Imagem da matéria: Porsche, BMW, Amarok: quais os carros da Unick Forex que serão leiloados pela Justiça
Foto: Shutterstock

A Justiça Federal de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, marcou para os dias 18 e 24 de agosto um leilão com 8 veículos apreendidos na Operação Lamanai, ação da Polícia Federal (PF) contra a Unick Forex que ocorreu em outubro do ano passado. A empresa de investimentos com sede em São Leopoldo operava um esquema de pirâmide financeira que lesou milhares de pessoas.

De acordo com o site da leiloeira oficial Joyce Ribeiro, o leilão da 7ª Vara Federal de Porto Alegre vai oferecer para arremate oito carros. Dentre eles está um Porsche Panamera Turbo ano 2011/2012, avaliado em R$ 373 mil, cujo lance mínimo é de R$ 298,400.

Publicidade

Um BMW X6 ano 2014 e duas caminhonetes Amarok também chamam atenção pelo valor pelo arremate; R$ 224,5 mil para BMW e R$ 168 mil e R$ 155 para os utilitários. Conforme edital, o leilão será feito “na modalidade eletrônica dos bens constritos nos autos da Alienação Judicial Criminal supramencionada”.

Segundo o Gaúcha ZH, apenas uma parte dos veículos apreendidos dos líderes da Unick estão indo a leilão porque o processo movido pelo Ministério Público Federal foi desmembrado.

O valor deste lote foi avaliado em R$ 1,2 milhão, reportou o jornal. Contudo, todos os veículos apreendidos somam cerca de R$ 6 milhões. Os valores arrecadados vão para uma conta judicial especifica para ressarcir clientes.

Como funcionava a Unick Forex

A Unick Forex dizia operar no mercado Forex e de criptomoedas. Através de suas operações, a empresa prometia retornos de até 1,5% ao dia. Em março de 2018, a empresa sofreu a primeira retaliação por parte da CVM, mas continuou a operar normalmente.

Publicidade

No ano passado, a empresa tentou mudar o foco do esquema para despistar as autoridades com a troca de nome — de Unick Forex para Unick Academy. Nos meses houve milhares de reclamações.

No dia 17 de outubro daquele ano, a PF foi às ruas cumprir 10 mandados de prisão e 65 ordens de busca e apreensão. Durante a operação nove pessoa foram presas, dentre elas o líder Leidimar Lopes. O esquema de Lopes que chegou a afirmar que possuía R$ 1 bilhão em conta, pode ter dado um prejuízo de cerca de R$ 28 bilhões aos clientes.

Carros leiloados de casos de pirâmide

No início de abril deste ano, dos 33 carros que foram apreendidos em outro caso de pirâmide, da empresa de investimentos Indeal, apenas um foi vendido; um Mercedes-Benz GLC 250, modelo 2019, no valor de R$ 224.050,00 — R$ 4 mil a mais que o preço estipulado.

Duas semanas depois, os carros remanescentes foram novamente a eleição e nove foram arrematados num processo de arremate que perfez mais de R$ 1 milhão aos cofres da Justiça Federal.

Publicidade

No ano passado, a Justiça do Distrito Federal também autorizou um leilão de 16 carros de luxo apreendidos no caso da criptomoeda falsa ‘Kriptacoin’, uma pirâmide financeira criada pela empresa ‘Wall Street Corporate.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Usuários da 99Pay têm chaves PIX vazadas, alerta Banco Central

Usuários da 99Pay têm chaves PIX vazadas, alerta Banco Central

Também foram potencialmente expostos dados como nome do usuário, CPF com máscara, instituição de relacionamento, agência e número da conta
Imagem da matéria: Real completa 30 anos com desvalorização de mais de 40% no período

Real completa 30 anos com desvalorização de mais de 40% no período

Lançado em julho de 1994, o real já chegou a valer mais que o dólar quando havia paridade cambial