altcoins
Shutterstock

Bitcoin e Ethereum operam em território positivo na manhã desta segunda-feira (12), enquanto Cardano, Solana e Polygon se recuperam da sangria no fim de semana, quando traders venderam altcoins na esteira da repressão de reguladores americanos e derrubaram as cotações. 

Na renda variável, investidores acordaram com apetite por ações em uma semana-chave para a política monetária global, com decisões de juros nos EUA, zona do euro e Japão. 

Publicidade

Nas últimas 24 horas, o Bitcoin (BTC) avança 1,1%, para US$ 26.010,03, segundo dados do Coingecko.  

Em reais, o BTC mostra estabilidade, com alta de 0,7% e negociado a R$ 127.927,66, de acordo com o Índice do Portal do Bitcoin (IPB).   

O Ethereum (ETH) sobe 0,2%, cotado a US$ 1.752,79. O cofundador da blockchain, Vitalik Buterin, destacou em artigo que se o Ethereum pretende expandir a forma como é utilizado precisará passar por três grandes transições, ou corre o risco de comprometer seu próprio futuro. 

Vendas de Cardano, Polygon e Solana 

O fim de semana foi marcado por perdas entre tokens com menor capitalização de mercado, principalmente os que foram classificados como valores mobiliários pela SEC, a CVM dos EUA, no processo movido contra a Binance e na ação contra a Coinbase

Entre eles está a Cardano (ADA), que sobe 9% nas últimas 24 horas, mas chegou a despencar 25% no sábado (10), mostram dados da Bloomberg. Polygon (MATIC) também teve queda de dois dígitos no fim de semana, mas nesta segunda ganha 6,8%.  

Publicidade

Solana (SOL), outro token afetado pela onda de vendas, se estabiliza nesta segunda, porém ainda tem baixa acumulada de 29,4% em sete dias, segundo dados do Coingecko. 

Na esteira da investida regulatória nos EUA, o aplicativo de negociação Robinhood decidiu retirar Cardano, Polygon e Solana da plataforma.  

Segundo a Bloomberg, o mercado também foi afetado pelo rumor de que um fundo havia vendido todas as suas posições nesses tokens, mas a notícia circulada no Twitter era falsa

Outros fatores foram apontados para a forte queda das altcoins. Na sexta-feira (9), milhões de tokens MATIC foram enviados para exchanges cripto por formadores de mercado, como Jump Trading e Cumberland, de acordo com o CoinDesk

A empresa de análise Lookonchain disse em vários tuítes no sábado que a Cumberland havia depositado 9 milhões de MATIC, no valor de mais de US$ 6,3 milhões, na Binance e 5 milhões de MATIC, ao preço de US$ 3,5 milhões, na Coinbase. 

Publicidade

E esses tokens teriam sido vendidos nas corretoras em meio à baixa liquidez. 

“A situação de liquidez piorou consideravelmente. Isso é exacerbado pela saída de investidores institucionais do mercado, particularmente formadores de mercado baseados nos EUA, que antecipam um possível escrutínio da SEC”, disse Johnny Teng, pesquisador sênior do LBank Labs, em nota ao CoinDesk. “Enquanto o S&P 500 continua atingindo novas máximas mensais, o mercado cripto segue problemático.” 

Outras altcoins são negociadas entre perdas e ganhos nesta segunda, entre elas BNB (-2,2%), XRP (+2,2%), Dogecoin (-0,8%), Polkadot (+2%), Avalanche (-0,7%) e Shiba Inu (-1,2%).   

Bitcoin hoje 

Com a liquidação entre as altcoins, a dominância do Bitcoin encostou na marca de 50% no sábado (10) pela primeira vez desde abril de 2021, segundo dados da plataforma TradingView. 

Em meio à queda de dois dígitos de outros tokens, a maior criptomoeda caiu apenas 3% no sábado, aponta o CoinDesk. 

A dominância do Bitcoin está em alta desde novembro e disparou durante a crise bancária nos EUA em março. 

A investida contra tokens classificados como valores mobiliários, que excluiu Bitcoin e Ethereum, reforçou essa tendência, dizem especialistas. 

Diante do clima hostil no mercado americano, a empresa de capital de risco Andreessen Horowitz escolheu Londres para seu primeiro escritório fora dos EUA, com a aposta que o governo britânico vai criar um ambiente mais amigável para startups de blockchain, conforme o Financial Times

Publicidade

O escritório em Londres do grupo de venture capital do Vale do Silício — que tem cerca de US$ 35 bilhões em ativos sob gestão e foi um dos primeiros a investir no Facebook, Twitter, Coinbase e Stripe — vai ter como foco startups cripto e de blockchain, setor ao qual destinou US$ 7,5 bilhões globalmente. 

“Londres é um importante centro financeiro, um importante centro tecnológico e, francamente, é um lugar muito atraente para as pessoas viverem”, disse Chris Dixon, que lidera os investimentos cripto da Andreessen Horowitz. 

Outra exchange que está recuando devido à pressão regulatória americana é a Crypto.com. que vai fechar sua plataforma para investidores institucionais nos EUA a partir de 21 de junho devido à “demanda limitada”, informou o Decrypt

Ainda assim, mesmo com os processos contra plataformas cripto nos EUA e queda dos preços, os americanos investem cada vez mais em moedas digitais, de acordo com um estudo do professor Michael Weber da Universidade de Chicago e publicado pelo Wall Street Journal. Essa porcentagem cresceu de 2% da população para 12% em dezembro de 2022, revela a pesquisa

Nigéria barra Binance 

Já com vários desafios nos EUA, a Binance agora enfrenta problemas na Nigéria. 

A Comissão de Valores Mobiliários nigeriana ordenou que a maior exchange cripto do mundo encerre as operações no país, informou a Reuters. Segundo o regulador, a unidade local da Binance que capta investidores por meio de um site é “ilegal”.  

“A Binance Nigeria Limited é instruída a parar imediatamente de solicitar investidores nigerianos de qualquer forma”, disse a comissão em comunicado datado de 9 de junho, segundo o qual a empresa não foi registrada ou regulamentada. 

Publicidade

A CVM da Nigéria disse no início deste ano que avalia permitir ofertas de moedas tokenizadas em exchanges digitais licenciadas que são lastreadas por ativos, incluindo ações, dívidas, propriedades, mas “não criptomoedas”, de acordo com a Bloomberg

Outros destaques das criptomoedas  

A exchange cripto FTX recebeu permissão judicial na sexta-feira (9) para retirar os nomes dos clientes de todos os registros do processo de recuperação judicial, convencendo um juiz de que a publicação dos nomes colocaria as pessoas em risco de golpes e roubo de identidade. 

O juiz de falências dos EUA, John Dorsey decidiu que a FTX pode omitir permanentemente os nomes dos registros do processo, depois de ouvir depoimentos de que a exposição representaria um risco, mesmo que outras informações de identificação, como endereço de e-mail, fossem mantidas em segredo. 

Distribuir gratuitamente tokens não fungíveis (NFT) ou criptomoedas por meio de “airdrops” para promover investimentos em ativos digitais será proibido depois que as novas regras da Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido (FCA) entrarem em vigor, disse Matthew Long, diretor de pagamentos e ativos digitais da agência, ao CoinDesk. 

As regras de promoção financeira no espaço cripto do Reino Unido entrarão em vigor em 8 de outubro, de acordo com relatório publicado pela FCA na quinta-feira (8). De acordo com essas regras, cripto será categorizado como um “investimento restrito no mercado de massa” e exigirá que os anúncios tenham avisos de risco claros. Além disso, os incentivos para o público em geral investir em criptomoedas serão banidos. 

VOCÊ PODE GOSTAR
Joe Biden posa para foto

Biden expulsa mineradora cripto chinesa de área próxima a base militar: “Risco de espionagem”

O governo afirma que a MineOne possui equipamentos especializados de origem estrangeira potencialmente capazes de facilitar atividades de vigilância e espionagem
Imagem da matéria: Braiscompany: Justiça já entregou todos os documentos para extraditar donos da pirâmide

Braiscompany: Justiça já entregou todos os documentos para extraditar donos da pirâmide

O casal que fundou a Braiscompany está em prisão domiciliar na Argentina, enquanto os países negociam extradição
Imagem da matéria: Criptomoeda desaba 99% após hacker invadir projeto e chamá-lo de "copia e cola"

Criptomoeda desaba 99% após hacker invadir projeto e chamá-lo de “copia e cola”

Após derrubar o preço da memecoin NORMIE, hacker ofereceu devolver fundos se os criadores do projeto fizerem melhorias no código
Fachada da GameStop em Tyler no Texas

Memecoin da rede Solana com tema GameStop sobe 1.900% e desperta febre do GME

A memecoin GME decolou na segunda-feira (13), entregando retornos consideráveis, superando os das ações da GameStop