Imagem da matéria: Criador da criptomoeda LUNA é processado nos EUA
(Foto: Shutterstock)

O sul-coreano Do Kwon, o polêmico criador do projeto Terra e das criptomoedas derretidas LUNA e UST, está entre os acusado de uma ação coletiva iniciada na sexta-feira (17) por um cidadão americano em uma corte federal dos EUA, na Califórnia.

Além de Kwon, estão sendo processados o Terraform Labs, a empresa Jump Crypto e a enrolada gestora Three Arrows Capital – que parece próxima de anunciar um calote em clientes.

Publicidade

Leia também: De US$ 40 bilhões a zero: quem é Do Kwon, o homem que deu um golpe mundial com a criptomoeda LUNA

Segundo Nick Patterson, autor da ação, as companhias teriam vendido tokens do projeto Terra apesar deles serem “ativos mobiliários sem registro”. Além disso, Patterson acusa as empresa de uma série de “afirmativas falsas e enganosas” sobre as criptomoedas LUNA e UST, que teriam levado investidores a comprar os ativos por preços inflados.

Kwon lançou a Terraforma Labs em 2019 ao lado de seu parceiro Daniel Shin, inicialmente com o objetivo de facilitar pagamentos através de gigantes como a PayPal. Nesse mesmo ano, a dupla conseguiu obter US$ 32 milhões em investimentos. O lançamento inicial das criptomoedas do projeto Terra levantou mais US$ 62 milhões.

Inverno cripto

Os tokens UST e LUNA implodiram em maio, reforçando a crise atual – um período que vem sendo chamado de inverno cripto – que já pulverizou mais de R$ 1 trilhão de mercado cripto. Do Kwon – que havia garantido que a stablecoin algorítmica UST não iria colapsar, enquanto usava o Twitter para atacar os críticos – vem sendo acusado de criar um sistema parecido com uma pirâmide financeira dentro do Terra.

Publicidade

Tudo isso não foi o suficiente para impedir a comunidade do projeto Terra de aprovar o lançamento de uma nova criptomoeda, conhecida como Luna 2.0, pouco após o desastre. O processo incluiu o lançamento de um novo token e o rebaixamento da “velha” moeda para o nome de Luna Classic, operando com o token LUNC.

Neste domingo (19), a nova LUNA é negociada por US$ 1,81, longe do preço recorde de US$ 19.54, segundo o portal CoinMarketCap. Já a velha LUNC tem o valor próximo do zero, aos US$ 0,00005.

Traduzido com autorização do Decrypt.com

VOCÊ PODE GOSTAR
Vitalik Buterin posa para foto na ETH Taipei 2024

Criador do Ethereum, Vitalik Buterin explica qual é o erro dos tokens de celebridades

O veterano do setor cripto criticou a captação de dinheiro pelas estrelas, afirmando que o hype pode ser aproveitado para fazer o bem
Imagem da matéria: Token Friend.tech cai 22% depois de críticas à saída da Base para uma nova blockchain

Token Friend.tech cai 22% depois de críticas à saída da Base para uma nova blockchain

As notícias sobre os planos da Friend.tech de lançar uma blockchain para projetos sociais descentralizados não foram bem recebidas
Letras que formam a sigla ETF próximas a uma moeda dourada de Bitcoin (BTC)

ETFs de Bitcoin à vista chegam a 15 dias seguidos de fluxo positivo

Esta é a segunda maior sequência positiva dos ETFs de Bitcoin à vista nos EUA, que segunda tiveram entrada de US$ 105 milhões
camisas das seleções da itália e Argentina

Socios.com lança colecionáveis que celebram o legado das seleções da Itália e Argentina

Para participar do ‘The Fabric of Champions’, os detentores de fan tokens podem bloquear seus ativos até 15 de julho