Imagem da matéria: Binance deslista Monero e clientes reclamam de dificuldade para saques
(Foto: Shutterstock)

A Monero (XMR) foi oficialmente retirada da Binance, a principal corretora de criptomoedas por volume, nesta terça-feira (20).

A decisão, inicialmente anunciada em 10 de fevereiro, marca o fim da disponibilidade do XMR na principal plataforma de negociação do mundo.

Publicidade

A retirada acontece em um momento tumultuado para a Binance, que está focada em conseguir decisões favoráveis dos reguladores ao redor do mundo. O ex-CEO da empresa, Chanpeng “CZ” Zhao, enfrenta investigações nos Estados Unidos e foi submetido a restrições de viagem, apesar de residir nos Emirados Árabes Unidos.

A moeda já estava na lista de exclusão da Binance há algum tempo. Em 2023, a corretora anunciou que estaria retirando o XMR e outras moedas de privacidade na União Europeia para cumprir com os requisitos regulatórios. No entanto, a exchange recuou em sua decisão um mês depois.

A Monero, uma criptomoeda valorizada por seus recursos centrados na privacidade que tornam as transações quase impossíveis de serem rastreadas, tem se encontrado cada vez mais sob o escrutínio dos reguladores. Essas autoridades argumentam que as provisões de anonimato da moeda a tornam um veículo para o financiamento de atividades ilícitas.

As maiores corretoras que ainda suportam a XMR no momento são a Kraken internacional, KuCoin e Bitfinex.

A Binance se absteve de fornecer uma explicação detalhada para a remoção do Monero.

“Na Binance, revisamos periodicamente cada ativo digital que listamos para garantir que continue a atender a um alto nível de padrão e requisitos da indústria”, disse no anúncio de retirada. “Quando uma moeda ou token não atende mais esses padrões ou a paisagem da indústria muda, realizamos uma revisão mais aprofundada e potencialmente a retiramos.”

Essa virada de eventos não é nova na comunidade Monero. Outras corretoras já retiraram a moeda citando razões legais. A Kraken fez o mesmo em 2021, retirando no Reino Unido. A Huobi deslistou a XMR em 2022, e no final de 2023 a OKX anunciou sua decisão de retirar a moeda de seus pares de negociação suportados em 4 de janeiro de 2024.

Publicidade

Saque não tem sido fácil

Como parte do processo de retirada, todos os pedidos de negociação para o Monero serão automaticamente cancelados após o fim da negociação. A Binance deu a entender a possibilidade de converter tokens retirados em stablecoins para os usuários após 21 de maio de 2024, embora isso permaneça não confirmado.

Em preparação para a retirada, a Binance removeu a XMR de seu programa “ganhar” ontem e suspendeu empréstimos para a criptomoeda no dia anterior.

Mas o saque não tem sido fácil para os detentores de Monero. Usuários relataram problemas ao retirar suas moedas da Binance, apesar do prazo para isso ainda não ter expirado.

“Que razão possível a Binance tem para manter qualquer XMR em uma carteira fria neste momento? Com horas até a retirada? Nenhuma”, argumentou um usuário no X, “eles querem que você tenha que vender o XMR em vez de retirá-lo. Escroques”.

Publicidade

Queda intensa

Como o Decrypt relatou, o Monero experimentou uma queda dramática de 36% no dia do anúncio, seguido por um período de negociação lateral. Ontem, os traders venderam suas moedas em antecipação à retirada, derrubando o preço do XMR de US$ 121.8 para US$ 113.1.

No entanto, traders diários podem estar comprando na baixa, porque hoje a moeda se recuperou 6.4%, subindo para seu atual US$ 120.45 e quase apagando as perdas de ontem.

Os indicadores apresentam uma perspectiva decididamente baixista, particularmente influenciada pelo crash de 6 de fevereiro. A moeda está desafiando a resistência estabelecida pelo seu preço médio nos últimos 10 dias, uma barreira que se provou intransponível na última semana.

Além disso, a moeda está fortemente vendida, significando que há algum medo no mercado e os traders estão vendendo mais do que os compradores estão dispostos a comprar (um Índice de Força Relativa ou RSI de 39 significa que de cada 100 traders, 39 querem comprar a moeda, e o resto quer vendê-la), e a tendência baixista ainda está em jogo.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de forex e criptomoedas de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Kaarat
Ilustração de correntes ilustradas com pequenos zeros e uns

Degen Chain: a rede de camada 3 que está chamando atenção com a febre das memecoins

Novidade no mercado, a Degen foi construída na Base, uma rede de camada 2 do Ethereum, e já tem tido uma forte alta no número de transações
Imagem da matéria: Criador do Ethereum quer que memecoins ofereçam mais do que apenas especulação

Criador do Ethereum quer que memecoins ofereçam mais do que apenas especulação

Vitalik Buterin criticou uma onda recente de memecoins abertamente racistas em blockchains como Solana
jogadores de costas tocam os punhos

Filipinos voltam a lotar lan houses para ganhar criptomoedas em jogos; é o retorno do play-to-earn?

Jogar Heroes of Mavia, Nifty Island e PIXEL em horário integral nas Filipinas pode render cerca de duas vezes o salário mínimo do país