Glauber Contessoto milionário dogecoin fala no YouTube
Reprodução/Youtube

O brasileiro Glauber Contessoto, mais conhecido nas redes sociais por seu apelido ProTheDoge após ficar milionário com a memecoin DOGE, promoveu um projeto de criptomoedas que foi acusado de ser um golpe nesta sexta-feira (7) pelo famoso detetive blockchain ZachXBT, conhecido por desmascarar fraudes no setor cripto.

Trata-se da BitPad, um projeto que se descrevia como um “divisor de águas no ecossistema BRC20”, atuando como um marketplace de tokens criados na blockchain do Bitcoin e uma ponte entre outras redes.

Publicidade

Em um perfil do Twitter – agora deletado -, a BitPad havia anunciado Glauber como seu conselheiro, responsável por realizar parcerias estratégicas para o projeto. 

Portanto, o brasileiro que ficou famoso no mercado por ficar milionário com Dogecoinchegando a sair no The New York Times por conta disso — deixou sua imagem associada ao que mais tarde viria a se revelar um golpe.

ProTheDoge era o conselheiro da BitPad (Fonte: Twitter)

Farsa revelada

Nesta sexta-feira (7), o investigador ZachXBT revelou que os criadores do BitPad haviam aplicado um rug pull na comunidade. 

Neste golpe conhecido como “puxão de tapete”, desenvolvedores de um projeto vendem sua criação como algo legítimo para persuadir investidores a comprarem seus tokens ou NFTs. Após faturar com as valorizações momentâneas, a equipe some do mapa sem entregar o prometido e deixando no prejuízo o resto dos investidores que acreditaram no projeto.

“Outro rug BitPad promovido por Borovik e ProTheDoge acabou de aplicar um exit scam de seis dígitos”, escreveu ZachXBT, indicando que o prejuízo deixando pelo golpe pode ter sido superior a US$ 100 mil. “Desde então, ambos [influencers] deletaram silenciosamente seus tweets pagos”, denunciou.

Publicidade

Pouco antes, na madrugada desta sexta-feira, a empresa de auditoria blockchain Vital Block foi a primeira a expor o golpe no Twitter.

“Este é um anúncio oficial de que a BitPad aplicou um golpe de pré-venda antes do lançamento. Nós investigamos a ação e descobrimos que é verdade. Também encaminhamos seus detalhes para as autoridades. Todo mundo deve se afastar [do projeto]”, aconselhou o perfil.

Até o momento, nem Glauber Contessoto ou Borovik se manifestaram sobre suas associações com a BitPad. O Portal do Bitcoin entrou em contato com Contessoto, mas não teve retorno até o momento da publicação desta reportagem.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: SEC processa Silvergate por "declarações enganosas" após colapso da FTX

SEC processa Silvergate por “declarações enganosas” após colapso da FTX

O banco Silvergate, agora fechado, e três ex-executivos foram acusados de violações de valores mobiliários pela SEC. Entenda o motivo.
Bolo de dólares em cima de outras notas

PF da Argentina prende família que lavava dinheiro de contrabando e jogos de azar com USDT

Com o filho preso e a esposa indiciada, o líder da quadrilha, Fabián Di Julio, o “El Gordo”, se entregou na última quarta-feira
moeda de bitcoin ao lado de celular com logo da mt gox

Despejo da Mt. Gox ameaça muito mais o Bitcoin Cash do que o Bitcoin, diz analista

Ao todo, os clientes da Mt. Gox terão para receber US$ 9,5 bilhões em Bitcoin e US$ 73 milhões em Bitcoin Cash
Imagem da matéria: Dificuldade de mineração do Bitcoin cai 7,8%, maior recuo desde o colapso da FTX

Dificuldade de mineração do Bitcoin cai 7,8%, maior recuo desde o colapso da FTX

O recuo substancial do preço do Bitcoin desde março prejudicou a renda do setor de mineração em geral