Imagem da matéria: Mercado Bitcoin arrecada doações em criptomoeda para ajudar hospital contra o coronavírus
(Foto: Shutterstock)

A corretora de criptomoedas Mercado Bitcoin anunciou nesta sexta-feira (27) a criação de uma carteira pública para arrecadar doações em bitcoin para o Hospital de Cirurgia de Sergipe e apoiar a entidade na luta contra o coronavírus no Estado.

A meta é arrecadar dez bitcoins, que serão usados para ajudar na ampliação do setor de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), com a abertura de dez novos leitos. Por ser uma carteira pública, qualquer um pode ver quanto foi doado.

Publicidade

A instituição, que fica na capital Aracaju, é uma entidade filantrópica fundada em 1926 e que atende pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS). E precisa de ajuda para a ampliação de seus leitos de UTI para enfrentar a pandemia.

“Eles precisam ao menos de dez novos leitos de UTI para estar preparados. Certamente o vírus vai crescer no Estado e por isso estamos tentando fazer a nossa parte, ajudando neste momento delicado para todo o país”, explica Fabricio Tota, diretor do Mercado Bitcoin, em nota enviada à imprensa.

Balanço divulgado nesta sexta pelo Ministério da Saúde informa o registro de 3.417 casos confirmados de coronavírus no Brasil, com 92 pessoas mortas. Até o momento Sergipe contabiliza 16 casos.

O atual CEO da exchange, Reinaldo Rabelo, é natural de Aracaju e decidiu promover a campanha —mais comum em grandes centros urbanos— para ajudar a terra natal. Daí a escolha pelo local.

Publicidade

Convocação ao mercado

A própria corretora deu o pontapé inicial, destinando dois bitcoins à carteira pública. Ela se comprometeu também a divulgar em breve nas redes sociais o comprovante da doação. E convoca outros atores do mercado cripto e clientes a aderirem à campanha.

O endereço da carteira pública é 38zV1uySXgv4NLueuJxpXsf3sABR6VFBQs e qualquer empresa ou pessoa física que desejar contribuir, pode transferir a quantidade de bitcoins que desejar.

Caso a meta de dez bitcoins seja ultrapassada, o Mercado Bitcoin destinará as doações para outras instituições, que podem se inscrever para receber pelo e-mail [email protected]. As informações serão avaliadas pela equipe da exchange.

A exchange, considerada a maior da América Latina, conta com cerca de 1,9 milhão de clientes.

Outras exchanges mundo afora também promovem ações em prol de causas sociais. A Binance, considerada a maior corretora de criptomoedas do mundo, conta com uma divisão voltada a esse tema, a Binance Charity. No momento ela promove uma arrecadação em prol dos países mais afetados pelo coronavírus.

VOCÊ PODE GOSTAR
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Trump cobrará R$ 5 milhões de quem quiser dividir mesa com ele em evento de Bitcoin

Uma foto com Trump também custará caro aos participantes, indo de R$ 330 mil a R$ 550 mil
Moedas de bitcoin empilhadas em formato de torre

Alta do Bitcoin vai além de Trump e fundamentos mostram possível forte recuperação, diz analista

Beto Fernandes, analista da Foxbit, afirma que os próprios fundamentos do Bitcoin explicam a valorização e ressalta relação oferta e demanda
Imagem da matéria: Mt. Gox: relembre a ascensão e queda da exchange que vai distribuir bilhões em Bitcoin

Mt. Gox: relembre a ascensão e queda da exchange que vai distribuir bilhões em Bitcoin

Mais de uma década após a maior exchange de Bitcoin do mundo ser hackeada, os credores da Mt. Gox finalmente receberão seus reembolsos; aqui está o que aconteceu
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin sobe acima de US$ 58 mil à medida que ETFs voltam a atrair investidores

Manhã Cripto: Bitcoin sobe acima de US$ 58 mil à medida que ETFs voltam a atrair investidores

Os ETFs de Bitcoin à vista negociados nos EUA captaram US$ 654,3 milhões entre os dias 5 e 9 de julho