Imagem da matéria: Celsius trava saques de clientes e transfere mais de 100 mil ethers e 9 mil wBTC para corretora FTX
Foto: Shutterstock

Na noite de domingo (12), com os mercados de criptomoedas já em queda livre, a controversa empresa de empréstimos de cripto Celsius anunciou que estava pausando repentinamente todas as retiradas, trocas e transferências de clientes.

O jornalista Colin Wu identificou pela análise de blockchain que a Celsius fez transferências massivas de seus fundos nos últimos três dias.

Publicidade

Foram 104 mil ethers (cerca de US$ 129 milhões ) e 9,5 mil wrapped bitcoins (cerca US$ 228 milhões).

Comparações com Terra LUNA e Bitconnect

“Estamos tomando essa ação hoje para colocar a Celsius em uma posição melhor para honrar, ao longo do tempo, suas obrigações de retirada”, escreveu a empresa em um post no blog Medium.

“A ação necessária para o benefício de toda a nossa comunidade, a fim de estabilizar a liquidez e as operações enquanto tomamos medidas para preservar e proteger os ativos. Além disso, os clientes continuarão acumulando recompensas durante a pausa, de acordo com nosso compromisso com nossos clientes”.

O token CEL da empresa reagiu rapidamente, caindo 70% em uma hora de uma alta anterior de US$ 0,49 no domingo para US$ 0,15, de acordo com a CoinMarketCap.

Investidores de criptomoedas no Twitter fizeram comparações com o recente colapso do Terra, bem como com o infame esquema Ponzi de criptomoedas Bitconnect.

Publicidade

O resto do mercado de criptomoedas também não estava tendo um bom dia no domingo, quando a Celsius compartilhou suas notícias, embora nada se comparasse à queda dramática da CEL. Bitcoin caiu 9% no domingo no momento da redação, Ethereum caiu 9%, BNB caiu 9%, Cardano caiu 11%, Solana caiu 12% e Dogecoin caiu 9%.

Negócios de rendimentos diante de depósitos

A Celsius foi lançada em 2017 e oferece aos clientes alto rendimento para depósitos de criptomoedas, que empresta a outras empresas de criptomoedas. Compartilha esse modelo de negócios com BlockFi e Nexo, entre outros players.

No ano passado, muitos reguladores deixaram claro que veem esses produtos de empréstimo de criptomoedas de alto rendimento como ofertas de títulos não registrados; em setembro passado, quatro estados (Nova Jersey, Texas, Alabama e Kentucky) enviaram cartas de cessação e desistência à Celsius. Naquele mês, a Coinbase fechou seu próprio produto Lend planejado depois que a SEC ameaçou processar se fosse lançado

Mas em fevereiro deste ano, a Blockfi pagou US$ 100 milhões para fazer um acordo com a SEC e 32 estados e concordou em registrar adequadamente seus produtos de investimento para aprovação da SEC.

Publicidade

Celsius e Nexo ainda não anunciaram acordos ou planos semelhantes.

Em resposta às notícias de Celsius (e a comparações inevitáveis), o CEO da BlockFi, Zac Prince, twittou no final do domingo que todos os serviços BlockFi “continuam a operar normalmente”.

Alex Mashinsky, CEO da Celsius, permanede em silêncio no Twitter, tendo apenas compartilhado o post do blog da companhia.

*Traduzido com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Hacker com capuz sorri no escuro

“Fizemos besteira”: Gala Games confirma hack de R$ 1,2 bilhão

Um invasor usou um exploit para cunhar e roubar 5 bilhões de tokens da Gala Games (GALA)
Imagem da matéria: Caitlyn Jenner promove sua própria memecoin, mas comunidade suspeita de hackers

Caitlyn Jenner promove sua própria memecoin, mas comunidade suspeita de hackers

Memecoin de Caitlyn Jenner já vale quase US$ 30 milhões, mas o mercado ainda tem dúvidas sobre a veracidade do ativo
Imagem da matéria: MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

A plataforma de ativos digitais também promove campanha para recompensar trades realizados até 4 de junho
Imagem da matéria: Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Volume importado de criptomoedas mais que dobrou em abril em comparação com o mesmo período de 2023