Cauda de baleia sob um mar de moedas de bitcoin
Shutterstock

Uma baleia de Bitcoin “acordou” após seis anos de inatividade e movimentou US$ 82 milhões (cerca de R$ 415 milhões) em BTC. Segundo dados na plataforma de blockchain da Arkham Intelligence, a transferência de 2.995 BTC foi feita na tarde da última segunda-feira (9).

Dados mostram que a carteira “17TZNT…” enviou os bitcoins para dois endereços distintos, porém do mesmo padrão “bc1”, como mostra a imagem da plataforma. Para o endereço  “bc1q5…” foi enviado 2,495 BTC e para o “bc1qw…” 500 BTC.

Publicidade
Fonte: Arkaham

Segundo dados na plataforma, a última movimentação da baleia até então tinha ocorrido dia 02 de setembro de 2017, quando realizou duas transferências, de 2995.1178287 BTC e 500 BTC, totalizando 3.200 BTCs. Na época, 1 BTC valia US$ 4,5 mil.

Movimentação de baleias de Bitcoin

As baleias adormecidas de Bitcoin são investidores que acumulam enormes quantidades de BTC (pelo menos 1.000 bitcoins) e não movimentam as criptomoedas por anos, o que os faz estarem dentro de um grupo chamado “hodlers” no mercado cripto.

“Hodler” e “Holder” são termos com o mesmo sentido, mas no mercado cripto eles se diferenciam. Enquanto o investidor de longo prazo é chamado de holder, os “hodlers” têm em mente manter sempre seus bitcoins independente do preço.

VOCÊ PODE GOSTAR
Craig Wright afirma ser o criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto

Craig Wright admite não ser Satoshi Nakamoto, o criador do Bitcoin

Um tribunal do Reino Unido ordenou que Wright declare publicamente que não é o criador do Bitcoin e do white paper do projeto
Donald Trump é fotografado em comício nos EUA

Trump quase baniu o Bitcoin em 2020, mas uma pessoa o impediu

“Trump não acredita em nada além de si mesmo”, disse o executivo da Block Inc., Mike Brock
Imagem da matéria: Alemanha continua vendendo Bitcoin e reserva cai de US$ 3 bi para US$ 223 milhões

Alemanha continua vendendo Bitcoin e reserva cai de US$ 3 bi para US$ 223 milhões

A 10x Research afirma que a pressão de venda do governo alemão está diminuindo e que o Bitcoin parece tecnicamente sobrevendido
CEO da Messari Ryan Selkis

CEO da Messari renuncia após apoio extremista a Trump gerar reações negativas

Ryan Selkis disse a um usuário não americano do Crypto Twitter que ele deveria ser deportado do país por suas “visões esquerdistas”