Imagem da matéria: Endereço desconhecido queima US$ 405 milhões em TUSD e levanta suspeitas
Foto: Shutterstock

Na tarde desta quarta-feira (3) um endereço desconhecido na Rede Tron queimou 405 milhões TUSD, identificou a página de alerta de movimentações em blockchain Whale Alert. A quantia queimada equivale a 16,2% da reserva total de US$ 2,51 bilhões de TrueUSD, informada na Chainlink.

Tudo começou às 11h40 da manhã desta quarta-feira (3), com quatro recebimentos idênticos de pouco menos de 50 milhões TUSD e um recebimento de 30 milhões TUSD, originados da carteira da Binance em um intervalo de 20 minutos entre a primeira e a última transação, Totalizando 230 milhões TUSD recebidos de uma carteira atrelada a Binance.

Publicidade

Cerca 20 minutos depois, o “endereço desconhecido” recebeu mais oito transações idênticas de 20 milhões TUSD e um recebimento de 15,5 milhões TUSD, para um total de US$ 175,5 milhões que, somados com os recebimentos anteriores, totalizam os US$ 405 milhões queimados.

A queima de tokens na blockchain normalmente ocorre com o envio dos criptoativos para um endereço que, supostamente, não pode realizar transações, pois é um endereço “inválido” — que não possui uma chave privada capaz de assinar as transações protegidas por criptografia.

TUSD na Binance e o lançamento do SUI

O evento aconteceu algumas horas após o lançamento do novo projeto blockchain para Web3 criado por ex-desenvolvedores da Meta (Facebook): Sui Network.

A rede principal da Sui foi ativada nesta manhã e a Binance realizou a listagem do token em diversos pares, incluindo o par com a stablecoin TUSD. Antes disso, era possível fazer o staking de TUSD ou BNB na corretora de Changpeng Zhao, para participar da distribuição inicial do SUI.

Publicidade

Saiba mais: Token SUI sobe 50% com listagem em corretora coreana, mas cai 70% após entrar na Binance

O site Blockworks reportou na terça-feira (2) a injeção de liquidez de cerca de US$ 200 milhões em TUSD no par USDT. Isso tornou a dupla o par mais líquido da corretora. A injeção de liquidez ocorreu concomitante ao “depeg” do TUSD, sendo negociado US$ 0,20 acima do valor estável de US$ 1.

No site e na página de Twitter oficial do projeto, a equipe descreve o TrueUSD como “a stablecoin mais transparente do mercado”, mas até o momento não houve nenhum comunicado oficial sobre a movimentação não usual de queima vista nesta manhã.

A última atividade no Twitter do TrueUSD é uma resposta em negação à acusação do analista Adam Cochram sobre uma suposta aquisição do projeto por Justin Sun, criador da Tron. A resposta também informa que eles tomarão medidas legais contra a suposta difamação.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Itaú passa a permitir compra e venda de Bitcoin e Ethereum para todos os clientes íon

Itaú passa a permitir compra e venda de Bitcoin e Ethereum para todos os clientes íon

Um dos pontos ressaltados pelo Itaú é que o banco oferece custódia própria de criptoativos, em tecnologia desenvolvida internamente
Kabosu, a cachorrinha Shiba Inu que inspirou a Dogecoin

Desculpem fãs da Dogecoin: plano de pagamentos do Twitter não inclui criptomoedas

O apoiador da Dogecoin, Elon Musk, está trabalhando para o lançamento de um serviço de pagamentos no Twitter que supostamente não inclui cripto por enquanto
Imagem da matéria: Empresa cripto Bakkt está considerando uma potencial venda ou desmembramento, diz site

Empresa cripto Bakkt está considerando uma potencial venda ou desmembramento, diz site

A Bakkt recorreu à ajuda de um consultor financeiro para tomar a decisão, embora ainda não tenha definido o seu próximo passo
Imagem da matéria: Escritório de advocacia Mattos Filho ingressa na ABcripto

Escritório de advocacia Mattos Filho ingressa na ABcripto

“Um dos principais desafios é a criação de um arcabouço regulatório que estabeleça segurança jurídica para a indústria”, afirma escritório