Imagem da matéria: TUSD tem volatilidade na BinanceUS e perde paridade com o dólar
Shutterstock

A stablecoin TrueUSD (TUSD), massivamente adotada pela Binance nas últimas semanas, perdeu sua paridade com o dólar norte-americano, cotada em uma mínima que chegou a US$ 0,80 na BinanceUS nesta quarta-feira (28). No momento de redação, TUSD é negociado por US$ 0,90 contra a stablecoin da Tether (USDT) na plataforma.

O valor mais baixo (US$ 0,80) foi atingido à 01h da manhã de quarta, algumas horas após perder a paridade (20h da terça-feira) — e já se mantém abaixo do valor de um dólar por mais de 12 horas no par TUSD/USDT da BinanceUS.

Publicidade
TUSD/USDT: BinanceUS (Reprodução em 28 de junho de 2023, 09:10am)

TrueUSD existe desde 2018, mas apenas ultrapassou o um bilhão em capitalização de mercado durante a “bullrun” em abril de 2021. Após perder mais da metade de seu valor em 2022, ganhou mais relevância no início deste ano.

Após meses de forte alta em sua capitalização, TUSD possui cerca de US$ 3 bilhões de valor de mercado. Seu crescimento ocorreu com a adoção de grandes corretoras, entre elas a Binance, que tem constantemente listado novos pares de criptomoedas contra o TrueUSD.

Parte destas listagens muitas vezes estão sincronizadas com remoções de pares com a stablecoin nativa da corretora, o BinanceUSD (BUSD), classificado como um criptoativo não-registrado pela Comissão de Valores Mobiliários (SEC) dos Estados Unidos, em processo contra a exchange cripto.

O jornalista chinês Colin Wu estima que a perda de paridade pode estar relacionada com a saída da moeda do programa MAV de mineração da Binance. O que possivelmente ocasionou no aumento dos juros de empréstimos e depósitos na plataforma de liquidez com criptomoedas, Aave (AAVE).

Publicidade

Segundo reportado por Wu, os juros para empréstimos com TUSD chegaram a 54%; enquanto os juros para depósitos chegaram a 42%. Ambos valores muito superiores à média de mercado para outras moedas, principalmente stablecoins.

Uma reportagem sobre o caso no potal BeInCrypto também estima que o evento de perda de paridade do TUSD possa ter sido motivado por uma auditoria de baixa credibilidade sobre suas reservas.

“A stablecoin divulgou o relatório de seu contador independente auditado pela ‘The Network Firm”, diz a reportagem. “Mas a comunidade descobriu que o auditor da FTX, Armanino, renomeou-se para ‘The Network Firm’ após o colapso. Como a TUSD usou o mesmo auditor, está recebendo reação da comunidade.”

O Portal do Bitcoin reportou, em 03 de maio, uma movimentação suspeita da TrueUSD, com a queima US$ 405 milhões em TUSD, após lançamento da SUI (com alta de preço da moeda).

Publicidade

Existem rumores não comprovados de que a moeda seja propriedade de Justin Sun, criador da rede Tron (TRX) e cofundador da exchange Huobi. Sun está envolvido em uma série de polêmicas na indústria cripto.

VOCÊ PODE GOSTAR
Tigran Gambaryan, chefe de compliance da Binance, posa para foto

Executivo da Binance preso na Nigéria vai parar no hospital após desmaiar em julgamento

O executivo da Binance Tigran Gambaryan passou mal durante seu julgamento na Nigéria e precisou ser hospitalizado
Imagem da matéria: CEO da Grayscale deixa cargo: "Momento certo para transição"

CEO da Grayscale deixa cargo: “Momento certo para transição”

A Grayscale, uma das maiores gestoras de criptomoedas do mundo, anunciou que Michael Sonnenshein está deixando o cargo de CEO
Sheik das criptomoedas Francisley Valdevino

Sheik das Criptomoedas usou “Banco do Crime” para lavar R$ 600 mil da pirâmide Rental Coins

Autoridades apontam a Cash Back como um dos maiores esquemas de lavagem de dinheiro em São Paulo
Sunny Pires surfando

Surfista brasileiro recebe patrocínio em criptomoedas de comunidade web3

Sunny Pires, de 18 anos, embarca neste mês em expedição à Nicarágua com apoio da comunidade web3 Nouns