Imagem da matéria: SEC multa sócio de Jonh McAfee em quase US$ 400 mil por promoção de ICO
(Foto: Wikimedia Commons)

A Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (ou SEC, na sigla em inglês) anunciou, na sexta-feira (15), ter chegado a um acordo final contra Jimmy Gale Watson Jr., sócio do finado John McAfee, por seu envolvimento em um suposto esquema de oferta inicial de moeda (ou ICO).

Em outubro de 2020, após autoridades espanholas prenderem McAfee, a SEC enviou uma acusação alegando que o pioneiro dos antivírus promoveu investimento em ICOs com a ajuda de Watson sem informar que eram pagos para tal.

Publicidade

De acordo com a agência, Watson auxiliou McAfee ao negociar os acordos da promoção com os criadores da ICO e ajudar McAfee a sacar os pagamentos recebidos em criptomoedas.

A SEC também acusou McAfee e Watson de realizarem esquemas de “pump and dump”: acumulando uma enorme posição em uma criptomoeda e promovendo-a no Twitter com a intenção de vendê-la conforme seu preço subia.

O julgamento final de Watson o proíbe de comprar, vender ou oferecer criptoativos de forma profissional durante toda a sua vida, além de ter recebido uma multa de US$ 316.401,48, além de mais US$ 59.533,38 de juros anteriores ao julgamento, totalizando a multa em mais de US$ 375 mil.

Segundo o comunicado, Watson pode continuar comprando e vendendo criptoativos “em suas contas pessoais”.

O tribunal também publicou uma “Notificação de Morte” em relação a McAfee, retirando as acusações da agência contra o magnata da tecnologia. De acordo com o tribunal, a ordem de anulação só se aplica a McAfee, e não a Watson.

Publicidade

Em março de 2021, McAfee havia declarado que as acusações da SEC eram “exageradas”. Três meses depois, ele foi encontrado morto em uma prisão na Espanha, resultado de um suposto suicídio — uma afirmação negada por sua família.

McAfee esteve foragido por meses após ser acusado de evasão fiscal e promoção de diversas ICOs que autoridades americanas descreviam como esquemas de “pump and dump” que supostamente fizeram McAfee lucrar mais de US$ 23 milhões.

No entanto, o autor da biografia de McAfee, intitulada “No Domain: The John McAfee Tapes”, alega que o magnata estava falido quando morreu.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Não sabe qual o melhor criptoativo para o seu perfil? No Mercado Bitcoin, quem está começando a investir tem a melhor experiência de negociação e fica informado sobre tudo! Saiba mais sobre o Mercado Bitcoin!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: O que reguladores e exchanges estão fazendo para melhorar a confiança no mercado cripto

O que reguladores e exchanges estão fazendo para melhorar a confiança no mercado cripto

Entre propostas como segregação patrimonial e prova de reservas, exchanges prometem segurança de diferentes formas enquanto o mercado aguarda a regulação
Imagem da matéria: Clientes brasileiros da FTX vivem expectativa de pagamento e medo de novos golpes

Clientes brasileiros da FTX vivem expectativa de pagamento e medo de novos golpes

Grupo de brasileiros se unem no Telegram para tentar entender comunicações da massa falida da FTX em meio ao receio de novos golpes
Imagem da matéria: Festa secreta em São Paulo agita a agenda do halving do Bitcoin

Festa secreta em São Paulo agita a agenda do halving do Bitcoin

O evento acontece no sábado (20) em São Paulo; veja como participar
Imagem da matéria: EUA não têm autoridade para processar trades DeFi, diz advogado do hacker da Mango Markets

EUA não têm autoridade para processar trades DeFi, diz advogado do hacker da Mango Markets

Avraham Eisenberg é o trader cripto acusado de drenar mais de US$ 100 milhões da plataforma de negociação Mango Markets