze estreitou ainda mais suas relações com o Brasil. Embora o site pareça ser internacional, 99% dos acessos são de brasileiros. Ainda assim, é um mistério descobrir quem está por trás da empresa e mesmo entrar em contato, revela reportagem do Portal do Bitcoin. 

“Mixers” de criptomoedas são serviços que permitem que usuários “apaguem” o rastro do dinheiro digital deixado por grande parte das transações em redes blockchain. Novo relatório da Chainalysis afirma que a maior parte das criptomoedas enviadas a mixers este ano foi encaminhada por criminosos e países sob sanções econômicas do Ocidente. Endereços ilícitos representam 23% dos fundos enviados a mixers no acumulado de 2022, frente aos 12% registrados em 2021, aponta o relatório. 

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou na sexta-feira (15) uma lei que proíbe criptomoedas de serem usadas como meios de pagamentos no país, de acordo com o portal de notícias do governo RBC. Agora, instituições financeiras que atuam na Rússia estão obrigadas a recusar transações onde seja possível utilizar ativos digitais como “substituto monetário”. 

Tokens focados no consumidor emitidos por empresas privadas poderiam trazer mais benefícios do que moedas digitais de bancos centrais se puderem ser devidamente regulamentados, disse o presidente da autoridade monetária da Austrália em painel, informou a Reuters. 

A SEC anunciou na sexta-feira (15) ter chegado a um acordo com Jimmy Gale Watson Jr., parceiro de John McAfee, falecido em 2021, por seu envolvimento em um suposto esquema fraudulento de oferta inicial de moeda (ICO). Watson foi proibido de oferecer serviços profissionais de compra, venda ou oferta de criptoativos por tempo indeterminado, além de ter sido multado em quase US$ 400 mil. 

Metaverso, Games e NFTs 

Aproveitando a crescente popularidade do metaverso, o empresário Natan Lima inaugurou, em 25 de junho, um bar temático na zona norte de São Paulo. O Meta Bar tem cenários com LED e luz neon, quadros em homenagem aos tokens não fungíveis da coleção Bored Apes Yacht Club e já aceita pagamentos com Bitcoin e Ethereum, segundo o Valor. Apesar de ainda não contar com um espaço no mundo virtual, Lima diz que só falta definir qual metaverso irá hospedar o Meta Bar. 

A maior parte dos projetos de NFTs teve como foco fotos de perfil – mas eles podem revolucionar a forma como consumimos música, avalia Nathan Thompson, redator-líder de tecnologia da exchange cripto Bybit. Em artigo no Portal do Bitcoin, Thompson diz que “a música no metaverso envolverá menos protecionismo da indústria, mais criatividade e uma melhor conexão entre músicos e fãs”.  

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: FIT21: Conheça o projeto de lei que promete transformar a regulação das criptomoedas nos EUA

FIT21: Conheça o projeto de lei que promete transformar a regulação das criptomoedas nos EUA

Aprovado na Câmara esta semana, o projeto FIT21 visa regular o setor de criptomoedas dando segurança para consumidores e estimulando empreendedores
Pessoa inserindo chip no celular

Justiça manda TIM pagar R$ 21 mil a cliente que teve celular clonado e perda de criptomoedas

A partir da clonagem do celular, os invasores tiveram acesso ao email e posteriormente a uma carteira cripto na Binance
Presidente do Banco Central Roberto Campos Neto falando diante de um microfone

Presidente do Banco Central se reúne com MB um dia após anunciar agenda da regulação do mercado cripto

O Banco Central divulgou ontem os próximos passos para a regulação do setor cripto e espera concluir o processo até o final de 2024
ilustração mostra logo da pepecoin PEPE subindo ao céu

PEPE e BONK valorizam mais de 30% nas últimas 24 horas

Memecoin PEPE bateu sua máxima histórica nesta terça-feira (21), em momento de forte aquecimento do mercado cripto