Imagem da matéria: Itaipu pode tornar Paraguai o "novo Texas" para a mineração de Bitcoin
Foto: Shutterstock

A mineradora de Bitcoin Sazmining inaugurou nesta semana sua mais nova instalação de energia 100% renovável no Paraguai.

A empresa opera plataformas de mineração de Bitcoin de unidades controladas por seus clientes, recebendo uma comissão de 15% pelo serviço. Sua nova instalação receberá energia da Usina Hidrelétrica de Itaipu, a maior hidrelétrica do país.

Publicidade

Localizada na fronteira entre Paraguai e Brasil, a estrutura conquistou o recorde mundial do Guinness de objeto mais caro do planeta, custando colossais US$ 27 bilhões para ser construída em 1984 – ou US$ 35 bilhões (R$ 176 bilhões) se ajustarmos a inflação para os dias atuais.

O presidente da Sazmining, Kent Halliburton, disse ao Decrypt que devido à dinâmica única de geração de energia hidrelétrica do Paraguai, ele estava vendendo 5 Gigawatts de energia com prejuízo para seu vizinho, o Brasil. É por isso que as autoridades e comunidades locais abraçam a presença da empresa, disse ele.

Aproveitar a barragem de Itaipu e comprar o seu excedente de energia, em vez de o Paraguai exportar com prejuízo para o Brasil, “transforma um vento contrário para o PIB do Paraguai num vento favorável”, disse Halliburton.

A mineração de Bitcoin é parte integrante da rede, mas tem uma relação um tanto controversa com os mercados de energia. Computadores especializados, conhecidos como ASICs, acessam diferentes fontes de geração de energia e executam o software do Bitcoin para proteger o protocolo, ganhando BTC recém-gerados em troca.

O que foi dito acima significa que o custo da energia é uma consideração importante para as empresas de mineração de Bitcoin. De acordo com a Sazmining, os custos de mineração em suas novas instalações serão de US$ 0,047 por quilowatt-hora – uma diferença substancial entre o principal país de mineração de Bitcoin do mundo, os Estados Unidos.

Publicidade

Para efeitos de comparação, o último relatório sobre preços da energia do Bureau of Labor Statistics dos EUA concluiu que os custos da energia estão em US$ 0,17 por quilowatt-hora – embora isso possa variar dependendo da localização e dos setores.

Halliburton disse que a Sazmining é capaz de obter toda a sua energia da barragem, o que significa que a nova instalação funciona com energia 100% renovável.

Paraguai como o “Novo Texas”

O estado do Texas, nos EUA, é frequentemente destacado como uma das áreas mais fortes de mineração de Bitcoin, com programas sofisticados para ajudar a rede em tempos de estresse, mas também fazer uso do seu excesso de energia. Para Halliburton, o Paraguai está prestes a tornar-se “o novo Texas” – mas ele admite que a rede lá ainda é muito menos desenvolvida do que o estado americano.

Isso oferece uma vantagem com uma ressalva, disse ele. Ao concordar com um tempo de atividade de energia de 95% em vez de 100%, disse ele, a empresa conseguiu aproveitar as tarifas mais baixas.

Publicidade

Dito isto, a Halliburton está confiante de que a rede continuará a desenvolver e importar alguns dos programas atualmente presentes no Texas. Por exemplo, os mineradores no Texas recebem créditos de energia em troca de desligarem as suas plataformas em períodos de demanda elevada.

No entanto, o Paraguai é uma parte proverbial no segmento geral da mineração. Em setembro de 2021, o Centro de Cambridge para Finanças Alternativas (CCAF) classificou a produção de taxa de hash do Paraguai em 0,15% de toda a rede de mineração de Bitcoin.

No entanto, o presidente de Sazmining gosta deste número. “Vejo isso como uma oportunidade para aqueles de nós que entendem a dinâmica do Paraguai”, disse ele, acrescentando que estão se posicionando à frente da “corrida aparentemente inevitável dos mineradores de Bitcoin”.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

“O Bitcoin oferece uma oportunidade única de diversificar os ativos do estado”, escreveu Cotar
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin se mantém em US$ 63 mil enquanto Mt. Gox move US$ 2,8 bilhões

Manhã Cripto: Bitcoin se mantém em US$ 63 mil enquanto Mt. Gox move US$ 2,8 bilhões

Especialistas estão confiantes na capacidade do mercado absorver qualquer pressão de venda que possa vir dos credores da Mt. Gox
Imagem da matéria: Mt. Gox: relembre a ascensão e queda da exchange que vai distribuir bilhões em Bitcoin

Mt. Gox: relembre a ascensão e queda da exchange que vai distribuir bilhões em Bitcoin

Mais de uma década após a maior exchange de Bitcoin do mundo ser hackeada, os credores da Mt. Gox finalmente receberão seus reembolsos; aqui está o que aconteceu
Imagem da matéria: Bitcoin está queda, mas até que ponto deve cair? Especialistas respondem

Bitcoin está queda, mas até que ponto deve cair? Especialistas respondem

Ainda não atingimos o fundo, afirmam os analistas que preveem um aumento significativo do BTC até o final do ano