Imagem da matéria: Brasileiro revela como perdeu fortuna de R$ 15 milhões em Dogecoin (DOGE)
Glauber Contesso (Imagem: Reprodução/Instagram)

O investidor brasileiro Glauber Contessoto, conhecido após ficar milionário com a memecoin DOGE, resolveu contar em uma entrevista ao Decrypt como perdeu a fortuna de R$ 15 milhões que havia acumulado ao apostar na criptomoeda meme. 

Contessoto — que se autodenomina o “SlumDOGE Millionaire” e dirige o canal Dogecoin Millionaire no YouTube — apostou na Dogecoin depois que Elon Musk começou a incentivar o uso da criptomoeda e divulgá-la no Twitter em 2020. 

Publicidade

Depois de usar todas as suas economias e cartão de crédito para investir US$ 250 mil à criptomoeda, suas participações chegaram a US$ 3 milhões (cerca de R$ 15 milhões) em um momento — mas o “mãos de diamante” Contessoto, de 35 anos, se recusou a sacar o valor. 

Atualmente, com o Dogecoin (DOGE) caindo mais de 90% em relação à máxima histórica de maio de 2021 de US$ 0,73, o investidor que atualmente mora em Las Vegas viu o valor de suas participações cair para US$ 50 mil.

Contessoto até admitiu sua consternação na quarta-feira (23) no Twitter com a perda da fortuna. Mas ele diz que ainda tem fé.

“O DOGE definitivamente se tornará o dinheiro no Twitter”, disse Contessoto ao Decrypt. “Eu realmente acredito nisso.”

Talvez o investidor tenha um ponto: o DOGE foi criado como uma piada, mas o novo proprietário excêntrico do Twitter há muito tempo fala — às vezes seriamente — sobre como a memecoin se tornará a criptomoeda de escolha para pagamentos. 

Publicidade

E Musk pode estar trabalhando para integrá-la ao Twitter após notícias publicadas no início deste ano, a plataforma de mídia social estava trabalhando em um produto de uma forma que fosse integrada aos pagamentos com criptoativos.

“Faria sentido que fosse um método de pagamento na X”, disse ele, usando o novo nome de Musk para a plataforma.

Especulação

Por enquanto, porém, o ativo — a nona maior criptomoeda com um valor de mercado de US$9 bilhões — é amplamente especulativo: seu preço historicamente subiu e desceu em grande parte por conta do que Musk diz, e as pessoas muitas vezes se envolvem com a esperança de ficarem ricas rapidamente. 

Apesar de ver o seu investimento despencar, Contessoto é uma dessas pessoas.

“Doge vai para US$ 1 na próxima corrida de alta”, disse ele. “Tenho certeza disso.”

“Os mercados de criptomoedas são cíclicos”, acrescentou. “Eu entrei nisso entendendo esse conceito, eu apenas calculei mal o quão baixo nós realmente iríamos.”

Publicidade

Da próxima vez, disse ele, ele vai vender uma parte do que ganhar — mas não necessariamente todos seus DOGEs. “Nós [a comunidade DOGE] estávamos sempre ganhando alguns dólares”, acrescentou. “Quero introduzir hábitos mais saudáveis como investidor de criptoativos e obter lucros é um deles — sem perder o respeito.”

Promoção de golpe com criptomoeda

Uma reportagem do Portal do Bitcoin publicada em julho, no entanto, mostra que Contessoto promoveu um projeto de criptomoedas que foi acusado de ser um golpe pelo famoso detetive blockchain ZachXBT, conhecido por desmascarar fraudes no setor cripto.

Trata-se da BitPad, um projeto que se descrevia como um “divisor de águas no ecossistema BRC20”, atuando como um marketplace de tokens criados na blockchain do Bitcoin e uma ponte entre outras redes.

Em um perfil do Twitter – agora deletado -, a BitPad havia anunciado Glauber como seu conselheiro, responsável por realizar parcerias estratégicas para o projeto. 

Portanto, o brasileiro que ficou famoso no mercado por ficar milionário com Dogecoin — chegando a sair no The New York Times por conta disso — deixou sua imagem associada ao que mais tarde viria a se revelar um golpe.

Publicidade
ProTheDoge era o conselheiro da BitPad (Fonte: Twitter)

Até o momento, nem Glauber Contessoto ou Borovik se manifestaram sobre suas associações com a BitPad. O Portal do Bitcoin entrou em contato com Contessoto, mas não teve retorno .

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

Fabrício Tota, diretor do MB, discutiu no Ethereum Rio como empresas podem tirar o máximo proveito da tecnologia blockchain através da tokenização
Arte digital mostra mãos operando um celular que projeta moedas

Como declarar tokens de utilidade no Imposto de Renda 2024?

Entenda como declarar os utility tokens, ativos que dão acesso a serviços específicos
Imagem da matéria: Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Evento Ethereum Rio ocorre entre os dias 13 e 15 de maio no Porto Maravalley, Rio de Janeiro
Donald Trump ex-presidente dos EUA

Donald Trump recebe compradores de seus NFTs em jantar de luxo

O ex-presidente resolveu aproveitar o dia de folga do Tribunal de Nova York para receber os apoiadores no resort de luxo Mar-a-Lago