Imagem da matéria: Especialista explica como vai funcionar a moeda digital da China que quer competir com o dólar
Foto: Shutterstock

A teoria sobre se um dia uma criptomoeda pudesse suceder o papel-moeda de um país agora pode ser tratada como próxima da realidade com o a criação do e-RMB, o renminbi digital criado pelo governo da China.

Conforme as palavras do especialista em tecnologia Ronaldo Lemos, esse momento chegou. 

Publicidade

“Esse pequeno passo pode ser o bater de asas da borboleta capaz de influenciar o curso natural das coisas e provocar um furacão do outro lado do mundo”, escreveu em sua coluna na Folha nesta segunda-feira (04).

Ele explicou as facilidades do uso da ‘nova moeda’ chinesa e como ela pode competir com o dólar e até mesmo com o Swift, o sistema que integra bancos de diversos países.

Ronaldo observa que a novidade, “a primeira criptomoeda governamental” já está em fase de testes em plena crise do Covid-19. Aliás, fica na China o primeiro epicentro da doença, na cidade de Wuhan.

Recentemente houve a especulação de que um aplicativo chamado DCEP (Pagamento Eletrônico em Moeda Digital) já estaria sendo testado pelo menos em quatro cidades da China: Suzhou, Xiong’an, Chengdu e Shenzhen.

Ronaldo confirma os testes e revela mais uma cidade, Pequim, a capital chinesa, como uma das primeiras a atuar no projeto.

Publicidade

Segundo ele, os funcionários públicos dessas cidades vão começar a receber salários na nova moeda virtual a partir deste mês através do aplicativo.

A afirmação de Ronaldo evidencia um estágio real de funcionamento da criptomoeda chinesa, antes apenas especulado.

Outro ponto, é que ele acredita numa corrida das criptomoedas estatais, cujo vencedor pode levar tudo.

Moeda digital da China

Considerando que na China a maioria dos pagamentos já ocorre de modo digital, Ronaldo acredita o e-RMB será de uso total.

“Tudo se paga pelo celular”, disse Ronaldo.

Ele citou como exemplo os moradores de rua, que carregam placas com seu código QR, porque sabem que o celular é a única forma de receberem um auxílio. Isso porque na China quase ninguém carrega dinheiro em papel.

“Com a nova moeda virtual, a China aprofunda a digitalização da sua economia, com possíveis repercussões globais”, escreveu o especialista.

Publicidade

Renminbi digital x dólar

Para Ronaldo, a medida da China também pode ser considerada um movimento preventivo contra a crescente politização do dólar.

Um dos motivos, disso, é que a moeda americana vem sendo progressivamente utilizada como instrumento de política externa.

Para explanar, ele cita as ameaças da rede Swift a empresas europeias por conta de negócios com o Irã. Elas foram ameaçadas de exclusão do sistema de compensação internacional do dólar por isso.

Logo, a expectativa é que o e-RMB (também chamado de ‘yuan digital’) seja um passo na criação de outro sistema de transações monetárias internacionais e que não dependa da Swift, acredita o especialista.

“Em vez dessa rede, adota-se estrutura baseada em blockchain, de aplicação global. Só que, em vez de atrelar-se à imprevisibilidade de várias criptomoedas, vincula-se a uma moeda fiduciária emitida por um Estado nacional”, explicou.


BitcoinTrade: Depósitos aprovados em minutos!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em menos de 5 minutos! Acesse: bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ryan Salame foi um dos executivos da FTX que coordenaram a doação de milhões para campanhas políticas usando dinheiro dos clientes
Imagem da matéria: Tether e Circle "imprimem" US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Tether e Circle “imprimem” US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Desde o início do ano já foram emitidos US$ 30 bilhões em stablecoins; aquecimento parece estar relacionado à expectativa pelos ETFs de Ethereum
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Embora esteja em queda nesta sexta, o Ethereum ainda registra ganhos de mais de 21% na semana
Imagem da matéria: Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

“Somente em criptomoeda.” A memecoin Pacmoon recompensou um usuário com um grande airdrop – que foi maior do que o esperado graças ao erro de um amigo