Imagem da matéria: Justiça busca trader de IQ Option suspeito de golpe dentro de agência do Santander
Foto: Shutterstock

A 4ª Vara Criminal de Santos (SP) está atrás de um trader da IQ Option suspeito de crime de estelionato. Segundo a Justiça, ele pode ter aplicado um golpe de R$ 18 mil dentro de uma agência do Banco Santander. Uma ação penal para investigar o caso tramita na justiça paulista.

No mês passado, a juiza Elizabeth Lopes de Freitas publicou um edital de citação em nome do trader, que até então não havia sido localizado.

Publicidade

“Faz saber a todos quanto o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, especialmente Felipe Vinicius Yoshio Mori (nome do réu) e que atualmente encontra-se o réu em lugar incerto e não sabido, que por este Juízo e respectivo cartório tramitam os autos da ação penal nº 1512378-76.2020.8.26.0562, que lhe move a Justiça Pública, ficando pelo presente edital citado para responder à acusação, por escrito, no prazo de 10 (dez) dias”, disse a magistrada.

Vítima entregou R$ 18 mil

De acordo com inquérito policial adicionado ao processo, Yoshio Mori conheceu a vítima (o nome não será revelado) no início de junho. Na ocasião, ele se identificou como investidor profissional e fez promessas de ganhos fáceis por meio da IQ Option.

Ainda segundo a polícia, o suposto investidor profissional convenceu a vítima a se cadastrar na corretora de investimentos, que em abril foi proibida de operar no Brasil.

“O denunciado, mediante ardil, apresentou à vítima propostas de ganhos fáceis, por meio da plataforma de investimentos IQ Option, prometendo vantagens financeiras de duplicação e até triplicação de valores”, consta no inquérito policial.

Publicidade

No dia 1º de junho, Yoshio Mori se encontrou com a vítima na agência do banco Santander localizada na Avenida Ana Costa, no bairro Gonzaga, em Santos (SP).

Lá, ainda de acordo com a polícia, ele convenceu a vítima a transferir R$ 18 mil para a sua conta, prometendo enviar o dinheiro para a IQ Option na madrugada daquele mesmo dia. O investimento nunca ocorreu.

Conta na IQ Option não era verdadeira

No dia seguinte ao encontro na agência, ainda de acordo com o inquérito, a vítima descobriu que Mori não tinha feito o investimento na plataforma como havia prometido. Além disso, constatou que a conta que o trader criou na plataforma era apenas de treinamento.

Ao conversar com o suposto golpista, a vítima conseguiu reaver cerca de R$ 8 mil. Os outros R$ 10 mil, no entanto, não foram devolvidos.

Publicidade

“A fraude empregada pelo denunciado consistiu em simular o efetivo cadastro da vítima na plataforma de investimentos, quando, na realidade tudo não passava de simulação. Mediante ardil, o denunciado fez a vítima acreditar que o dinheiro seria destinado a um investimento financeiro”, concluiu o inquérito.

A ação penal foi movida pela Justiça Pública. No processo, não consta nome do advogado da vítima. A reportagem não conseguiu localizar a defesa do trader da IQ Option acusado de estelionato.

VOCÊ PODE GOSTAR
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Números e letrs douradas sob um placa formam símolo do Real brasileiro

5 vantagens da tokenização de ativos do mundo real (RWA) | Opinião

Para o autor, a custódia de RWA tokenzados é um elemento crucial para a democratização do acesso aos investimentos
Celular com logo do Pix sob bandeira do Brasil

Pix: Um catalisador para o futuro das finanças descentralizadas no Brasil? | Opinião

Para o autor, o Pix, combinado com os princípios das finanças descentralizadas e conceitos de dinheiro programável, poderia abrir caminho para uma nova era de inovação financeira