Imagem da matéria: "FTX foi construída sobre mentiras", acusam promotores em julgamento de Sam Bankman-Fried
Foto: Shutterstock

O ex-magnata cripto Sam Bankman-Fried “roubou bilhões de dólares” em dinheiro e criptomoedas de milhares de pessoas e constantemente mentiu para fazer isso, acusaram os promotores dos Estados Unidos nesta quarta-feira (4), durante as declarações de abertura do julgamento de SBF.

O Procurador Assistente dos EUA Thane Rehn disse aos jurados que o ex-CEO da FTX “sabia que sua empresa não mantinha o dinheiro dos clientes em segurança”.

Publicidade

Ele também alegou que a empresa de Bankman-Fried foi “construída sobre mentiras” e que seus sócios comerciais próximos sabiam o que ele estava fazendo. “Ele usou o dinheiro de outras pessoas para si mesmo”, disse Rehn.

Leia também: FTX: Tudo que você precisa saber sobre o julgamento de Sam Bankman-Fried

A FTX, que um dia foi uma das marcas mais reconhecidas no espaço das criptomoedas, faliu rapidamente e de forma inesperada em novembro passado.

Os promotores alegam que Bankman-Fried misturou fundos dos clientes para fazer apostas arriscadas na Alameda Research e saqueou a empresa.

No entanto, o advogado de defesa de Bankman-Fried, Mark Cohen, disse hoje ao tribunal que “Sam agiu de boa fé e tomou medidas comerciais razoáveis”.

Publicidade

Cohen afirmou que Bankman-Fried era um “nerd matemático” que não roubou, mas sim “emprestou” dinheiro da FTX para a Alameda, a empresa de negociação irmã da exchange de criptomoedas.

Ele acrescentou que a Binance, a maior exchange de criptomoedas do mundo, e seu CEO, Changpeng ‘CZ’ Zhao, lançaram um “ataque” à Alameda Research por meio de um tweet. Antes da FTX entrar em processo de falência no ano passado, CZ anunciou que venderia as participações da Binance no token da exchange, FTT. Isso desencadeou uma crise de liquidez e a FTX entrou com o pedido de falência.

Os dois então tiveram atritos no Twitter sobre negócios anteriores.

Bankman-Fried, que socializava com políticos e celebridades, foi preso um mês depois que a empresa entrou com o pedido de falência.

Ele agora enfrenta sete acusações criminais, e seu julgamento deve durar seis semanas.

* Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin com bandeira dos EUA

Executivo da Bitwise afirma que mercado cripto está “subestimando” mudanças na política dos EUA

Clareza regulatória poderia trazer uma multidão de consultores financeiros no valor de US$ 20 trilhões para o setor cripto
Imagem da matéria: ETF de Bitcoin da BlackRock supera 300 mil BTC sob gestão

ETF de Bitcoin da BlackRock supera 300 mil BTC sob gestão

Na semana passada, o ETF de Bitcoin da BlackRock já havia superado o da Grayscale e se tornado o maior do mercado em ativos sob gestão
celular com logo GameStop com fundo azul

Roaring Kitty reaparece e ações da Gamestop e token GME disparam de preço

Na noite domingo (2), as ações NYSE:GME subiram 19% enquanto a memecoin GME disparou mais de 200%
Imagem da matéria: Exchange japonesa DMM Bitcoin apresenta plano após perder US$ 300 milhões em BTC

Exchange japonesa DMM Bitcoin apresenta plano após perder US$ 300 milhões em BTC

Empresa já iniciou processo de captação para comprar a quantidade suficiente em Bitcoin para pagar os clientes impactados pelo ataque