Imagem da matéria: Binance anuncia novos pares com TUSD em meio à perda de paridade da stablecoin
Shutterstock

A Binance anunciou nesta quinta-feira (29) a listagem de dois novos pares com a stablecoin TrueUSD (TUSD). Os pares envolvem as criptomoedas Bitcoin Cash (BCH) e Conflux (CFX) — ocorrendo em meio a incertezas do mercado sobre a paridade do TUSD com o dólar norte-americano e o crescente interesse sobre o BCH.

Os pares BCH/TUSD e CFX/TUSD estarão disponíveis para negociação no mercado à vista, a partir das 5h da manhã de sexta-feira (30) e serão beneficiados com a remoção total de taxas para ordens do tipo maker.

Publicidade

Ordens do tipo maker são operações de trade que acrescentam liquidez ao livro de ofertas de um determinado par e não são executadas imediatamente. Quando o trader envia uma ordem de compra com um preço menor da ordem com mais prioridade; ou uma ordem de venda superior ao menor preço de venda disponível.

TUSD perde paridade com o dólar

A stablecoin TrueUSD (TUSD), massivamente adotada pela Binance nas últimas semanas, perdeu sua paridade com o dólar norte-americano na quarta-feira, cotada em uma mínima que chegou a US$ 0,80 na BinanceUS.

O valor mais baixo (US$ 0,80) foi atingido à 01h da manhã de quarta, algumas horas após perder a paridade (20h da terça-feira) — e se manteve abaixo do valor de um dólar por mais de 12 horas no par TUSD/USDT da BinanceUS.

Uma reportagem da Decrypt apontou o fato da equipe por trás da moeda ignorou a perda de paridade em suas comunicações, ao mesmo tempo que comemorava o aumento de volume de negociação da moeda.

Publicidade

Dessislava Aubert, analista sênior da empresa de pesquisa de mercado Kaiko, disse ao Decrypt que o aumento do volume se deve muito às negociações do par Bitcoin-TUSD e ao suporte recente recebido da Binance, que introduziu taxas zero para negociação em pares de Bitcoin e TUSD especificamente no dia 22 de junho.

Após meses de forte alta em sua capitalização, TUSD possui cerca de US$ 3 bilhões de valor de mercado. Seu crescimento ocorreu com a adoção de grandes corretoras, entre elas a Binance, que tem constantemente listado novos pares de criptomoedas contra o TrueUSD.

Parte destas listagens muitas vezes estão sincronizadas com remoções de pares com a stablecoin nativa da corretora, o BinanceUSD (BUSD), classificado como um criptoativo não-registrado pela Comissão de Valores Mobiliários (SEC) dos Estados Unidos, em processo contra a exchange cripto.

O jornalista chinês Colin Wu estima que a perda de paridade pode estar relacionada com a saída da moeda do programa MAV de mineração da Binance. O que possivelmente ocasionou no aumento dos juros de empréstimos e depósitos na plataforma de liquidez com criptomoedas, Aave (AAVE).

Publicidade

Segundo reportado por Wu, os juros para empréstimos com TUSD chegaram a 54%; enquanto os juros para depósitos chegaram a 42%. Ambos valores muito superiores à média de mercado para outras moedas, principalmente stablecoins.

Uma reportagem sobre o caso no potal BeInCrypto também estima que o evento de perda de paridade do TUSD possa ter sido motivado por uma auditoria de baixa credibilidade sobre suas reservas.

“A stablecoin divulgou o relatório de seu contador independente auditado pela ‘The Network Firm”, diz a reportagem. “Mas a comunidade descobriu que o auditor da FTX, Armanino, renomeou-se para ‘The Network Firm’ após o colapso. Como a TUSD usou o mesmo auditor, está recebendo reação da comunidade.”

Portal do Bitcoin reportou, em 03 de maio, uma movimentação suspeita da TrueUSD, com a queima US$ 405 milhões em TUSD, após lançamento da SUI (com alta de preço da moeda).

Existem rumores não comprovados de que a moeda seja propriedade de Justin Sun, criador da rede Tron (TRX) e cofundador da exchange Huobi. Sun está envolvido em uma série de polêmicas na indústria cripto.

Publicidade

Segundo a reportagem da Decrypt na quarta-feira (28), TUSD perdeu mais de US$ 100 milhões de capitalização na sequência dos eventos de perda de paridade; sendo que US$ 74 milhões foram ocasionados por uma venda massiva na Rede Tron.

VOCÊ PODE GOSTAR
Arte digital mostra mãos operando um celular que projeta moedas

O que é restaking? Tendência polêmica do Ethereum agora é mercado de US$ 8 bilhões 

Protocolos de restaking que permitem gerar nova liquidez com tokens já travados na rede são vistos como “risco sistêmico” por Vitalik Buterin, criador do Ethereum
Imagem da matéria: Entenda os planos do governo para mudar a tributação de criptomoedas no Brasil

Entenda os planos do governo para mudar a tributação de criptomoedas no Brasil

Caso a lei seja aprovada, os ganhos com criptomoedas serão tributados por meio do sistema de alíquota de renda variável
moedas diversas caindo do céu

Binance lista duas criptomoedas que vão distribuir milhões em airdrop

As listagens de Ethena (ENA) e Wormhole (W) ocorrem entre hoje e amanhã; veja detalhes
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

ETF de Ethereum tem 50% de chance de ser aprovado em maio, diz JP Morgan

O gigante bancário é o último a reduzir suas expectativas em relação à revisão das propostas da SEC para oferecer fundos vinculados ao preço do ETH