Imagem da matéria: Manhã Cripto: Fundador da FTX recorre de sentença de 25 anos e Bitcoin (BTC) estaciona em US$ 70 mil
Foto: Shutterstock

mercado de criptomoedas opera sem tendência definida nesta sexta-feira (12), apesar do fluxo negativo de fundos com exposição direta ao Bitcoin. Na Europa, os índices acionários avançam com apostas em cortes de juros, enquanto a moeda única despenca. Já os contratos futuros das bolsas de Nova York mostram pouca variação antes do início da temporada de balanços nos EUA.

Com a dificuldade de mineração em nível recorde antes do halving, o Bitcoin anda de lado, cotado a US$ 70.606,87, segundo dados do Coingecko.   

Publicidade

Em reais, o BTC também é negociado com estabilidade, a R$ 360.200,17, de acordo com o Índice do Preço do Bitcoin (IPB). 

Em meio à calmaria, os fundos de índice (ETFs) de Bitcoin à vista registraram saídas semanais de US$ 227,9 milhões até a última quinta-feira (11), com quase US$ 125 milhões retirados do fundo GBTC, de acordo com dados on-chain.

Ethereum (ETH) cai 1,9%, para US$ 3.512,56. 

Após o sucesso da Dencun, que barateou as transações nas redes de segunda camada do Ethereum, desenvolvedores da blockchain já trabalham na próxima atualização, a Pectra. O objetivo é realizar pequenas alterações do código e abrir caminho para uma mudança maior, segundo o CoinDesk.

A atualização após a Pectra incluirá as tão esperadas “verkle trees” – um novo tipo de sistema de dados para ajudar os nós do Ethereum a armazenar grandes volumes de dados.

Aptos (APT) cai 3% em 24 horas e acumula perdas de 8% em sete dias. Nesta sexta, a blockchain planeja desbloquear quase 25 milhões de tokens, mostram dados da TokenUnlocks

Publicidade

Solana (SOL) opera estável (-0,5%) em meio aos problemas de congestionamento da blockchain. A desenvolvedora Anza divulgou propostas de correções de congestionamento na versão 1.18.11 e pediu a validadores da rede de testes que implementem e ajudem na análise de sua eficácia.

A exchange de criptomoedas Kraken anunciou que vai deslistar a Monero (XRM) para clientes na Irlanda e na Bélgica em 10 de junho. A decisão segue medidas semelhantes da Binance e OKX para deslistar moedas de privacidade.

Outras altcoins vão em direções opostas, entre elas BNB (+4,4%), XRP (-1,2%), Cardano (-0,3%), Dogecoin (-0,2%), TRON (+1,4%), Chainlink (+1,4%), Avalanche (-0,9%), Polkadot (-0,0%), Polygon (-0,7%) e Shiba Inu (-0,8%).

ETFs de Ethereum nos EUA

As chances de a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, a SEC, rejeitar um ETF de Ethereum à vista no próximo mês são as mesmas de aprovação, de acordo com o JPMorgan.

Publicidade

No entanto, analistas do banco disseram em nota na quinta-feira (11) compartilhada pelo Decrypt que o horizonte não é muito positivo para um sinal verde.

“Em nossa opinião, as notícias recentes de que a SEC está investigando empresas associadas à Fundação Ethereum também são consistentes com a visão de que não há mais do que 50% de chance de aprovação de um ETF Ethereum até maio”, segundo o relatório.

Em Hong Kong, reguladores podem aprovar o primeiro lote de ETFs de Bitcoin à vista já na próxima semana, informou a Reuters, citando fontes familiarizadas com o assunto.

A HashKey, uma exchange cripto licenciada em Hong Kong, finalizou os processos relacionados a serviços de infraestrutura para o potencial lançamento do produto na cidade, disse o CEO Livio Weng ao The Block.

Fundador da FTX recorre da sentença de prisão

O ex-CEO da FTX, Sam Bankman-Fried, entrou com recurso na quinta-feira (11) depois de ser considerado culpado de sete acusações criminais envolvendo fraude.

Publicidade

Bankman-Fried apresentou seu recurso ao juiz Lewis Kaplan do Tribunal Distrital dos EUA para o Distrito Sul de Nova York. O recurso contesta tanto sua condenação a sentença de 25 anos de prisão, de acordo com documentos judiciais.

Condenado por fraude, lavagem de dinheiro e conspiração que resultaram em perdas de US$ 8 bilhões para os clientes, Bankman-Fried disse em e-mails à rede ABC que estava “arrependido” de suas ações — mas novamente insistiu que sempre agiu de boa-fé.

Outros destaques desta sexta

A Gopax, exchange de criptomoedas sul-coreana investida da Binance, registrou perdas líquidas de 51,3 bilhões de wons (US$ 37 milhões) em 2023, em comparação com prejuízo de 90,6 bilhões de wons em 2022, de acordo com relatório financeiro anual de sua controladora Streami. A Gopax foi adquirida pela Binance em fevereiro de 2023. No entanto, autoridades financeiras locais têm adiado a aprovação da transferência de controle para a Binance, supostamente devido a preocupações em torno de questões jurídicas nos EUA.

O candidato a prefeito de Londres Brian Rose quer doar o equivalente a 100 libras (R$ 635) de um novo token a cada cidadão, de acordo com planos revelados na quinta-feira (11) e compartilhados pelo The Block. Sob o nome provisório de token LONDON, o plano de Rose resultaria em um pool de liquidez de 1 bilhão de libras criado por meio de um imposto único sobre os lucros obtidos pelas instituições financeiras da cidade. De acordo com a equipe de campanha de Rose, a ideia é tornar a nova criptomoeda aceita em toda a rede de transportes de Londres e utilizável para pagar contas municipais, taxas de estacionamento e outras despesas.

A GrtWines, cofundada pelo ex-presidente da CLSA Jonathan Slone e pelo aclamado crítico de vinhos James Suckling, quer levar o mercado de vinhos para a tecnologia blockchain, segundo o Cointelegraph. A GrtWines é uma plataforma digital que permite a colecionadores e investidores de vinhos vintage e de qualidade ter acesso ao mercado por meio da tokenização de ativos digitais. Cada certificado digital emitido está vinculado a uma garrafa real de vinho de qualidade de investimento, obtida diretamente de vinícolas prestigiadas.

VOCÊ PODE GOSTAR
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Estudo mostra que 61% dos investidores brasileiros não pretendem vender Bitcoin

Pesquisa realizada pela Bitget releva otimismo pós-halving do Bitcoin
Imagem da matéria: Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

“Parte técnica você descreve como funciona e acabou. Nas vacas sagradas leva um bom tanto de desconstrução de conceitos”, diz Breno Brito