Changpeng Zhao, CZ, CEO da Binance
(Foto: Divulgação)

Uma reportagem da agência de notícias Reuters publicada nesta quinta-feira (1º) revelou que promotores federais dos EUA pediram que a Binance, a maior exchange de criptomoedas do mundo, entregasse extensos registros internos sobre seus procedimentos de combate à lavagem de dinheiro, além de mensagens de seu fundador e CEO, Changpeng “CZ” Zhao.

Segundo a agência de notícias, o pedido foi feito no final de 2020, solicitando que a corretora entregasse, de forma voluntária, mensagens de CZ e outros 12 executivos e parceiros da empresa sobre assuntos relacionados à detecção de transações ilegais pela exchange e o recrutamento de clientes dos EUA. 

Publicidade

O documento também buscava obter quaisquer registros da empresa que continham instruções para que “documentos sejam destruídos, alterados ou removidos dos arquivos da Binance” ou “transferidos dos Estados Unidos”.

O inquérito partiu da seção de investigação de crimes de lavagem de dinheiro do Departamento de Justiça dos EUA (DOJ), que apurava na época se a Binance estava em conformidade com as leis de crimes financeiros do país.

Investigando a Binance 

Quatro pessoas familiarizadas com o inquérito disseram à Reuters que os promotores americanos investigaram se Binance violou especialmente a Lei de Sigilo Bancário. 

Essa lei exige o cumprimento dos requisitos do Departamento do Tesouro dos EUA de combate à lavagem de dinheiro por empresas que movimentam grandes volumes de dinheiro. Quem descumpri-la, pode sofrer penas de prisão de até 10 anos.

Publicidade

A Reuters disse que não descobriu se a Binance respondeu ao pedido de entrega voluntária de informações para a divisão criminal do DOJ.

Apesar disso, o diretor de comunicações da Binance, Patrick Hillmann, afirmou ao veículo que a exchange “trabalha com agências regularmente para resolver quaisquer dúvidas que possam ter”, mas sem responder se corretora entregou as informações solicitadas.

“Os reguladores em todo o mundo estão entrando em contato com todas as principais exchanges de criptomoedas para entender melhor nosso setor. Este é um processo padrão para qualquer organização regulamentada”, garantiu Hillmann.  

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: WazirX, uma das maiores exchanges da Índia, perde R$ 1,2 bilhão em ataque hacker

WazirX, uma das maiores exchanges da Índia, perde R$ 1,2 bilhão em ataque hacker

A exchange cripto indiana WazirX suspendeu os saques de criptomoedas depois da invasão
Close na mão de candidato preenche gabarito com lápis preto

Novo concurso do BNDES pede conhecimento em criptomoedas e blockchain; Salário é de R$ 20,9 mil

São 900 vagas para vários cargos, incluindo cadastro de reserva e cotas para candidatos negros e pessoas com deficiência
Imagem da matéria: Kraken devolve Bitcoin aos clientes da Mt. Gox uma década após invasão

Kraken devolve Bitcoin aos clientes da Mt. Gox uma década após invasão

Isso marca um dos capítulos finais na saga da Mt. Gox, que levou 10 anos para ser resolvida
bitcoin

Manhã Cripto: Bitcoin recua 2,2% apesar da queda da inflação nos EUA

Embora os dados macroeconômicos atuais sejam positivos, o Bitcoin ainda busca estabilidade em meio às preocupações pontuais dos investidores