Imagem da matéria: Polêmico chefão de empresa cripto que faliu pede demissão: "Me tornei uma distração”
Alex Mashinsky (Foto: Divulgação Celsius)

Alex Mashinsky, o então CEO da falida empresa de empréstimos de criptomoedas Celsius Network, apresentou uma carta de renúncia ao Conselho de Administração da companhia nesta terça-feira (27), de acordo com um comunicado de um escritório de advocacia de Nova York.

“Eu decidi renunciar ao meu cargo como CEO da Celsius Network hoje”, disse Mashinky em nota. “Ainda assim, continuarei a manter meu foco em trabalhar para ajudar a comunidade a se unir em um plano que proporcionará o melhor resultado para todos os credores – que é o que tenho feito desde que a empresa entrou com pedido de falência”.

Publicidade

Em sua carta oficial, Mashinsky disse que lamentava o quanto sua presença havia se tornado uma “distração” como CEO da empresa.

“Lamento que meu papel continuado como CEO tenha se tornado uma distração crescente e sinto muito pelas difíceis circunstâncias financeiras que os membros de nossa comunidade estão enfrentando”, acrescentou.

A culpa do CEO no fracasso da Celsius

Mashinsky foi supostamente responsável por uma série de negociações ruins no início de 2022 que precipitaram a queda da credora de criptomoedas.

Em junho deste ano, a Celsius bloqueou repentinamente todas os saques, trocas e transferências de clientes da sua plataforma após entrar em uma grave crise de liquidez.

Publicidade

A ação da Celsius causou um efeito cascata no mercado à medida que o temor dos investidores crescia e os levava a tirar suas criptomoedas mantidas em outras empresas do setor, resultando numa crise de liquidez que atingiu nomes como Three Arrows CapitalBabel FinanceVoyagerFinblox, entre outros.

Alex Mashinsky é visto como o responsável por ter feito a Celsius chegar na situação catastrófica que impactou de forma negativa todo mercado cripto.

Em meio a crise, as manobras suspeitas por trás das operações da empresa vieram à tona. Mashinsky, por exemplo, deu a um trader – sem vínculo empregatício com a empresa – o controle total sobre uma carteira que armazenava US$ 1 bilhão em criptomoedas de clientes, com a qual ele tinha a carta branca para “brincar” em yield farming de projetos de finanças descentralizadas (DeFi) e tentar fazer o dinheiro render mais.

O CEO da Celsius obteve controle pessoal da estratégia de negociação da empresa antes de seu colapso. Mashinsky supostamente reuniu sua equipe de investimentos em janeiro para informá-la que ele iria assumir pessoalmente o controle da estratégia de negociação da empresa.

Publicidade

Uma pessoa com a qual o CEO supostamente entrou em conflito sobre quais negociações a Celsius deveria fazer e o envolvimento pessoal de Mashinsky nessas decisões era o diretor de investimentos da empresa, Frank van Etten.

“Ele pedia que traders negociassem bastante as ordens com base em péssimas informações”, disse ele ao Financial Times. “Ele estava movimentando altas quantias de bitcoin.”

Nessas operações, a Celsius supostamente sofreu enormes prejuízos que não informou aos clientes — apesar das declarações públicas de Mashinsky de que a credora não negociou ativos de usuários.

* Com informações do Decrypt.co.

Procurando uma corretora segura que não congele seus saques? No Mercado Bitcoin, você tem segurança e controle sobre seus ativos. Faça como nossos 3,8 milhões de clientes e abra já sua conta!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: STF autoriza extradição de belga preso no Brasil por operar pirâmide com criptomoedas

STF autoriza extradição de belga preso no Brasil por operar pirâmide com criptomoedas

De acordo com as investigações, a pirâmide criada pelo belga prejudicou milhares de investidores em diversos países europeus
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

Polícia Civil de SP pede prisão de donos da Braiscompany e mais dois funcionários

Antônio Neto Ais já está preso na Argentina, enquanto Fabrícia Campos está em liberdade condicional
javier milei presidente da argentina

Milei é criticado por propor regulação cripto: “Sofrerá as consequências de não entender o Bitcoin”

“Javier Milei cometeu grande erro. Ele nunca reservou um tempo para entender o Bitcoin e irá sofrer as consequências”, disse Max Keiser
Imagem da matéria: Toncoin (TON) valoriza  40% na semana e ameaça ultrapassar Dogecoin

Toncoin (TON) valoriza 40% na semana e ameaça ultrapassar Dogecoin

Uma possível IPO do Telegram contribuiu para o recente aumento no preço do TON, fortalecendo sua posição entre os maiores tokens do mercado