Imagem da matéria: Índia pode classificar o Bitcoin como classe de ativo financeiro, diz site local
Foto: Shutterstock

O governo da Índia pode classificar o bitcoin como uma classe de ativo financeiro em breve, segundo reportagem publicada nesta quinta-feira (10) pelo The New Indian Express. O veículo disse que a informação foi repassada por fontes ligadas ao setor.

De acordo com a matéria, membros da indústria das criptomoedas negociam com o Ministério das Finanças do país a criação de regulamentações. Um projeto de lei também deve ser apresentado em breve ao parlamento, disse o site.

Publicidade

A supervisão dos futuros ativos financeiros criptográficos, ainda segundo a publicação, ficará a cargo da Comissão de Valores Mobiliários da Índia (SEBI, na sigla em inglês).

“Podemos dizer com certeza que o novo comitê que está trabalhando em criptomoedas está muito otimista na regulamentação e legislação dos ativos digitais”, disse ao jornal Ketan Surana, diretor financeiro da exchange Coinsbit e membro da Associação de Internet e Mobile da Índia.

“Um novo projeto estará em breve no gabinete, que analisará o cenário geral e dará o melhor passo para o futuro. Temos muita esperança de que o governo adote as criptomoedas e a blockchain”, completou.

Mudança de postura

A Índia mantinha uma postura hostil ao bitcoin e às altcoins. Em 2019, o parlamento indiano apresentou um projeto de lei cujo objetivo era proibir o bitcoin e as outras criptomoedas de circular no país.

Publicidade

No início deste ano, um funcionário do Ministério da Economia da nação, que não teve o nome revelado, disse para o Reuters que o Estado iria propor uma lei para criminalizar os ativos digitais privados.

Nos últimos meses, no entanto, bancos e governo têm se aproximado das criptomoedas.

No final de maio, o Banco Central da Índia (RBI, na sigla em inglês) repreendeu instituições financeiras que se negavam a atender empresas de criptomoedas por causa de uma norma antiga do governo.

Já o HDFC Bank, um dos maiores bancos privados indianos, enviou um pedido de desculpas aos clientes por ter reprimido de forma equivocada as negociações com criptomoedas.

Hitesh Malviya, especialista em investimento em blockchain e criptomoedas, disse para o The New Indian Express que acha que o governo indiano vai explorar uma maneira de regularizar o bitcoin, mas não como fez El Salvador, que transformou o ativo digital em moeda de curso legal:

Publicidade

“Aceitar o bitcoin como moeda legal é uma boa ideia apenas para aqueles países que não têm moeda própria ou dependem do dólar americano”.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin sobe 5% e supera US$ 64 mil antes do halving; Ethereum e altcoins acompanham o rali

Manhã Cripto: Bitcoin sobe 5% e supera US$ 64 mil antes do halving; Ethereum e altcoins acompanham o rali

Após mais um dia de forte volatilidade, Bitcoin e outras criptomoedas voltam a subir faltando poucas horas para o halving
Imagem da matéria: Michael Saylor está no Brasil para participar de evento do Itaú

Michael Saylor está no Brasil para participar de evento do Itaú

O famoso entusiasta do Bitcoin veio ao Brasil para participar de um evento fechado com clientes do Itaú
Udi Wertheimer vestido de mago no Bitcoin 2023. Imagem: Taproot Wizards

Proposta de Bitcoin para restaurar código de Satoshi recebe atualização ‘420’

OP_CAT, que poderia habilitar funcionalidades avançadas no Bitcoin, foi introduzido como BIP-420 pelo cofundador da Taproot Wizards, Udi Wertheimer
Hans Zimmer durante premiere de Duna

Justin Sun paga compositor de Duna para criar hino do Tron

O controverso Justin Sun agora tem seu próprio hino de Hollywood