Imagem da matéria: Ministério Público lança manual sobre como apreender criptomoedas 
Foto: Shutterstock

O Ministério Público Federal (MPF) lançou nesta terça-feira (14) o manual “Criptoativos: Persecução Patrimonial”, que passará a orientar a atuação de procuradores de todo o Brasil em investigações ligadas à cripto, principalmente as que envolvem apreensão de criptomoedas.

Antes de ser publicado nesta semana, o manual foi detalhado ponto a ponto em fevereiro a integrantes de várias instituições, como Câmara Criminal do MPF, Secretaria de Perícia, Pesquisa e Análise (Sppea/MPF), o Conselho Nacional de Justiça, a Polícia Federal e a Receita Federal.

Publicidade

O guia está organizado em três partes, com a primeira trazendo informações básicas necessárias à compreensão das discussões e orientações propostas. Esse segmento traz, por exemplo, explicações sobre o que é Bitcoin e como funciona a blockchain.

A segunda parte do manual se aprofunda nas orientações propriamente ditas, abordando investigações de crimes envolvendo criptoativos, como fazer busca, apreensão e alienação de ativos digitais, além de também abordar particularidades do meio DeFi e NFTs.

 A última parte do documento conta com modelos que podem ser utilizados por membros do MPF nos casos práticos em que a apreensão de criptomoedas é necessária.

“A compreensão deste roteiro de atuação dispensa conhecimento prévio sobre criptoativos, sendo, neste sentido, um roteiro a partir do zero. Todavia, este ainda é um roteiro de atuação, não é um curso sobre criptoativos ou Blockchain. Ele representa, portanto, uma recorte daquilo que importa à atuação do MPF nessa matéria. O mar de conhecimento com um palmo de profundidade, aqui, nada valeria. Em vez disso, o roteiro mergulha em locais estratégicos, na profundidade necessária”, diz trecho da introdução do manual.

Talvez você queira ler
Imagem da matéria: BRLA: Stablecoin atrelada ao real ganha chancela de auditoria independente

BRLA: Stablecoin atrelada ao real ganha chancela de auditoria independente

Com essa garantia de uma auditoria independente, a BRLA Digital quer expandir sua operação no Brasil.
Imagem da matéria: Segregação Patrimonial e a Agenda Legislativa de Criptoativos no Congresso Nacional | Opinião

Segregação Patrimonial e a Agenda Legislativa de Criptoativos no Congresso Nacional | Opinião

O deputado Aureo Ribeiro comenta a importância da segregação patrimonial pelas empresas de criptomoedas que atuam no país; projeto de lei que trata do assunto pode ser votado nesta semana na Câmara
Imagem da matéria: Associação de fintechs da Argentina envia para Milei proposta de regulação das criptomoedas

Associação de fintechs da Argentina envia para Milei proposta de regulação das criptomoedas

Proposta é que CVM local defina quais tokens são valores mobiliários e que algumas leis sejam mudadas para criação do marco regulatório
Imagem da matéria: Morre Charlie Munger, sócio de Warren Buffett que chamou Bitcoin de "veneno de rato"

Morre Charlie Munger, sócio de Warren Buffett que chamou Bitcoin de “veneno de rato”

Na última vez que falou sobre criptomoedas, Munger disse não se orgulhar dos EUA por não proibi-las como fez a China