Balança apoiada por um globo-de uma lado folhas do outro Co2
Foto: Shutterstock

A Greener, empresa brasileira especializada em créditos de carbono e tecnologia voltada para o desenvolvimento da economia verde, estabeleceu uma parceria com o centro de pesquisa e desenvolvimento European Carbon Offset Tokenization Association (ECOTA). Essa colaboração reúne as duas instituições na promoção do uso da tecnologia blockchain nos mercados de créditos de carbono e na economia verde.

A plataforma Greener foi desenvolvida com o objetivo de oferecer ao mercado global uma solução transparente para os processos de conservação florestal na região amazônica, ao mesmo tempo em que auxilia as empresas na neutralização de carbono.

Publicidade

Através da aplicação da tecnologia blockchain, a greentech proporciona rastreabilidade e governança a projetos de preservação florestal, permitindo que empresas e investidores tenham acesso a informações precisas sobre seu impacto ambiental. Além disso, a plataforma oferece ao mercado a oportunidade de acessar ativos de biodiversidade com segurança e confiabilidade.

No Brasil, a Greener também é responsável pela neutralização de emissões de carbono de eventos como a Fórmula 1 Brasil, Copa Truck, Monet à Beira d’ Água, Fronteiras do Pensamento e Francal Feiras, entre outros. 

Por sua vez, a ECOTA dedica-se a impulsionar o desenvolvimento da descarbonização utilizando a tecnologia blockchain por meio de pesquisa, educação e desenvolvimento de uma comunidade. Com essa parceria estratégica, a Greener passa a ser uma referência no mercado de créditos de carbono e na economia verde brasileira para os países europeus.

Por meio da combinação da expertise e conhecimento da Greener e da ECOTA, essa parceria tem como objetivo acelerar os esforços de descarbonização na Europa e impulsionar a adoção da tecnologia blockchain nos mercados de créditos de carbono. Juntas, as empresas querem práticas sustentáveis e ambientalmente responsáveis para enfrentar os desafios das mudanças climáticas.

Publicidade

“A Greener utiliza tecnologia blockchain para promover a transparência, segurança e estabelecer uma governança sólida. Através da nossa plataforma, é possível comercializar créditos de carbono utilizando tokens. Essa abordagem está em consonância com a missão da ECOTA, que busca soluções baseadas em tokens para impulsionar uma Europa livre de carbono. Por isso, essa parceria reforça o compromisso de ambas as empresas em moldar políticas para as mudanças climáticas”, comenta o co-fundador e CEO da Greener, Claudio Olimpio.

Quer ganhar mais com Ethereum? Abra sua conta no Mercado Bitcoin, a corretora mais segura do Brasil, e comece a fazer staking agora mesmo

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Memecoins inspiradas em Trump saltam após decisão da Suprema Corte dos EUA

Memecoins inspiradas em Trump saltam após decisão da Suprema Corte dos EUA

Suprema Corte decidiu que Trump não pode ser processado e julgado por atos que cometeu enquanto era presidente dos EUA
Amy Webb,

IA e biotecnologia: Amy Webb fala sobre o lugar do Brasil no superciclo econômico global

Durante o Febraban Tech, Amy Webb falou que o mundo está passando por um superciclo econômico e que o Brasil precisa deixar de ser o eterno país do futuro
Jerome Powell, presidente do Fed, mostrado em tela de computador

O que o discurso do presidente do Federal Reserve hoje significa para o Bitcoin?

“Acreditamos que o fundo do poço ficou para trás ou muito próximo e recomendamos aumentar a exposição à medida que o Bitcoin ganha impulso”, disse um analista
Moeda prateada de Ethereum (ETH) em frente a um gŕafico de preço com candles em queda

Fundos de investimento em Ethereum sofrem maior saída de capital em dois anos

Com as saídas dos ETPs de Ethereum, os fundos de criptomoedas chegaram à terceira semana consecutiva de fluxo negativo acumulando perdas de US$ 30 milhões