Imagem da matéria: Wall Street Teme que Contratos Futuros de Bitcoin Desestabilizem a Economia
Foto: Shutterstock

Wall Street não está feliz com um mercado de futuros de criptomoedas que poderá ser aberto antes do natal deste ano, e alguns dos maiores nomes do setor expressam suas preocupações.

Wall Street exige uma regulamentação para separar criptos

“Esta carta é para solicitar que a Comissão de Negociação de Contratos  [CFTC] exija que qualquer organização de compensação que deseje liquidar qualquer criptomoeda ou derivado, que o faça em um sistema de compensação separado e isolado de outros produtos”, escreveu o presidente do Interactive Brokers (IB), Thomas Peterffy.

Publicidade

O IB é um dos principais fornecedores de derivativos e serviços de compensação de Wall Street. A carta foi publicada em 14 de novembro de 2017 como uma propaganda no Wall Street Journal.

Relatórios amplamente divulgados mostram a bolsa de Chicago lançando futuros de bitcoin dentro de algumas semanas do final deste ano. A notícia foi recebida com um otimismo cauteloso entre usuários de bitcoin, mas, evidentemente, nem todos na indústria tradicional estão animados com os contratos futuros.

A propaganda ocupava uma página inteiro no jornal e apontou para o presidente da CFTC, J. Christopher Giancarlo, advertindo nada menos de que o destino dos mercados de capitais está em jogo. O Sr. Peterffy disse que era melhor isolar os futuros de bitcoin em vez de arriscar a possibilidade de “desestabilizar a economia real”.

A CFTC supervisiona derivativos e futuros, e é o regulador natural, em última instância, dos contratos futuros de criptomoedas.

Criptomoedas ainda não estão maduras

A carta continua, se a CME juntar as criptomoedas com outros produtos, então um grande movimento no preço das criptomoedas que desestabiliza os responsáveis pela liquidação, desestabilizará a própria organização de compensação e sua capacidade de satisfazer sua obrigação fundamental de pagar os vencedores e coletar dos perdedores sobre os outros produtos na mesma bancada”.

Publicidade

“Criptomoedas não tem um mercado subjacente maduro, regulamentado e testado”, o Peterffy continuou. “Os produtos e seus mercados existem há menos de 10 anos e têm pouca ou nenhuma relação com qualquer circunstância econômica ou realidade no mundo”.

Indubitavelmente, aqui o magnata dos derivativos se refere ao alto e ao baixo, e mais rápido, do preço do bitcoin. Para muitos tradicionais, tal volatilidade viola quase todas as precedências históricas, não importa a tecnologia ou outros debates sobre criptomoedas.

Leia Também: CME Group Planeja Impor Limites na Volatilidade da Negociação de Futuros de Bitcoin

 

BitcoinTrade

Compre e venda Bitcoin na primeira e única corretora de Bitcoin do Brasil com certificação PCI DSS nível 2, que atende aos requisitos máximos de segurança nas transações. Acesse: https://www.bitcointrade.com.br/

VOCÊ PODE GOSTAR
Jerome Powell, presidente do Fed, mostrado em tela de computador

O que o discurso do presidente do Federal Reserve hoje significa para o Bitcoin?

“Acreditamos que o fundo do poço ficou para trás ou muito próximo e recomendamos aumentar a exposição à medida que o Bitcoin ganha impulso”, disse um analista
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Manhã Cripto: Trump vai participar da maior conferência de Bitcoin do mundo

Donald Trump estará na Bitcoin Conference 2024, que acontece em Nashville no final deste mês
Mineração

Queda do Bitcoin faz com que apenas 6 máquinas de mineração continuem lucrativas

Com um custo de US$ 0.08 kWh, apenas as máquinas ASIC com eficiência de 23 W/T permanecem minerando Bitcoin com lucro
Imagem da matéria: Ethereum (ETH) deve passar de US$ 5 mil com estreia dos ETFs, diz Bitwise

Ethereum (ETH) deve passar de US$ 5 mil com estreia dos ETFs, diz Bitwise

Firma de investimentos entende que a alta do ether terá três motores principais; confira abaixo