Imagem mostra alta em um gráfico
Shutterstock

O rali das criptomoedas diminuiu nesta semana, com Chainlink, XRP, XLM (Stellar) e TRX (Tron) sendo as únicas moedas que registraram ganhos notáveis nos últimos sete dias.

Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) chegaram ao fim de semana com valores ligeiramente mais baixos do que na semana passada.

Publicidade

O Bitcoin caiu 1,5% para o preço atual de US$ 29.869, de acordo com o CoinGecko. Enquanto isso, a segunda criptomoeda mais popular do mundo, o ETH, teve uma queda de 2,5% e está sendo negociada a US$ 1.888 no momento da escrita.

As maiores quedas entre as principais moedas nesta semana foram do Solana (SOL), que caiu 9,8% para US$ 25,68, e do Avalanche (AVAX), que perdeu 8,1% e está valendo US$ 13,77.

Alguns altcoins se valorizaram; notavelmente, a Toncoin (TON) cresceu 8,3% e agora vale US$ 1,46; a Stellar (XLM) teve um aumento impressionante de 23% e está sendo negociado a US$ 0,163126; e a Chainlink (LINK) teve uma alta de 15% e agora vale US$ 7,98.

O rali do Chainlink começou na segunda-feira com o lançamento do seu Protocolo de Interoperabilidade Cross-Chain (CCIP) em sua mainnet. O protocolo atualmente suporta as redes Avalanche, Ethereum, Optimism e Polygon. Ele também está integrado aos protocolos de empréstimos DeFi Aave e Synthetix. O Chainlink afirma que serve como uma ponte para instituições financeiras tradicionais (TradFi) ingressarem em ativos digitais tokenizados.

Publicidade

G20 e o impacto nas criptomoedas

Na segunda-feira, o G20, órgão de supervisão financeira, emitiu nove recomendações para reguladores sobre a supervisão de empresas e mercados de criptomoedas. Também foram emitidas recomendações revisadas sobre a supervisão de stablecoins.

As recomendações têm o objetivo de evitar crashes na escala de FTX e Terra e incorporam sugestões da consulta pública do FSB sobre o assunto, incluindo chamadas para cooperação transfronteiriça entre reguladores, requisitos de governança para emissores de criptomoedas e divulgações obrigatórias para a indústria.

No dia seguinte, a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) aceitou a proposta do Bitcoin Spot ETF da Valkyrie para revisão oficial. Esta é a segunda proposta de ETF spot que avança para a próxima fase, após a proposta do gigante gestor de ativos BlackRock em 13 de julho.

Na quarta-feira, a operadora de bolsa Nasdaq anunciou que está adiando os planos de lançar um serviço de custódia de ativos digitais. A CEO da Nasdaq, Adena Friedman, afirmou: “Considerando o ambiente de negócios e regulatório em constante mudança nos EUA, tomamos a decisão de interromper nosso lançamento do negócio de custódia de ativos digitais nos EUA e nossos esforços relacionados para obter uma licença relevante.”

Publicidade

Ela acrescentou que a empresa continuará comprometida em apoiar a evolução do ecossistema de ativos digitais.

Neste mesmo dia, um grupo bipartidário de senadores apresentou um projeto de lei que exigiria que serviços financeiros descentralizados (DeFi) cumprissem as mesmas regras de conformidade que empresas financeiras como bancos e exchanges centralizadas de criptomoedas, numa tentativa de conter “criminosos, traficantes de drogas e atores hostis do Estado, como a Coreia do Norte.”

Na quinta-feira, o Tesouro do Reino Unido rejeitou a recomendação do Comitê do Tesouro da Câmara dos Comuns de classificar a negociação de criptomoedas como jogo, afirmando que “discorda firmemente” dessa classificação.

Por fim, na sexta-feira, legisladores republicanos em Washington apresentaram um projeto de lei de 212 páginas intitulado Lei de Inovação Financeira e Tecnologia para o Século XXI. O projeto de lei tem o objetivo de trazer clareza e um “quadro regulatório muito necessário”.

A lei inclui um caminho para que blockchains sejam certificadas como descentralizadas. A SEC teria a oportunidade de contestar as alegações feitas pelos emissores de tokens de que seus projetos atendem ao padrão descrito na lei. O projeto de lei também busca estabelecer um regime de divulgação para a transparência e conformidade de emissores de ativos digitais.

*Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Tela de computador com logotipo da Binance e lente de aumento

Binance aumenta capital da B Fintech em 37.300%, indo de R$ 50 mil para R$ 18,7 milhões

B Fintech é o nome da Binance nos registros empresariais do Brasil
Jerome Powell, presidente do Fed, mostrado em tela de computador

O que o discurso do presidente do Federal Reserve hoje significa para o Bitcoin?

“Acreditamos que o fundo do poço ficou para trás ou muito próximo e recomendamos aumentar a exposição à medida que o Bitcoin ganha impulso”, disse um analista
Imagem da matéria: Justiça torna sócios da gestora cripto Titanium réus por crimes financeiros

Justiça torna sócios da gestora cripto Titanium réus por crimes financeiros

Juiz aceitou a denúncia do Ministério Público contra os sócios da Titanium e da Sbaraini, além de mais sete pessoas, por investigações da Operação Ouranós
Imagem da matéria: Alemanha termina de vender US$ 3,4 bilhões em Bitcoin

Alemanha termina de vender US$ 3,4 bilhões em Bitcoin

O governo alemão esvaziou suas carteiras Bitcoin depois de enviar bilhões para corretoras e formadores de mercado nos últimos dias